Coaching

Como ser mais objetivo em sua apresentação

Eliuse Silva
Escrito por Eliuse Silva
Estudos da neurociência apontam que temos cerca de 60.000 pensamentos todos os dias. Não adianta querer expressar todos eles, porque não haverá ouvinte que aguente. E numa apresentação, então, seja na faculdade ou no trabalho, falar demais pode te trazer problemas.

Um dos requisitos importantes para se fazer ouvir por colegas, professores, colaboradores, é não construir um discurso que fala fala e diz muito pouco. Você deve se lembrar de que a capacidade de concentração das pessoas é muito pequena, portanto é preciso transmitir a mensagem enquanto elas estão atentas.

Homem falando com microfone.

Um estudioso da linguagem chamado Grice descreveu o processo de comunicação ideal para que a mensagem transmitida seja compreendida pelo interlocutor da melhor forma possível. São princípios que explicam uma comunicação de excelência, dentre eles, três devem ser seguidos por você para ser mais objetivo. São eles:

1º Princípio: pensando no propósito da sua apresentação, diga apenas o que é necessário para atender aos objetivos do que você quer comunicar, não dê informações nem de mais nem de menos. Por exemplo, se você vai ilustrar sua apresentação com uma narrativa, descarte detalhes que não são importantes. Vá direto ao ponto onde quer chegar, fale a mensagem que quer transmitir e não dê detalhes irrelevantes.

Você também pode gostar de:

2º Princípio: se você é daqueles que tem facilidade em expandir sua fala, atente-se mais uma vez ao objetivo do que você está comunicando e mantenha o tema de sua fala; não diga nada que não seja relacionado ao tema. Esteja consciente do que você fala, não deixe sua boca te comandar!

Mulher falando em público.

3º Princípio: dê atenção à sequencia de sua fala, de modo a construir um raciocínio lógico, coerente. Observe a ordem das informações para não construir um discurso que vai e vem nas ideias e acaba deixando o ouvinte confuso. A fala, tal como a escrita, é um texto (só que oral) e, portanto, deve ter início, meio e fim, deve ter uma argumentação gradativa.

Para atender a estes três princípios, é preciso tomar consciência do que esta falando, o porque está falando aquilo em específico, onde quer chegar com o comentário, ou seja, saber o que efetivamente é importante ser dito e que efeito você quer causar em seu público.

Em geral, prevalece a máxima que diz: “menos é mais”. Se você conseguir transmitir a mensagem que você quer com a menor quantidade possível de palavras e de modo que seu público assimile, você terá feito uma incrível apresentação.

Controle a boca e muito sucesso em sua exposição!

Oratória Mestra. Pratique! Comunique-se!

Sobre o autor

Eliuse Silva

Eliuse Silva

Nascida e residente na Bahia, carrego a alegria de minha gente e o jeito espontâneo de se expressar. Realizo-me profissionalmente como Professora Universitária e como Coach em Comunicação Harmônica e em Oratória.

Licenciada em Letras e mestra em Linguística, sou uma apaixonada pela linguagem, pelas formas de interação e pelo contínuo desenvolvimento do ser humano, seja pessoal ou profissional. Acredito que somos seres múltiplos e inacabados, em constante transformação e potencialização.

Por isso, venho mesclando estudos relativos a autoconhecimento, autodomínio emocional e comunicação intra e interpessoal. E, dessa simbiose, nasceu o Projeto Oratória Mestra, através do qual ofereço cursos presenciais e online em Comunicação Compassiva e em Oratória Emocional, provocando a expressão autêntica e autônoma de cada participante.

Email: [email protected]
Facebook: eliusesilva.oratoria
Instagram: @eliusesilva_om
YouTube: eliusesilva