Autoconhecimento Convivendo Ho'oponopono

Ho’oponono traz paz interior e equilíbrio

Carlos Pompeu
Escrito por Carlos Pompeu
Ho’oponopono não é apenas uma técnica de meditação, mas uma filosofia havaiana, um método de autocura que é realizado por meio de uma sequência de palavras. É uma oração pronunciada com sentimento, uma técnica terapêutica com uma dinâmica que não leva horas de meditação para obter resultados, sendo mais efetiva pela energia manifestada com a sonoridade que é emitida pelo sentimento.

Por meio das palavras “sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato”, que Joe Vitale em seu livro define como “as palavras da oração”, o Ho’oponopono é equivocadamente chamado de mantra, que por sua vez é uma sílaba, palavra ou verso pronunciado, como o “Om”. No entanto, as palavras-chave do Ho’oponopono repetidas por budistas e hindus enquanto meditam são uma oração ao Criador, que Morrnah Smeona ensinou ao Dr. Ihaleakalá Hewn Len.

O sentimento de gratidão é reconfortador e traz paz de espírito.

O Ho’oponopono serve para limpar o subconsciente de toda a carga emocional armazenada. Diga uma e outra vez durante o dia as palavras-chave do Ho’oponopono: “Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato”. Essas frases, repetidas algumas vezes na mente, enviam vibrações por meio de frequências de amor, por serem frases chaves, mas não podem ser confundidas com mantras, como menciona Joe Vitale em seu livro “Limite Zero’.

Mantra, por sua vez, é a sílaba, palavra ou verso pronunciado, como o “Om”. No entanto, as palavras-chave do Ho’oponopono repetidas por budistas e hindus enquanto meditam, que são pronunciadas a qualquer momento do dia, mesmo em outras atividades, sugerem um controle sobre suas emoções. O sentimento de gratidão é reconfortador e traz paz de espírito.

O Ho’oponopono, essa técnica espiritual havaiana, é um dos métodos mais efetivos de terapia que possibilita paz interior e equilíbrio emocional, por ser uma prática interior e individual, sem vínculo com religiões.

O Ho’oponopono limpa o passado, retirando as lembranças que trazem emoções ruins, transformando-as em forma de luz que altera seu estado emocional, fazendo você sentir o sopro de inspiração de Deus.

Essa oração ao Criador limpa, purifica, libera e corta as memórias, bloqueios e energias negativas. Transmute essas vibrações indesejáveis em pura LUZ e, assim, terá paz interior e equilíbrio.

Sobre o autor

Carlos Pompeu

Carlos Pompeu

Carlos Pompeu, 46 anos, bacharel em Direito e formação em Letras, tendo sido redator publicitário e colunista em jornais e revistas, escreve em blogues, sobre entretenimento e cultura, na internet, sendo autor de livros virtuais de ficção, no qual adota o pseudônimo Boris de Pedra. Começou, ainda nos anos 1990, com esse nome artístico,”Boris”, em uma banda de Rock, na qual tocava baixo e cantava, além de compor as músicas e letras.

Já no século XXI, migrou para a Literatura, não tendo ainda nenhuma publicação, mas com a esperança de ter sua obra editada. No entanto, sabe que essa possibilidade encontra-se na formatação de um público leitor, o que vem fazendo, escrevendo na internet.

Atualmente tem suas atenções voltadas para a Terapia Holística, sendo sua especialidade o Reiki, com a graduação Nível III, o que o inspirou a escrever textos com a temática esotérica, que abordam a espiritualidade, pensamentos positivos e a autossugestão mental.

E-mail: [email protected]
Site: tecnocibernetico.wordpress.com/