Atividades Físicas Saúde Integral

Acordar cedo para malhar ou dormir até mais tarde?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
O que é melhor: dormir até mais tarde ou acordar cedo para se exercitar?
Até hoje, a ciência ainda não conseguiu concluir o que, de fato, é melhor para o corpo humano: exercitar-se de manhã ou de noite. Mesmo sem um consenso científico, muitos dizem que movimentar o corpo pela manhã é melhor do que fazê-lo à noite.

Talvez seja, talvez não. Mas talvez seja mais importante pensar em cada caso individualmente, em cada ser humano como, realmente, um único ser, entendendo que em cada caso o corpo se comporta de maneira diferenciada.

Portanto, enquanto malhar de manhã pode ser ótimo para algumas pessoas, para outras pode ser o oposto. Enquanto algumas pessoas sentem mais energia no restante do dia, outras podem passar as horas seguintes completamente exaustas. E por que isso acontece?

Cada corpo funciona de uma forma diferente.
Cada pessoa tem o seu próprio funcionamento metabólico e, além disso, é importante levar em consideração outros fatores que também influenciam muito o funcionamento do nosso corpo: nossa rotina, nossas obrigações e nossos costumes.

Se você é uma pessoa que sai do trabalho às 23h, por exemplo (sim, existem muitos empregos em que as pessoas entram mais tarde e saem mais tarde), talvez seja mais vantajoso visitar a academia ou fazer uma caminhada às 11h da manhã, ao meio-dia ou até mesmo logo depois de sair do trabalho.

Quem chega em casa depois da meia-noite, seja por um evento social ou qualquer outro motivo, dificilmente conseguirá estar disposto logo cedo no outro dia. Até porque de nada adianta vencer o sono, acordar cedo e se exercitar, mas estar com o corpo bastante cansado. Provavelmente, o seu rendimento não será bom em nenhuma atividade no decorrer do dia.

Caso você esteja se perguntando a respeito dos inúmeros relatos e estudos que apontam que se exercitar pela manhã ajuda a acelerar o metabolismo e a sentir menos fome, a intenção não é desmentir esses estudos, fatos e argumentos.

Entretanto também é fato que existem muitos estudos que comprovam que mexer o corpo pela manhã não é melhor do que se exercitar de noite. Tudo depende da vida de cada um.

É impossível generalizar. Os resultados que serão obtidos dependem de outros fatores: intensidade do exercício, tempo de duração, qualidade dos movimentos, alimentação, hidratação, sono regulado, níveis de estresse e tantas outras coisas que, sim, interferem diretamente na forma como o exercício agirá em nosso físico e em nossa mente.

Por isso é que não se pode forçar. É claro que isso não deve ser uma desculpa para postergar a ida à academia ou à avenida mais próxima para fazer uma caminhada. Aliás, é totalmente o oposto disso! Mesmo que você não consiga levantar cedo da cama, não se preocupe. Você pode (e deve) se exercitar a qualquer hora do dia!

Porque, no final das contas, é isso mesmo: a melhor hora para praticar exercícios é exatamente a hora em que você pode e se sente bem.
Aliás, existem estudos que comprovam que, muito mais importante do que o período em que você se exercita (seja de manhã, de tarde ou de noite), a regularidade é que ajuda a intensificar os resultados.

Então, estabeleça um horário para se exercitar, seja ele qual for. É claro que imprevistos acontecem e talvez, um dia ou outro, você precise encaixar a academia em um horário diferente. Mas a rotina é que ajuda a construir resultados.

Alie exercício contínuo e constante com boa hidratação e alimentação saudável. Outro ponto importante é ter o sono regulado. Nada de dormir pouco, porque isso faz muito mal para você!

Caso você seja adepto do exercício pela manhã, mas teve um compromisso até tarde da noite, não se martirize para acordar cedo no dia seguinte e se exercitar. Deixe para mais tarde ou se dê um dia off training. Equilíbrio é tudo! Deixar de dormir para treinar gera pouquíssimos resultados, acredite, então não vale a pena!

Entenda que a questão aqui não é dormir ou se exercitar. Não! A questão é dormir e se exercitar, ambos feitos com equilíbrio. Aliás, o equilíbrio precisa ser completo e envolver tudo (sim, é importante repetir para que grave essa informação na mente): descanso, exercício, alimentação saudável e hidratação.

O mais importante é não deixar a atividade física de lado em sua vida. Com certeza, exercitar-se deve ser uma prioridade para você, assim como para todos os outros seres humanos.


Escrito por Giovanna Frugis da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]