Constelação Quântica

A terceira dimensão se dissolve na luz

Planetas
Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi

Amados!

A grande mudança energética que estamos observando não envolve apenas o planeta, mas toda a galáxia. A Terra é apenas uma minúscula parte entre os bilhões de estrelas, com seus planetas e suas luas.

Porém, para a humanidade terrestre, o que importa mesmo é a sua casa planetária. Transitando desde sempre num quadrante da galáxia, onde a incidência de luz era muito escassa, a Terra, junto com seu Sistema Solar, entrou em 2012 numa zona cósmica em que a incidência de luz é muito intensa. Pulsos e mais pulsos vindos do Sol Central Cósmico estão fazendo com que as energias vibrem a cada dia numa ressonância mais elevada.

Nada mais será como antes de 2012

Por quase 300 anos, o nosso planeta, junto com o Sistema Solar, foi se ajustando aos poucos, com essa luz que surgia na borda do seu quadrante. Podemos comparar com a noite, que vai se dissolvendo com a chegada da aurora. Todas as manhãs, antes de o Sol surgir por completo, temos ao leste um “clareamento” que contrasta com o negrume da noite. A cada minuto, à medida que a luz aumenta, a escuridão diminui. Até que tudo fica às claras. Assim está acontecendo nesta Transição Planetária.

A noite escura da Terra durou o tempo exato da sua existência até aqui. Embora o Sistema Solar tenha uma órbita pleiadiana que dura 25.920 anos – sendo que, dentro deste período, por duas vezes a Terra adentra o Cinturão de Fótons –, temos então as Minieras da Luz. O tempo percorrido dentro do Cinturão de Fótons é de 2.160 anos. Nesses períodos, denominados Era da Luz, a humanidade encontrava as maiores oportunidades de evolução. Porém, logo após, a Terra entrava mais uma vez na sua longa noite, cuja duração era de 10.800 anos, ou seja, cinco Eras Astrológicas de 2.160 anos.

Dessa forma, a cada órbita ao redor de Alcyone – o Sol Central das Plêiades –, completava-se o Calendário Maia, que representa 12 ERAS, cada uma com duração de 2.160 anos. Todas as vezes que o Sistema Solar passava pela Era de Leão e pela Era de Aquário, coincidia com a sua passagem dentro desse feixe de Luz chamado Cinturão de Fótons.

Planeta Terra sendo segurado, no centro de vibrações do Universo

Agora não vai ser diferente

Nada muda dentro desse pequeno conjunto de “Sete Estrelas” (Asterope, Merope, Electra, Maia, Taygeta, Celaeno e Alcyone), assim como nada muda em relação à órbita da Terra em relação ao Sol. O que muda de verdade, e de forma inevitável, é o aumento da incidência de luz. Além do Cinturão de Fótons, que é natural e conhecido da humanidade, temos agora o grande fluxo de luz cristalina oriunda do Sol Central Cósmico, que chega através do Sol Central Galáctico. Todas as galáxias se movem continuamente pelo espaço sideral, e por causa disso a Via Láctea, com suas estrelas e planetas, está na linha deste Sol. A luz será tão intensa que DISSOLVERÁ PARA SEMPRE TUDO AQUILO QUE VIBRA EM TERCEIRA DIMENSÃO.

Esse processo de 300 anos foi como que uma adaptação. Assim como ao acordar à noite, se ligarmos uma luz muito potente, ela vai ofuscar nossos olhos, a luz cristalina é tão intensa que não poderíamos suportá-la caso viesse de repente. Então, 300 anos é suficiente para que as plantas, os animais, o próprio solo e as águas, mas especialmente os seres humanos, tenham condições de se adaptar às novas energias.

As crianças de hoje já nascem com um corpo de base cristalina. Os adultos estão mudando o seu DNA à medida que as células são substituídas e a sua consciência seja elevada.

Agora tudo é rápido! Tudo é intenso! 

A natureza faz essa adaptação tranquilamente. Mesmo que haja mudanças climáticas e geográficas, tudo se adapta naturalmente.

O grande problema está nos seres humanos, pois são espíritos em aprendizado na experiência de consciência num corpo físico, submetidos ao véu do esquecimento. Aqui está todo o xis da questão. Após milhões de anos, vivendo e acreditando na ilusão da Terceira Dimensão, muitos não conseguirão sair dela. As crenças são muito limitantes e impedem que uma parcela da humanidade faça a sua ascensão para a Quinta Dimensão.

Mesmo tendo todos os sinais e todas as tendências bem em frente aos olhos, há muita resistência em mudar. O medo impede que avanços sejam feitos. Apesar das dores e do desconforto que essa resistência provoca, ainda podemos ver como é difícil mudar e expandir a consciência humana.

Vibrações

A partir de agora, começa a dissolução de tudo aquilo que pertence à vibração 3D

Tudo vai desmoronar como um castelo de cartas. Ou, como dizem os arcturianos, “é como um dominó: cada pedra que cai empurra a próxima”.

Todo o sistema de controle vai ser extinto. Formas de governo, sistema financeiro, método de ensino, indústria dos medicamentos, Medicina, religião, setor midiático, alimentação, Ciência, competições… enfim, tudo já está na “fritadeira”, e o azeite começa a ferver.

Neste e nos próximos anos, tudo será rápido e intenso. Ou muda a vibração para uma oitava superior, ou deixará de existir. Vamos poder observar inclusive a remoção de “pedras do tabuleiro” ou seja, a troca de posições de pessoas ditas “importantes” em todos os setores do velho sistema. Aumentarão substancialmente os desencarnes.

A limpeza no astral da Terra já está sendo concluída

Agora começará a limpeza na superfície, ou seja, na parte física, em todos os seus reinos, principalmente no Reino Hominal.

A desintegração é inevitável, pois a energia plena de Quinta Dimensão “desmanchará” tudo aquilo que estiver na velha vibração. É como ligar um aparelho de baixa tensão numa corrente elétrica de alta tensão. Vai derreter!

O tempo urge! Tivemos todo o tempo necessário, mas há os que não querem correr agora. Preferem a preguiça mental e os velhos conceitos. Como foi dito antes, a resistência às mudanças são as causas da maioria das dores que muitos sentem. É o grito da alma avisando à consciência material que o tempo se esgota.

Eu sou Vital Frosi, e minha missão é o esclarecimento.

Namastê!


Você também pode gostar de outros artigos desse autor. Acesse: O que esperar de 2019?

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi