Autoconhecimento Saúde Integral

Cochilar pode mudar seu cérebro e deixá-lo mais criativo

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você geralmente tem dificuldades para se focar em algo ou para ser produtivo à tarde? Manter seus olhos abertos quando você está sentado e relaxado é uma tarefa muito difícil? Quando estiver passando por essa situação, saiba que você está precisando de uma soneca.

Tirar um cochilo traz muitos benefícios a saúde, equilibra os hormônios e descansa o coração.

Também pode melhorar sua qualidade de vida e ajudá-lo a se sentir em forma. Além disso, o cochilo recarrega sua mente e garante que sua memória retenha mais informações.

O professor Jim Home da Universidade de Loughborough diz  “na verdade, os humanos em sua maioria deveriam dormir ao menos duas vezes ao dia; uma vez rápida à tarde e outra longa à noite.”

Um artigo do The New York Times afirma que as sonecas são um hábito em vários países ao redor do mundo:

“A ideia de que deveríamos dormir em blocos de oito horas é relativamente recente. A população mundial dorme de várias e diferentes maneiras. Milhões de trabalhadores chineses continuam colocando suas cabeças em cima de suas mesas para tirar uma soneca de uma hora depois do almoço, por exemplo, e durante o dia tirar um cochilo é muito comum na região que vai da Índia até a Espanha.”

“Novas evidências científicas sugerem que as sonecas — mesmo as mais curtas — melhoram significativamente a função cognitiva”, diz Jonathan Friedman, M.D., diretor do Texas Brain and Spine Institute, localizado em Bryan. “Expandir a compreensão sobre como o ato dormir melhora o funcionamento do cérebro pode nos permitir algum dia aproveitar esse efeito, e o estudo atual pode abrir uma de muitas portas nesse aspecto.”

Tirar uma soneca melhora o funcionamento natural do cérebro

Dormir é algo muito parecido com a limpeza da primavera, uma vez que ela ajuda a nos livrar das nossas memórias de curto prazo que já não precisamos, havendo mais espaços vazios para que novas informações entrem.

Uma pesquisa do estudo liderado pelo Dr. Matthew Walker, assistente do professor de psicologia da Universidade da Califórnia, propôs que cochilar por pelo menos algumas horas pode refrescar a mente, recuperar as forças do cérebro e ainda aumentar sua inteligência. “Dormir não apenas corrige os danos do estado de vigilância mas, no plano neurocognitivo, você acaba se movendo para além de onde você estava quando tirou a soneca.”

O estudo

O estudo foi feito com 39 jovens adultos saudáveis. Havia dois grupos, o primeiro era o grupo que cochilava e o segundo era o grupo dos que não cochilavam. Ambos os grupos foram incumbidos de realizar atividades que exigiam a compreensão de informações complexas e retenção da memória. Essa atividade foi administrada ao meio-dia. Duas horas depois, foi permitido que o grupo que cochilava tirasse uma soneca de uma hora e meia. Os participantes que não cochilavam é claro, permaneceram acordados. A ambos os grupos foram dadas outras atividades de memória e aprendizado às 18 horas.

Os resultados

O grupo que cochilou durante o período da tarde não apenas teve uma performance melhor na atividade das 18 horas, mas também acabou se saindo melhor na tarefa que realizaram ao meio-dia, antes de terem tirado suas sonecas.

Walker resumiu que o grupo foi mais capaz por limpar e descansar suas mentes durante a soneca, possibilitando a captação e retenção de mais informações.

O hipocampo

Um dos vários propósitos do hipocampo é armazenar temporariamente memórias baseadas em fatos. O hipocampo então transfere as memórias para o córtex pré-frontal do cérebro.

De acordo com Walker, o hipocampo funciona muito como um email ou mensagem de texto, quando fica cheio você precisa dormir para desocupar um pouco a mente. Se você não limpa a caixa de email, ela ficará cheia e não será capaz de armazenar mais emails ou informações.

“Apenas irá excluí-las quando você dormir e movê-las a outra pasta” diz Walker.

O cochilo e a criatividade

De acordo com a pesquisa que foi recentemente apresentada num encontro anual com renomados neurocientistas, durante o sono, o lado direito do cérebro é estimulado e ativado, enquanto o lado esquerdo  permanece quieto e descansado.

Para chegar a esse resultado, pesquisas monitoraram a atividade cerebral de quinze voluntários individualmente enquanto descansavam. O lado direito do cérebro é a área geralmente associada à criatividade.

Autor dos estudos,  Dr. Andrei Medvedev, Ph.D, professor-assistente na Universidade de Georgetown, Centro de Imagiologia Funcional e Molecular, diz: o lado direito do cérebro estava mais integrado.

Acredita-se que o lado direito do cérebro lida mais diretamente com coisas ligadas à criatividade e atividades artísticas. O lado esquerdo, entretanto, é mais utilizado em tarefas em que temos que lidar mais com números, idiomas e pensamento analítico. Medvedev afirma que o lado direito do cérebro é responsável pela “limpeza” e consolidação ou poda das memórias durante uma soneca.

Conclusão

Nós temos discutido os vários efeitos positivos e benéficos que o cochilo pode trazer. Ele pode aumentar a capacidade cerebral e melhorar a memória através da limpeza de memórias desnecessárias e dando espaço para receber novas informações. Então na próxima vez que você quiser se deitar e tirar uma soneca à tarde, saiba que seu corpo e seu cérebro irão agradecer!


Texto escrito por Amanda Magliaro da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]