Autoconhecimento

Contando a minha Historia Espiritual – Parte 1

espiritualidade
Paola Mingardo
Escrito por Paola Mingardo
Minha história começa antes mesmo de mim, pois preciso falar dos meus pais… Meus pais se conheceram em Belluno, na Itália, sou filha de Giorgio e Isabella. Giorgio era o padre de uma igreja que existe até hoje, atrás da casa onde a minha mãe morava. Sim, sou filha de padre! Minha mãe, Isabella, era uma mulher muito bonita, que teve um filho aos 20 anos, fruto de um amor com um soldado, estamos falando do pós-guerra, em 1950. Isabella era filha de Apollonia, que tinha um filho do primeiro casamento, em que ficou viúva, pois o marido foi para a Primeira Guerra Mundial. Casou-se pela segunda vez, e ficou viúva novamente, lutou muito para alimentar os seus dois filhos, Piero e Isabella, que ficou sem o pai aos 5 anos, depois passou pela guerra de 1940 a 1945, passou fome, viu atrocidades, viveu muitos desafios e foi mãe solteira, do meu querido irmão mais velho, Maurizio, esse já tinha 10 anos e começou a dar trabalho, então o padre Giorgio foi conversar com a mãe do Maurizio, Isabella, e aí começou a minha história.

Claro que esse amor foi rotulado com muitos preconceitos, pois naquela época era quase impossível deixar de ser padre (o meu pai foi para o seminário aos 12 anos e ficou lá, na guerra, até se formar padre), então decidiram escolher o Brasil para o começo de uma nova família. Saíram da Itália para enfrentar um novo país e uma nova língua, além da nova realidade: a do casamento e a responsabilidade de formar uma família.

espiritualidade

Nasci em 1963, e fui muito bem recebida pelo meu pai, para ele, foi como um milagre, a vida se manifestando. Afinal, nunca tinha sonhado em ser pai, e ali estava eu, a materialização desse sonho. Preciso incluir também a minha irmã, chamada Marzia, segunda filha da minha mãe, fruto de um relacionamento com um amigo querido, mas que por escolha a minha mãe deu em adoção e foi entregue a uma família, para ser criada.

Minha educação espiritual começou no berço, me lembro que o meu pai comprou uma bíblia ilustrada e que contava desde cedo as histórias de Moisés, Sansão e Dalila, na verdade, Giorgio nunca deixou de ser missionário, quando mudamos, em 1968, para o Condomínio Central Parque Lapa, ele foi bater de porta em porta para fazer uma comunidade por lá, conseguiu fazer uma capela, com restos de uma feira no Anhembi, e assim continuou a sua missão. Vivi todos os rituais católicos, gostava de tocar na igreja e participava do grupo de jovens. Não entendia a dureza do coração da minha mãe, a minha criança sentia muita falta do amor de mãe, pois eu a amava com todo o meu coração, e não compreendia. Meu pai, ao contrário, me amava com toda a sua alma. Giorgio era doente, tinha tido 3 enfartes, seu coração era 70% defeituoso (segundo o cateterismo feito), pois era maior que o tamanho comum e não funcionava bem.

Aos meus 14 anos, em 1977, o meu pai fez aniversário e, pela primeira vez, a família se reuniu para comemorar na casa de uma amiga querida em São José dos Campos, foram todos, inclusive a Marzia, a minha irmã que foi dada em adoção tinha vindo ao Brasil para conhecer a sua mãe biológica. Essa amiga fez um almoço árabe e, para fazer os kibes, foi em um matadouro perto da cidade para comprar a carne especialmente para a festa. Todos os que comeram o kibe cru, ficaram doentes. E como o meu pai tinha uma saúde frágil, teve desidratação e muitas complicações por causa da saúde já fraca, infelizmente, ele veio a falecer…

Acompanhe a minha história nos próximos artigos: 

https://www.eusemfronteiras.com.br/contando-minha-historia-2/

https://www.eusemfronteiras.com.br/contando-minha-historia-espiritual-parte-3/

Sobre o autor

Paola Mingardo

Paola Mingardo

Sempre tive o desejo de ajudar e fui aprendendo como melhorar a arte da ajuda, estudando, treinando, sendo mãe, empresaria, esposa, e hoje depois de conhecer as constelações familiares, me coloco disponível para o campo, acredito que a Energia Criativa do Universo aproxima quem está em sintonia então muitas vezes posso contribuir para mais um passo no crescimento.

Telefone: 11 99990-5147
E-mail: [email protected]
Facebook: Paola Mingardo
Instagram: @paolamingardo