Cinesiologia Quântica Saúde Integral

A Cinesiologia pode ajudar a melhorar sua relação com o trabalho

Fátima Cardoso
Escrito por Fátima Cardoso
Quem inventou esse tal de trabalho? Preciso mesmo? Não vejo a hora das minhas férias. Falta pouco tempo para me aposentar. Acordar cedo em uma cidade grande como São Paulo, enfrentar um trânsito caótico ou um transporte público lotadíssimo. Preciso mesmo?

Vamos conversar sobre isso?

Em primeiro lugar eu quero que você dê uma olhada em seus “arquivos” e se lembre de quando criança o que você ouvia sobre trabalho, o que seu pai e sua mãe falavam quando chegavam em casa depois de mais um dia de expediente. Havia algum prazer, um elogio, uma gratidão, um crescimento? Ou você só ouvia reclamações, insatisfação, desespero, medos, fofocas? Já ouviu a versão de que o trabalho é um castigo de Deus?

E hoje, qual a sua relação com o trabalho? O que você tem falado dele? A relação de vocês é exclusivamente financeira, ou vai além? Você o faria se não fossem as “contas para pagar”? Ainda está aberto para algum aprendizado, ou acha que não precisa, ou melhor ainda,  já é o dono da verdade? E o que já sabe você ensina para alguém? E os colegas e/ou amigos que trabalham contigo, como é o relacionamento de vocês? É provável que passe mais horas com eles, do que com os seus familiares.

Pare um pouco e pense sobre essas questões e todas as outras que passarem pela sua mente.

Está realizado e feliz com o seu trabalho? Ótimo! Parabéns! Mesmo assim, sabe que não dá para ficar estagnado, a evolução precisa ser constante. Busque-a!

E você que está estressado, insatisfeito, reclamando; busque-a também! Que tal usar sua atividade de hoje como uma escada para subir ao próximo degrau que tanto almeja para amanhã? Como? Reclame menos e agradeça mais. A gratidão é uma energia muito poderosa que te impulsiona para frente, enquanto que as lamentações te mantem preso onde está e ainda te tornam uma pessoa amargurada. Invista em você, de todas as formas possíveis. Volte a sonhar.

Passar 11 meses infelizes, esperando para ser feliz no 12º mês a tão sonhada férias. Ou ainda, viver 35 anos fazendo o que “tem que fazer”, para só a partir do 36° ano se aposentar e fazer o que gosta. Será que vai conseguir ser feliz no 12º mês ou quando aposentar? Desejo que sim. Mas, o que acha de antecipar essa felicidade?

Na Cinesiologia, vou medir sua carga de estresse sobre a insatisfação com o trabalho, verificar se está afetando outras áreas da sua vida: familiar, financeira, emocional, mental e espiritual. E fazer as correções necessárias, de acordo com suas prioridades.

Obrigada pela sua companhia!

Que o Amor esteja contigo e Ele está!

Sobre o autor

Fátima Cardoso

Fátima Cardoso

Fátima Cardoso é facilitadora de Cinesiologia Especializada pela escola Three in One Concepts. Facilitadora em Cinesiologia Quântica pela Conexão Harmônica, Massoterapia e Reflexologia pelo Senac, e também Reiki e Metafísica da saúde. Facilitadora de Constelação Sistêmica Familiar presencial e online. Além disso, fez participações no programa Kabballah Egípcia na Rádio Mundial.

E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Cel: 11 9 8122-7920
Facebook: Terapeuta Fátima Cardoso
Site: facilitadorafatimacardoso.com.br

Locais de atendimento:
São Paulo - (11) 98122-7920
Diadema - (11) 4054-3508
Santo André - ((11) 4972-0003
Campinas - (19) 9 8138-9669