Autoconhecimento

A popularidade e o desejo de ser querido

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O que há de errado em querer ser notado?

Há uma diferença no desejo de ser querido e o desejo de ganhar popularidade e status. É fácil ser querido e amável. Mas, o que significa ser querido? De acordo com o Google, significa ser amigável, alguém fácil de se manter uma amizade, companhia agradável.

Então, de acordo com essas coordenadas, é fácil ser amado.

Quais as qualidades agradáveis a seu respeito? O que você apresenta ao mundo que o torna agradável?

Alguém pode facilmente projetar a sua autoimagem, sem imaginar qual é a sua verdadeira natureza. Isso pode ser feito quantas vezes necessário subconscientemente e conscientemente, com a intenção de receber amor, aceitação e segurança.

Como se poderia encontrar maneiras de encarnar uma personalidade agradável?

Seja você mesmo e aqueles que gostarem de você do jeito que é, serão seus companheiros. Agora, para alguns “ser você mesmo” é difícil e uma lição vida.

shutterstock_199403936

No mundo de hoje, a popularidade está baseada na aparência ou em quanto você possui de dinheiro na conta do banco.

Ser você mesmo é conseguir aproveitar cada oportunidade para impor sua autenticidade, sem que seja forçado, mas sim encarar a situação de forma natural.

E se a popularidade fosse medida baseada nos elogios que alguém lhe faz, ou  nas ideias e ambições na carreira, e pela maneira como os outros tratam suas emoções?

Lembra-se do filme “Matrix?” que o agente transfere para os outros corpos energias que se conectam a Matrix, para que haja a ilusão de que esteja vivendo uma Matrix? Isso é o que acontece na sociedade! Pessoas se agarram nas aparências delas mesmas e dos outros, para manter uma ilusão. Elas continuam a sustentar uma energia que os levam a vestir máscaras de status. Parece bonito e educado. Mas o que mais?

shutterstock_237891442 Há uma diferença entre haver o desejo de ser querido e o desejo de ganhar status e popularidade. Por isso, pergunte a você mesmo “Por que eu gostaria de ser popular?”, “O que eu realmente penso e sinto a respeito disso?”.

Popularidade pode ser usada para coisas maravilhosas! Mas, isso sempre deve ser guiado com equilíbrio. Popularidade leva você a ter muita atenção e credibilidade, mas se usada de maneira sábia, você poderá espalhar pelo mundo a verdade e humanidade que todos necessitam.


• Texto traduzido e adaptado por Natalia Iannone da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]