Autoconhecimento Plantas Medicinais

Significado de Cravo-de-defunto

Apesar do nome pouco popular, o cravo-de-defunto é uma flor linda e cheia de vida! Pode ser encontrado em diversas cores e usado para consumo e decoração, trazendo seus benefícios e beleza à tona. Experimente esta planta e aproveite todo o potencial que ela oferece. Fique por dentro de todos os detalhes sobre essa planta incrível a seguir.

O Cravo-de-defunto, também conhecido como “Tagetes erecta”, é uma planta com um significado espiritual muito rico, além de carregar diferentes formas de uso. Esta flor não apenas encanta com sua aparência vívida e elegante, mas também desempenha um papel fundamental em várias culturas e práticas espirituais. Através deste guia completo, você descobrirá como o Cravo-de-defunto transcende as fronteiras botânicas e se torna um símbolo poderoso e versátil em rituais religiosos, medicina alternativa, jardinagem e muito mais. Acompanhe todos os aspectos do Cravo-de-defunto, desde sua origem até suas aplicações e curiosidades.

O que é o Cravo-de-defunto?

Cravo-de-defunto
vili45 / Canva

É uma planta herbácea pertencente à família Asteraceae, com origem na América do Norte e América Central. Suas flores de cores vibrantes, que podem variar de tons de vermelho, laranja e amarelo, é uma das principais características da planta. Ela tem esse nome peculiar, flor de cravo de defunto, porque, quando suas folhas são esmagadas, emanam um odor desagradável.

História de Cravo-de-defunto

O Cravo-de-defunto está presente em muitas civilizações antigas, como os povos astecas e os maias, que acreditavam que a planta tinha diferentes propriedades medicinais e espirituais. Já no século XVI, ganhou fama entre os europeus por suas flores ornamentais, mas em algumas culturas, a flor foi muito associada a rituais religiosos, como no México, por exemplo, onde é frequentemente usada em celebrações do Dia dos Mortos. As pétalas de Cravo-de-defunto são usadas para decorar altares e tumbas, acreditando-se que elas ajudam a guiar as almas dos mortos de volta ao mundo dos vivos.

A planta se destaca por suas propriedades repelentes, já que suas raízes têm substâncias químicas que afastam vermes e outros parasitas do solo, tornando-o uma escolha popular para proteger plantações. Ele também tem atuações na medicina tradicional e pode ser utilizada para tratar problemas de pele, resfriados e dores articulares, bem como utilizada na aromaterapia, em formato de óleo essencial.

Tipos de Cravo-de-defunto

Conheça abaixo algumas das principais variedades de Cravo-de-defunto:

  • Cravo-de-Defunto Mexicano: essa é a variedade mais comum e a mais cultivada da planta. Ela tem flores grandes que podem variar de cor, como vermelho, laranja, amarelo e branco.
  • Cravo-de-Defunto Francês: esta é uma variedade conhecida por suas flores menores e folhas mais delicadas em comparação com o Cravo-de-Defunto Mexicano. As cores também podem variar, indo do vermelho ao marrom. É frequentemente usado em canteiros de jardim.
  • Cravo-de-Defunto Anão: essa subvariedade do Cravo-de-Defunto Francês é caracterizada por seu tamanho menor e flores em miniatura. Ela é ideal para jardins pequenos ou recipientes para dentro de casa.
  • Cravo-de-Defunto “Inca II”: conhecida por suas flores em tons de laranja brilhante e um aroma distinto, essa variedade geralmente é uma escolha popular para paisagismo e jardinagem.
  • Cravo-de-Defunto “Antigua”: as flores dessa variedade tem tons de vermelho profundo e é valorizada por sua beleza decorativa. Frequentemente usada em arranjos florais e buquês.
  • Cravo-de-Defunto “Safari”: essa é uma variedade compacta e mais pequena da planta, que é cultivada principalmente para fins ornamentais. Suas flores podem ter diversas cores, como vermelho, amarelo e laranja.
  • Cravo-de-Defunto “Golden Gem”: mais conhecida por suas flores em tons de amarelo brilhante e também frequentemente usada em bordas de jardim e canteiros.
  • Cravo-de-Defunto “Crimson Giant”: como o nome sugere, esta variedade produz flores vermelhas grandes e vistosas. Também é uma escolha popular para jardins ornamentais como o Cravo-de-Defunto “Safari”.
  • Cravo-de-Defunto “Vanilla”: essa variedade tem flores brancas com um aroma suave de baunilha, tornando-a única quando comparada a outras variedades mais comuns.

