Autoconhecimento Psicologia

Conecte-se com sua rede interna

Frame of Mind series. Composition of human face wire-frame and fractal elements with metaphorical relationship to mind reason thought mental powers and mystic consciousness

Vivemos num mundo onde a praticidade invadiu todos os cantos. Hoje em dia, encontramos receitas para tudo! No Google, temos uma série de dicas para todos os tipos de problemas e situações. É possível descobrir como educar os filhos, fazer uma massa caseira, como se preparar para uma maratona e por aí vai. Isso tudo é maravilhoso! Conseguimos facilitar nossa vida e nos aventurar por novos territórios e atividades, coisas que, num outro tempo, seria impossível.

No entanto, quando digitamos uma frase, um termo ou uma palavra num serviço de busca qualquer, estamos procurando fora de nós respostas que estão mais perto do que imaginamos. Você pode pensar: “Ah, lá vem ela dizendo que a resposta está dentro de nós! Isso todo mundo sabe!”. É, meu caro. Acho que todo mundo já ouviu esse discurso, mas vejo pouca gente usando o “serviço de busca” próprio.

Woman Meditating In Lotus Pose On The Beach At Sunset

Fora de nós, encontramos muita coisa boa, mas apenas dentro de nós poderemos achar o melhor. Nossa “bússola” interna funciona muito bem. Ela sempre nos alerta sobre o melhor caminho, mas como estamos sempre procurando referências externas, deixamos de ouvir essa voz que grita implorando para que sejamos autênticos.

Vejo muita gente esforçando-se “loucamente” para ser igual outra pessoa. Quem se lança nessa “empreitada” se desfigura, se estranha, se esquece… vive uma vida interpretada, esvaziada, insípida…

Se posso te dar uma dica, eu daria essa: conecte-se com sua rede interna. Procure silenciar o ambiente e todo o seu ser. Conscientize-se do seu corpo. Verifique se está numa posição agradável para suas pernas, braços, pescoço… Sinta se ele te pede para mudar alguma coisa. Perceba também os sentimentos que estão fluindo em você, nesse exato momento.

Você está tranquilo? Irritado? Triste? Decepcionado? Feliz? Realizado? De “posse” dessas informações, “olhe” para os seus pensamentos. Ouça o que eles te dizem. Eles podem te dizer, por exemplo, que você não gosta do que está fazendo agora. Que a escolha que você fez não tem nada a ver com quem você é. Eles podem te revelar, secretamente, que sua escolha está pautada no desejo que o outro tem para você…

Nenhum serviço de busca poderá fazer um trabalho tão personalizado e eficaz quanto sua própria consciência. Ninguém, além de você, é capaz de entrar em contato com o que há de mais íntimo e particular em seu mundo interior. Portanto, assuma esse lindo ofício, a que todos nós somos destinados…

Sobre o autor

Ana Paula Amaral Fernandes

Ana Paula Amaral Fernandes

Psicóloga Clínica | Orientadora Profissional/Vocacional

Criança, Adolescente, Adulto e Casal
Palestras e Treinamentos

Apaixonada pela alma humana, estuda temas como autoconhecimento, relacionamentos e saúde emocional. Tem se dedicado ao atendimento psicológico em clínica particular, além realizar trabalhos na área educacional, palestras e treinamentos.

É formada em Psicologia e utiliza como base teórica a Abordagem Centrada na Pessoa. A visão integral e humanista da Abordagem contribui para um trabalho que vê a pessoa como um ser potente e em busca de realização.

Fez Especialização em Neuropsicologia e hoje é mestranda no Programa de Pós-graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano.

Contanto:

Email: [email protected]
Telefone: (19) 3396.0351 | 98168.0721 (WhatsApp)
Facebook: facebook.com/PsicologaAnaPaulaAmaralFernandes