Espiritualidade

A vida não pode ser dita!

Jomar Lessa Muktesh
Escrito por Jomar Lessa Muktesh

O mistério da vida é algo muito paradoxal, aliás, as coisas mais sutis e refinadas dessa vida são sempre paradoxais. Mas antes de espremer esse pensamento que me vem à luz da consciência, é preciso antes de tudo definir o que é um paradoxo.

Paradoxo é uma contradição, algo que parece sem sentido, sem lógica, mas é assim que é.

A título de exemplo, posso sugerir a reflexão do “amor”. Ah, o amor! O que é o amor? Senti-lo é fácil, é possível, mas como defini-lo? É sabido que qualquer coisa que pode ser racionalizada pode ser dita, pode ser explicada, em contrapartida, tudo o que há de mais belo nessa vida pode ser vivenciado, mas dificilmente descrito. E se mesmo assim o faz, fatalmente será mal compreendido. Esse é o paradoxo.

Seguindo essa linha de raciocínio, o que falar da vida então? É a rainha dos mistérios. No amor você sabe, você sente, só não consegue traduzir, mas a coisa complica ainda mais ao analisar a vida. Sobre ela você nada sabe, nem o porquê e nem o para que, e senti-la é prerrogativa de poucos. Claro, você sabe que vive, mas isso é fraco, oco, vazio de percepção. Sentir a vida é mais que isso, é uma vivacidade borbulhando, uma felicidade gostosa, um sentimento de gratidão sem “porquês” e nem “para quês”, sem direção a ninguém. Essas prerrogativas são de poucos realmente. Tentar racionalizar esse supremo paradoxo realmente não é possível, toda a lógica, todo o conhecimento, todas as filosofias sucumbem frente a vida.

O fato fica mais engraçado com a moderna física quântica. Einstein talvez tenha sido o primeiro a se espantar, homem de intelecto ímpar e invejável, sucumbiu ao ir fundo no núcleo da matéria. Quanto mais profundo, mais ilógico era o diagnóstico, as leis fundamentais não batiam. O que fazer? Ficou até mesmo hesitante se seu intelecto era capaz de prosseguir, pobre homem, morreu dizendo que se houvesse outra vida, gostaria de vir como encanador.

Parafraseando Osho:

A vida é um mistério a ser vivido e não um problema a ser resolvido.

shutterstock_289358330

Esse é o entendimento dos mestres, eles sabem e desfrutam, mas ficam em silêncio quando perguntam o que é a vida. Isso aconteceu com Jesus, ao ser perguntado por Pilatos, o que é essa verdade que você prega? Diga já que está na frente de todos agora! A história diz que Cristo se calou. Como dizer? Como explicar?  O que dizer? Todos esses grandes mestres só podem apontar o caminho, mas quem tem que percorrer é você. Eles são setas indicadoras, mapas, mas você precisa experienciar, só assim você saberá, esse é o paradoxo que o mestre enfrenta.

Para encerrar, é isso que Cristo quis dizer com a misteriosa frase:

Aqueles que têm olhos vejam.

Sobre o autor

Jomar Lessa Muktesh

Jomar Lessa Muktesh

Espiritualista e meditador, aborda alguns temas tabus como drogas, sexo, morte, feminismo, dando ênfase à espiritualidade. Admirador do mestre Osho, também estuda em profundidade o Gnosticismo e Ocultismo Hermético (Corpos Emocionais e vitais, Projeção astral ou Projeciologia, Dissecação do EGO).

Contato: [email protected]

Youtube: Canal Muktesh