Para que serve o Cravo-de-defunto?

Pele
Andrean Lim de corelens / Canva

O Cravo-de-defunto na saúde sempre foi tradicionalmente utilizado para fins medicinais em algumas culturas e ainda hoje, ele é usado principalmente no tratamento de problemas de pele, como verrugas e acne. Além disso, suas flores são frequentemente usadas em arranjos florais devido à sua beleza e cores vibrantes, o que pode resultar numa sensação de bem-estar.

Cravo-de-defunto e seu Significado Espiritual

Em algumas culturas, essa planta também é associada a rituais espirituais e de proteção. Também acredita-se que essa flor tenha o poder de afastar energias negativas e trazer boa sorte. O Cravo-de-defunto na Umbanda, por exemplo, é frequentemente usado em rituais espirituais e simboliza a proteção e a conexão com os espíritos ancestrais. Ele é considerado uma erva sagrada e pode ser utilizado de várias maneiras, como oferendas aos Orixás e entidades espirituais. Suas flores coloridas e aroma peculiar são valorizados como símbolos de pureza e espiritualidade. É importante citar que essa religião brasileira tem fortes influências africanas, indígenas e europeias. Sendo assim, suas práticas e significados podem variar entre diferentes templos e comunidades umbandistas.
Conheça um banho simples, para purificar, proteger ou atrair energias positivas:

Ingredientes:

  • Flores de Cravo-de-defunto (Tagetes erecta);
  • Água;
  • Um recipiente.

Passos:

  1. Comece fervendo água suficiente para encher o recipiente em que você fará o banho.
  2. Enquanto a água está esquentando, separe as flores de Cravo-de-defunto. Você pode usar flores secas ou frescas, dependendo da disponibilidade.
  3. Quando a água estiver fervendo, desligue o fogo e adicione as flores de Cravo-de-defunto ao recipiente. Deixe-as em infusão na água quente por alguns minutos, permitindo que as propriedades da planta se misturem com a água.
  4. Após a infusão, a água deve estar impregnada com o aroma e as energias do Cravo-de-defunto. Espere o líquido esfriar até uma temperatura confortável para o banho.
  5. Tome um banho de higiene normal antes de realizar o banho espiritual. Isso é importante para se livrar das impurezas físicas antes de lidar com as energias espirituais.
  6. Em um local tranquilo e propício à concentração, despeje a mistura do Cravo-de-defunto sobre o corpo, do pescoço para baixo. Enquanto isso, concentre-se em suas intenções espirituais, seja para proteção, purificação, fortalecimento espiritual ou outro propósito específico.
  7. Depois do banho, não é comum enxaguar o corpo. Em vez disso, permita que a água e as energias do Cravo-de-defunto sejam absorvidas pela pele e permaneçam em contato com o corpo.
  8. Vista roupas limpas e brancas ou de acordo com as orientações de sua prática espiritual.

É importante ressaltar que o Cravo-de-defunto pode causar reações alérgicas em algumas pessoas, portanto, é importante estar ciente de qualquer sensibilidade antes de usar.

Benefícios do Cravo-de-defunto

Essa planta tem muitos compostos bons para a saúde. Conheça 5 benefícios principais que o Cravo-de-defunto pode trazer para a sua vida:

1) Propriedades antioxidantes: seus compostos antioxidantes auxiliam no combate aos radicais livres no corpo, ajudando a prevenir o estresse oxidativo e protegendo as células do corpo dos danos internos e externos.

