Autoconhecimento Relacionamentos

Alma Gêmea, como encontrá-la?

Duas pessoas encaixando dois pedaços de quebra cabeça
Prasboonwong / Canva
Magda Gomes
Escrito por Magda Gomes

Você já teve a sensação de ser uma “panela sem tampa” ou um “pé sem sapato”? Com certeza você já ouviu alguém dizendo essas afirmações, e nesse caso estamos falando de crenças limitantes. Se você se percebe como uma pessoa solitária ou azarada para o amor, essa é a energia que emanamos para o Universo. É assim que percebemos o mundo a nossa volta. O tempo passa e você não encontra aquela pessoa especial.

Atualmente as informações chegam por todos os meios. Por vezes nos sentimos tristes, alegres, ansiosos, esperançosos. Mas pense por um minuto na sua vida sentimental. Como está o seu sentimento em relação a ela? Você sabe como é sua Alma Gêmea?

Provavelmente você respondeu que não (Magda, é claro que eu não sei como ela é, ou onde ela está!). Vamos ver? Todos nós somos atraídos por características físicas e energéticas, mentais e espirituais que estão de acordo com as nossas características. Você pode gostar de um determinado tipo de corpo, aparência, status social, crenças religiosas etc. Mas você já pensou nos valores que você gostaria que sua Alma Gêmea tivesse como atributos?

Agora pense em você. Pense nas suas virtudes, nos seus atributos, naquilo que você tem para contribuir com a sua Alma Gêmea. E por que pensar em você e no outro é importante? Pois é com autoconhecimento que determinamos nossos gostos, nossos desafios e como podemos contribuir para a relação. Assim saberemos também como é a nossa Alma Gêmea. Por exemplo, se você é uma pessoa que ama os animais, cria animais, trabalha ou gosta, muito provavelmente sua Alma Gêmea também é envolvida com a energia dos animais. No dia a dia chamamos isso de “interesses em comum”.

Por isso é tão importante nos conhecermos, sabermos nossos atributos, defeitos e virtudes. Também é igualmente importante saber o que eu quero atrair como relacionamento. Antes de manifestar por uma Alma Gêmea mais compatível, você tem que ter certeza de que é realmente o que você quer. Nesse momento vem a reflexão: carência, baixa autoestima, falta de amor próprio somente nos levam a manifestar relacionamentos desafiadores, pois abrimos nossa vida para relações em que as pessoas não irão nos amar, ver nossas virtudes, nos apoiar, não terão os mesmos propósitos de vida que nós.

Sinta se você está apenas carente ou se você está pronto para compartilhar sua vida com alguém. Sinta se você quer apenas uma companhia ou quer construir uma vida em conjunto. Tudo que é junto exige doses de flexibilidade, autoamor, compreensão e muitos outros atributos. Você está pronta para partilhar sua vida com outra pessoa? Você está procurando por uma Alma Gêmea ou alguém para satisfazer as suas vontades?

Reflexo na água de duas pessoas andando na praia juntas
Willbrasil21 / Getty Images Pro / Canva

E se você encontrar mesmo sua Alma Gêmea? O que de pior pode acontecer? Existe um sentimento de perigo quando você pensa nessa hipótese? Você sente que perderá sua liberdade? Sua vida se modificará para pior? Relacionamentos são aprisionadores? Perigosos?

Se você sentiu algum desconforto, algum medo, ansiedade ou insegurança, esses são os aspectos, as crenças limitantes que você precisa trabalhar, ressignificar para ser bem-sucedido nos seus relacionamentos. Partindo da teoria de que tudo no Universo é frequência, energia e vibração, de acordo com Nicolas Tesla e outros físicos, se você entra na frequência do medo, da ansiedade, vai atrair para si a mesma frequência, em forma de um relacionamento desafiador. E eu tenho certeza que não é esse o seu desejo. Conheça-se primeiro, trabalhe suas crenças limitantes e depois manifeste seu encontro de almas. Para te ajudar, deixo aqui 10 crenças que a maioria das pessoas possuem quanto a relacionamentos:

  • Eu não mereço o amor
  • Estou velha demais para encontrar minha Alma Gêmea
  • Se eu me relacionar, perco minha liberdade
  • Amor de verdade não existe
  • Os homens são violentos
  • As mulheres são interesseiras
  • Os homens não querem “nada sério”
  • Só se aproximam de mim para sexo
  • Casamentos são fadados ao fracasso
  • Uma hora o amor acaba
Você também pode gostar

Se você quiser saber mais sobre Amor Próprio, Autoestima e Alma Gêmea, está convidado para o Instagram Ser_Plenitude_Therapias. Sou Magda G. Silva, taróloga e terapeuta holística. Já trabalhei com centenas de mulheres. Hoje estou na terceira turma do Ciclo Encontre sua Alma Gêmea.

Beijos de Luz

Sobre o autor

Magda Gomes

Magda Gomes

Meu nome é Magda Gomes, mestre em História e terapeuta holística, fundadora do Portal Ser Plenitude.

Atuando no tarot terapêutico desde 1990 e com as técnicas Thetahealing, Access e Reiki desde 2015, mergulhei nos estudos em várias terapias holísticas quando percebi que vários aspectos da minha vida estavam em desequilíbrio. Era chegado o momento de mudar de vida. Vieram os estudos holísticos e quânticos que deram início a um novo modo de vida, priorizando a saúde física, mental e espiritual.

Atualmente conto com centenas de atendimentos no Brasil e em vários países, com cursos que privilegiam as relações internas por meio da autoestima e do amor-próprio, bem como dos relacionamentos externos, por meio da alma gêmea.

Email: [email protected]
Yputube: Ser Plenitude
Facebook: serplenitudeterapia
Instagram: @ser_plenitude_therapias