Autoconhecimento

9 Atitudes simples para viver em paz

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Viver em paz consigo mesmo pode parecer uma tarefa bem simples, mas não é sempre que conseguimos a nossa tão sonhada paz. Viver em paz é essencial para conseguirmos enfrentar as adversidades que aparecem no nosso dia a dia, no nosso cotidiano. E isso, não só consigo mesmo, mas com tudo e todos que se encontram ao nosso lado.

Nós, seres humanos, estamos sempre tentando nos harmonizar com a correria da nossa sociedade. É trabalho, é cuidar dos filhos, da casa, preocupações com as contas, e acaba sobrando pouquíssimo tempo para cuidarmos de nós mesmos, não é mesmo?

Viver em paz é um estilo de vida, tanto interno quanto externo.

Viver em paz internamente é procurar na nossa mente e nos nossos sentimentos a compreensão para o medo, que pode se tornar violento. É aprender a se aceitar e amar aquilo que você realmente é, por fora e por dentro. Já a paz exterior é vivermos em paz com os que nos cercam, apesar de todas as diferenças que encontramos, seja no campo religioso, cultural ou político.

Aprenda aqui algumas dicas e atitudes simples para viver em paz consigo mesmo. Mas tenha em mente que será preciso passar a observar aquilo que te faz infeliz e realizar alguns importantes ajustes na sua vida.

1º Passo: Aprenda a se amar

O primeiro passo para viver bem consigo mesmo talvez seja o mais importante. Primeiramente, você deve aprender a ser a amar, o que significa dizer que deverá desenvolver o amor próprio.

Evite se comparar com as outras pessoas. Aproveite e deslumbre-se pela delícia de ser o que você realmente é. Esse tipo de comparação só fará e trará mal para sua vida. Todos nós somos diferentes uns dos outros, e pode ter a certeza de que não há ninguém completamente igual a você em todo o mundo. Também não há alguém que tenha tido o mesmo tipo de criação e que tenha vivido as mesmas experiências que você vivenciou na sua vida e, principalmente, não existe ninguém com as mesmas aptidões e habilidades que você possui.

2º Passo: Seja autoconfiante

Acima de tudo, é preciso desenvolver a autoconfiança. Essa é a chave mestra para passar a se amar agora e no futuro, e ajuda a nos sentirmos bem conosco. Isso pode levar um certo tempo, mas mantenha o foco. Lembre-se sempre que você é uma pessoa muito incrível e única no mundo.

Se tiver fé que você é importante, com certeza fará a diferença no planeta.

Uma boa dica para – pelo menos parecer – ser mais autoconfiante é caprichar na linguagem do corpo como, por exemplo: ao invés de olhar para o chão, mantenha o olhar alto, para frente. Quando se deparar com uma nova situação, que seja totalmente desconhecida, procure se concentrar em coisas boas, ao invés de mentalizar que pode não dar certo. Lembre-se: coisas boas atraem coisas boas.

3º Passo: Você possui muitas qualidades, orgulhe-se delas

Você deve ter a consciência que possui muitas qualidades, mas com certeza uma se destaca entre as demais. Faça uma pequena lista das qualidades que você possui e que adora em si mesmo. Quanto mais qualidades sua lista tiver, melhor será.

Se sentir dificuldade para preencher essa lista, consulte as pessoas próximas e, de preferência, que te conheçam bem. Peça que eles citem seus pontos fortes. Tenho absoluta certeza que algumas delas irão te surpreender.

4º Passo: Dias ruins sempre existirão, não se esqueça disso

Dias ruins sempre vão existir, não se esqueça nunca disso. Se o dia hoje foi ruim, amanhã poderá ser melhor. Mas tenha sempre em mente que este não será o primeiro nem o último. Por isso, nesses dias, evite ficar triste, meio para baixo. Isso vai passar.

Se a tristeza não cessar, procure conversar com um amigo próximo e desabafe. Mas se a situação persistir por pelo menos seis meses ininterruptos, é melhor procurar a ajuda de um profissional da área da saúde.

O corpo humano reconhece os nossos sentimentos. Ele percebe os momentos em que nos encontramos de mau humor ou chateados, felizes ou alegres. Por isso, conheça mais sobre o seu corpo. Isto é importante para reconhecer os sinais que ele diariamente lhe dá.

5º Passo: Seja positivo

Reconheço que é difícil manter a positividade 100% do dia. Mas comece a se esforçar para que em pelo menos uma parte de sua vida, você consiga tomar atitudes mais positivas. Essa é uma decisão que você deve tomar e procurar manter no dia a dia.

Esforce-se para transformar os pensamentos negativos em positivos. Praticando essa atitude, ela ficará mais fácil de ser adotada com o passar do tempo.

O otimismo é um sentimento que contagia. Procure conviver com pessoas que sejam positivas. Ao conversar com pessoas negativas, elas podem te deixar para baixo com atitudes simples. Amigos devem conversar sobre as partes e fatos ruins, mas, acima de tudo, devem exaltar as partes e momentos bons.

Outra boa dica é fazer uma análise para decidir a importância que aquela situação ruim tem, antes que o mau humor ou a chateação tomem conta de você.

6º Passo: Ofereça-se para ajudar

Quando vivemos ou passamos por alguma situação ruim, acabamos nos sentindo diminuídos, tendo a sensação de que não somos úteis. Por isso, converse com os amigos e parentes próximos para que eles lhe digam o quão importante você é para a vida deles, e o quanto a sua presença se faz necessária.

7º Passo: Agradeça sempre

Outra boa atitude que você pode tomar para viver em paz consigo mesmo é mentalizar as coisas boas que acontecem na sua vida e agradecer. Perceba que há muita esperança, sorte e felicidade ao seu redor.

Transforme essa atividade em um exercício diário. Compense cada situação ruim com pensamentos positivos.

8º Passo: Não ligue tanto para a aparência

Como já dissemos aqui, cada indivíduo é único. Existem tipos diferentes de beleza. Por isso, é de extrema importância que a sua autoestima se baseie no seu caráter e nas suas qualidades, e não na sua aparência. Desprenda-se das amarras que a sociedade impõe, sobre o que é padrão de beleza, o que é belo, o que é feio.

Suas prioridades devem ser baseadas na sua personalidade.

Sendo assim, procure ignorar as críticas, os comentários de cunho negativo. Ás vezes, quem muito te crítica, no fundo tem o desejo de ser igual a você.

9º Passo: Não ligue para o que as outras pessoas pensam sobre você

Você não deve perder tempo da sua vida com o que as pessoas pensam a seu respeito. Procure se concentrar nos pensamentos positivos e motivadores sobre si mesmo. A sua opinião deve ser sempre a que mais importa.

Algumas pessoas costumam ofender outros indivíduos para terem a falsa sensação de serem mais poderosas. Mas no fundo, elas possuem tantas inseguranças quanto você. É claro que é muito mais fácil falar do que fazer, ainda não inventaram uma fórmula ou remédio para esquecermos as ofensas dos outros, mas é importante tentar.

Viver em paz é uma escolha que só depende de você. Reflita sobre as suas atitudes e coloque em prática as mudanças necessárias para uma vida mais leve e feliz.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]