Nutrição

10 cereais para melhorar a sua alimentação

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Os cereais são ricos em fibras e fornecem energia. Mas, com tantas opções, será que existe um que seja melhor que o outro? Para ajudar você a escolher, fizemos essa lista com 10 cereais para melhorar sua alimentação.

Chia

A chia é um dos melhores cereais para o café da manhã. Rica em fibras, ômega 3, cálcio, ferro, fósforo, potássio, magnésio e zinco, ela tem mais proteínas que a aveia. Outro benefício desse cereal de origem mexicana é que forma um gel no estômago, o que aumenta a saciedade.

Quantidade diária recomendada: uma colher de sobremesa.

Como consumir? em sucos, iogurtes e saladas.

Aveia

A areia é um cereal indicado para crianças e adultos. Além de fornecer vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, potássio, manganês, fósforo e magnésio, a aveia ainda tem beta-glucana, fibra que regula os níveis de colesterol e controla a glicose.

Quantidade diária recomendada: três colheres de sopa.

Como consumir? de manhã com iogurte natural desnatado ou com frutas.

Arroz integral

Um dos cereais mais populares, o arroz integral tem vitaminas do complexo B, vitamina E, fibras e fornece carboidratos.

Linhaça

A linhaça é um cereal recomendado para mulheres. A ligana é uma substância semelhante ao estrogênio e ajuda a regular os níveis desse hormônio na menopausa. A linhaça também tem fibras e ômega 3 e 6, cálcio, ferro e zinco. O cereal controla diabetes, evita inflamações, faz bem ao coração, ossos e cérebro e previne câncer de mama e próstata.

Quantidade diária recomendada: uma colher de sopa.

Como consumir? preferencialmente moída ou triturada para aproveitar ao máximo os nutrientes. Pode ser consumida com iogurtes, sucos, frutas e saladas.

Amaranto

Exemplo de cereal bom para o coração, o amaranto regula a pressão arterial e o colesterol. É rico em fibras, ferro, vitamina C, cálcio, zinco e proteínas. O cereal ainda fortalece o sistema imunológico e previne o câncer. O alimento também é alternativa para alérgicos ao glúten.

Quantidade diária recomendada: duas ou três colheres de sopa.

Como consumir? os flocos ficam ótimos com frutas, sucos, iogurtes e vitaminas. A farinha pode substituir a farinha de trigo em bolos e panquecas. Dá até para prepará-lo como pipoca; coloque uma colher de sopa na frigideira, tampe e espere estourar.

Flocos de milho

Um dos mais ricos em carboidrato, por isso é o cereal para quem pratica atividade física. Fibras, zinco e vitaminas do complexo B são os outros nutrientes dos flocos de milho. Como o teor de fibras não é muito alto, o ideal é misturar com outros cereais ricos nesse nutriente.

Quantidade diária recomendada: uma xícara de chá, prefira as versões sem açúcar.

Como consumir? com leite ou iogurte natural com frutas.

Trigo sarraceno

É um pseudo-cereal, pois não faz parte da família Graminaceeà. O trigo sarraceno também é um cereal que protege o coração, pois reduz o colesterol ruim e regula a pressão alta. Fonte de ferro, zinco e selênio, o cereal é recomendado para pessoas com cansaço e fadiga. Portadores de doença celíaca ou com intolerância ao glúten podem comer o trigo sarraceno sem medo.

Quantidade diária recomendada: uma colher de sopa;

Como consumir? na forma de mingau, saladas, para empanar carnes, no preparo de pães e bolos. O cereal deve ser lavado antes do consumo.

Cevada

Cereal aliado do controle hormonal, a cevada tem iodo, substância que atua na tireoide. Ela é fonte de vitaminas A, B, C e K, cálcio, zinco, selênio entre outros nutrientes. A vitamina B12 acelera o metabolismo, ajudando no emagrecimento. A cevada também melhora a circulação sanguínea, regenera as células e estimula o crescimento das unhas e cabelo.

Quantidade diária recomendada: uma colher de sopa;

Como consumir? a farinha pode ser usada em receitas de pães, bolos e tortas. Com os grãos, dá para fazer salada.

Centeio

O centeio é um dos cereais com mais fibras, o que traz saciedade. É rico em fósforo, zinco, magnésio, selênio e manganês, nutrientes que dão energia e promovem a saúde dos ossos e intestino. Os antioxidantes presentes no cereal são responsáveis por fortalecer o sistema imunológico. Portadores de doença celíaca não podem comer centeio, pois tem glúten.

Quantidade diária recomendada: duas colheres de sopa;

Como consumir? a pode ser usada em receitas de pães, bolos e tortas. Os grãos podem ser misturados com outros cereais, consumidos com iogurte desnatado ou leite.

Müsli

É um mix de cereais feito com nozes, frutas secas, farelo de aveia e gérmen de trigo sem açúcar. O müsli é ótimo para o café da manhã, e quem pratica esporte pode consumi-lo antes ou depois da prática esportiva.

Quantidade diária recomendada: uma xícara de chá;

Como consumir? com iogurte desnatado, leite ou frutas.

Os cereais são ricos em fibras. Quer conhecer outros alimentos ricos nesse nutriente? Nós falamos para você aqui.


Escrito por Sumaia Santana da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]