Convivendo

Aquilo que seu Coração Deseja

Enjoying music on fresh air. Full length of handsome young man adjusting his headphones while walking along the riverside
Carlos Pompeu
Escrito por Carlos Pompeu

Existem apenas dois sentimentos: um de amor e outro de medo. Cabe a cada ser humano escolher um deles e seguir o seu caminho. Ou seja, ser otimista, esses são nossos votos, ou, se assim desejar, optar pelo contrário. Portanto, acho que não é preciso desenhar para ficar evidente que, por sua vez,defendo a hipótese de que pensar positivamente faz sem dúvida a vida ficar bem melhor.

Isso é bem simples, mas simplicidade não é sinônimo de algo fácil. Siga esta linha de raciocínio: o pensar positivamente em coisas agradáveis por si só altera o estado de humor. Isso porque não apenas deixa a pessoa mais relaxada, afastando o estresse cotidiano, mas ainda torna essa pessoa mais confiante em si mesma e com mais autoestima.

Portanto, ter uma visão otimista ajuda na conquista e na trilha para alcançar as metas; isso ocorre, pois você liberta a mente da tensão e da obrigação de ter algo a fazer. É um alívio, como se tirasse o peso do mundo das costas, tornando-se mais leve e solto. Assim, o ser humano pode, com brandura, alcançar a meta que foi planejada.

Enjoying her favorite music. Side view of beautiful young woman in headphones listening to the music and smiling while lying on the green grass

Se a pessoa tem disposição de encarar a vida pelo aspecto positivo, vê que há sempre algo bom em tudo, tira possibilidades para refletir do que chamamos de erros e enganos e não se deixa desanimar pelo tropeço. Indo em frente com a insuperável vontade de vencer e mentalizando coisas boas, a tendência é adquirir um melhor estado de humor.

Este, o bom humor, gera a calma e a descontração suficientes para fazê-lo optar pelo melhor a ser feito. Assim, fazendo essa escolha de ter uma atitude otimista, tudo indica que você alcançará bons resultados naquilo que deseja para si.

Essa boa vontade, essa disposição de agir e conseguir o que se deseja, está conectada a uma lei natural conhecida como “lei do amor” ou “lei da atração”. De forma encantada, ela possibilita atrair para si aquilo que seu coração deseja.

Sobre o autor

Carlos Pompeu

Carlos Pompeu

Carlos Pompeu, 46 anos, bacharel em Direito e formação em Letras, tendo sido redator publicitário e colunista em jornais e revistas, escreve em blogues, sobre entretenimento e cultura, na internet, sendo autor de livros virtuais de ficção, no qual adota o pseudônimo Boris de Pedra. Começou, ainda nos anos 1990, com esse nome artístico,”Boris”, em uma banda de Rock, na qual tocava baixo e cantava, além de compor as músicas e letras.

Já no século XXI, migrou para a Literatura, não tendo ainda nenhuma publicação, mas com a esperança de ter sua obra editada. No entanto, sabe que essa possibilidade encontra-se na formatação de um público leitor, o que vem fazendo, escrevendo na internet.

Atualmente tem suas atenções voltadas para a Terapia Holística, sendo sua especialidade o Reiki, com a graduação Nível III, o que o inspirou a escrever textos com a temática esotérica, que abordam a espiritualidade, pensamentos positivos e a autossugestão mental.

E-mail: [email protected]
Site: tecnocibernetico.wordpress.com/