Autoconhecimento

Cozinhar também é uma terapia

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Sevocê é uma pessoa que tem a obrigação de cozinhar todos os dias, como um(a) cozinheiro (a) ou até mesmo responsável pela alimentação no seu lar, muito improvável que consiga perceber os benefícios terapêuticos de cozinhar. Aliás, se você tem a benção de ter ao menos três refeições diárias é quase certeza que não percebe a importância fundamental da gastronomia em nossas vidas.

Uma coisa que nem sempre os livros de História deixam claro é que a experiência do homem na Terra é da busca pela sobrevivência, assim como qualquer outro animal.
Até a Revolução Industrial, os homens conviveram de tempos em tempos com episódios mais ou menos agudos de muita fome. As populações humanas foram controladas pela quantidade de comida até o século XIX, ou seja, quando mais comida, mais aumentava a taxa de natalidade. Com o crescimento das taxas demográficas, a oferta de alimento diminuía e, consequentemente, a quantidade de seres humanos na Terra diminuía, nada muito diferente do que ocorre na cadeia alimentar.

Em função dessa escassez de comida em muitos episódios, a humanidade teve que se virar literalmente para transformar tolerável as sobras de comida ou aquilo que hoje jamais imaginaríamos comer. A tal da “sopa de pedra” que você certamente já ouviu falar não é lenda, mas sim a desesperada tentativa do homem de encher a barriga com qualquer coisa devido ao desespero causado pela fome.

Couple Cooking Hobby Liefstyle Concept

A partir desse cenário é que começou a se desenvolver os conhecimentos referentes à culinária, em transformar algo com gosto terrível numa deliciosa iguaria. Quando estamos no fogão cozinhando trata-se de uma das mais antigas e importantes artes da vida humana. Redescobrir e criar novos alimentos foi não só uma prova da genialidade dos seres humanos, mas também uma verdadeira terapia ao longo dos tempos através da experimentação científica de tentativa e erro.

Antes de pedir uma pizza ou lamentar que você é o responsável por cozinhar em casa, busque aproveitar as oportunidades que tem para inovar seu talento gastronômico, mas também agradecer por possuir os ingredientes que grande parte da humanidade, ainda em pleno século XXI, não possui nem a metade para tentar fazer qualquer tipo de comida.


Texto escrito por Diego Rennan da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]