Autoconhecimento Comportamento

A importância de saber a hora certa de parar e olhar um pouco mais para si

Mulher fazendo T com os braços e rosto de preocupação
Herica Rodrigues
Escrito por Herica Rodrigues


A agitação do mundo contemporâneo em que vivemos hoje muito tem contribuído para uma vida estressante. As necessidades de conquistas e realizações nos mantém “ligados” a maior parte do tempo. As tarefas, compromissos e projetos se tornam cada vez mais comuns na vida das pessoas. E o mundo exige cada dia mais de todos.

Precisa-se provar competência, inteligência, sabedoria, qualificação. Enfim, são tantos os adjetivos que precisamos nos enquadrar. Temos ainda que garantir o nosso sustento e o de nossa família. E, apesar de tudo isso, precisamos nos manter belos e com uma vida perfeita.

Lembre-se: do outro lado, vivemos também na era das mídias sociais, que nos mostram na maior parte do tempo, pessoas maravilhosas e com vidas “incríveis”. Tudo isso acaba por despertar em nós, ainda que de maneira inconsciente, uma vontade de nos tornarmos pessoas mais qualificadas e melhores. É como se precisássemos conquistar e ter cada vez mais. Pois, afinal de contas, em um mundo globalizado e digitalizado, onde tudo ocorre em uma velocidade exorbitante, não se pode ficar para trás.

Não há nada de mal em querermos as conquistas da vida e melhoras.
 Mas o problema surge quando entramos nessa loucura do ter que fazer e ser. E fazemos disso o ponto central de nossa existência. Esse comportamento faz com que desenvolvamos ansiedade, estresse, medo de não dar conta, sentimento de impotência, de menos-valia, desânimo, e por aí vai…

Muitas vezes, nessa loucura da vida moderna, onde nos encontramos sufocados por nossos compromissos e obrigações, não prestamos atenção em nós. Vivemos tanto lá fora que esquecemos de olhar para dentro. Para dentro de nós. E é aí que está o perigo! Talvez seja essa a razão de tantas pessoas doentes em seus corpos físicos ou em suas almas.

Rapaz de costas com céu em degradê no fundo

O corpo fala conosco, muitas vezes por meio de sintomas e de doenças. Ele nos diz que precisamos dar um tempo, descansar, parar e relaxar. Mas, infelizmente, nem todos conseguem ouvi-lo! Diante disso, como saber a hora certa de parar?

A resposta encontra-se dentro de cada um. Preste atenção em você, de uma maneira completa! Em seu corpo, nos seus sentimentos, pensamentos e sensações.

  • Talvez a hora certa de parar seja quando você perceber que está ficando ansioso, estressado ou nervoso.
  • Quando os sentimentos de tristeza, de irritabilidade ou desânimo lhe encontrarem.
  • Quando a falta de sono aparecer.
  • Talvez seja quando os seus relacionamentos estiverem sofrendo as consequências.
  • Quando você perceber que não está cuidando da sua aparência e saúde com a frequência que gostaria.
  • Ou ainda quando aquelas gripes constantes ou viroses estiverem sempre aparecendo no seu corpo.

Ao perceber que algumas dessas, ou quem sabe outras situações que lhe incomodam estão acontecendo com frequência, então talvez seja a hora de parar. Simplesmente dê um tempo em suas atividades. Pare! Observe-se! Escute o seu corpo! Olhe para dentro de si! Encontre um tempo para que você possa relaxar e descansar o seu corpo e sua mente.

Não espere as doenças físicas ou a depressão chegarem para reconhecer a hora certa de parar. Pare um pouco agora! Retire um dia inteirinho para você e faça tudo aquilo de que mais gosta.

O que você gosta de fazer que lhe ajuda relaxar? Caminhada? Brincar com um pet? Assistir àquele filme gostoso!? Ler aquele livro que deseja? Ligar para aquele amigo(a) que você tanto gosta? Tomar aquele banho de mar? Caminhar no bosque e sentir o cheiro da natureza? Fazer aquela massagem relaxante? Dançar? Aprender aquele instrumento musical? Testar aquela receita gostosa na cozinha?

Mulher de costas com chapéu no meio de girassóis e bolhas de sabão

Enfim, somente você pode saber o que te faz bem. Descubra, e então faça! Não espere esgotar suas energias para recarregá-las. Recarregue-as agora! E então volte em paz e revigorado para continuar a sua caminhada.

Você é muito mais do que as suas responsabilidades e obrigações diárias. Você está aqui para sentir a vida. Muitas vezes, nos esquecemos de desfrutar as coisas simples. E, com isso, vamos também nos esquecendo de viver.

“O sentido da vida é estar vivo. É tão claro, tão óbvio e tão simples. Mesmo assim, todo mundo não para de correr em pânico. Como se fosse necessário conseguir alguma coisa, além de si próprio.” – Alan Watts


Você pode se interessar por outro texto da autora. Acesse: Não deixe que o passado bloqueie a sua vida!

Sobre o autor

Herica Rodrigues

Herica Rodrigues

Olá! Meu nome é Herica Rodrigues.

Tenho formação em Letras, sou professora e sou formada em Direito.

Atualmente estudo PNL (Programação Neurolinguística com nível de Practitioner) e brevemente iniciarei meus estudos no campo da psicanálise.

Pretendo seguir por toda a minha existência trabalhando com o desenvolvimento de pessoas. Isso me fascina!

Sou apaixonada pelo autoconhecimento e pelo desenvolvimento humano! Amo escrever sobre a vida! Sou uma eterna buscadora da expansão da consciência. Adoro assuntos ligados à Lei da Atração, Leis Universais, Metafísica da Saúde, Astrologia, enfim, sou fascinada pelo descobrimento humano e universal! Acho que o Universo é riquíssimo em conhecimentos e abundância! E tenho toda a disposição desse mundo para estudá-los e descobrir cada dia um pouco mais desse presente que nos foi dado, chamado vida! Gosto bastante da psicologia de Carl Yung e pretendo me aprofundar nisso no decorrer de minha vida. Amo os animais e a natureza! Gosto de ler e me interesso por diferentes culturas.

Contatos
Email: [email protected]
Site: pausaparaaquecerocoracao.com
Facebook: HericaRodriguess
Instagram: @hericarodrigues
LinkedIn: Herica Rodrigues
YouTube: Pausa Para Aquecer o Coração