2) Alívio de dores: suas propriedades anti-inflamatórias ajudam a aliviar dores articulares e musculares, podendo ser utilizado para tratamento de desconfortos físicos.

3) Cuidados com a Pele: as propriedades do cravo-de-defunto são conhecidas por suas propriedades antissépticas e cicatrizantes, podendo ser usado para tratar problemas de pele, como acne e picadas de insetos.

4) Ação Expectorante: as infusões feitas com Cravo-de-defunto podem ser úteis no alívio da tosse e da congestão nasal, tornando-o um remédio caseiro para sintomas de resfriados e gripes.

5) Aromaterapia: como citamos anteriormente, o óleo essencial de Cravo-de-defunto é valorizado na aromaterapia por seu aroma peculiar e propriedades terapêuticas. Ele pode ser usado para promover relaxamento e alívio do estresse.

Embora o Cravo-de-defunto tenha muitos benefícios, é sempre importante usá-lo com moderação e consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer tratamento à base de plantas.

Consumo do Cravo-de-defunto

Cravo de defunto
FotografiaBasica de Getty Images Signature / Canva

O consumo dessa planta oferece alguns benefícios à saúde também, devido aos seus nutrientes e compostos bioativos.

Conheça 7 deles:

1) Fonte de antioxidantes: o Cravo-de-defunto contém antioxidantes naturais, protegendo células contra danos e o envelhecimento prematuro.

2) Suporte à saúde cardiovascular: alguns compostos presentes nessa flor têm propriedades que podem ajudar a manter a saúde cardiovascular, incluindo a redução do risco de doenças do coração.

3) Anti-inflamatório natural: com suas propriedades anti-inflamatórias, a planta pode ser útil no alívio de dores e desconfortos associados à inflamação, como dores articulares e musculares.

4) Promoção da Imunidade: além de todas as suas propriedades, a presença de vitamina C no Cravo-de-defunto pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, auxiliando na prevenção de infecções e resfriados.

5) Alívio respiratório: as infusões de Cravo-de-defunto também podem ser úteis para aliviar a tosse e a congestão nasal, tornando-o um remédio caseiro para sintomas de resfriados e gripes.

7) Digestão saudável: além de todos esses benefícios, o consumo moderado de Cravo-de-defunto pode promover uma digestão saudável, aliviando desconfortos estomacais.

Embora o Cravo-de-defunto tenha muitos benefícios quando usado, é sempre importante consumi-lo com moderação e consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer alimentação à base de plantas.

5 Receitas com Cravo-de-defunto

Para aproveitar todos os benefícios do consumo dessa planta, conheça 5 receitas com o Cravo-de-defunto:

1) Chá Relaxante de Cravo-de-defunto:

Ingredientes:

  • 1 a 2 colheres de chá de flores secas de Cravo-de-defunto;
  • 1 xícara de água fervente.

Instruções:

  1. Ferva uma xícara de água em uma chaleira ou panela.
    Enquanto a água está fervendo, coloque as flores secas de Cravo-de-defunto em uma xícara ou caneca.
  2. Quando a água atingir o ponto de ebulição, despeje-a cuidadosamente sobre as flores de Cravo-de-defunto na xícara.
  3. Cubra a xícara com um prato ou um pires e deixe as flores de Cravo-de-defunto em infusão na água quente por cerca de 5 a 10 minutos. Quanto mais tempo você deixar em infusão, mais forte será o sabor e o aroma.
  4. Após a infusão, coe o chá para remover as flores de Cravo-de-defunto, deixando apenas o líquido.
  5. O chá de Cravo-de-defunto pode ser consumido quente. Se desejar, você pode adoçar com um pouco de mel ou açúcar, mas muitas pessoas preferem consumi-lo sem adoçantes devido ao sabor natural da planta.

Lembre-se de que esse cravo tem um sabor peculiar e um aroma distinto, por isso pode ser uma experiência gustativa única. Além disso, é importante consumir o chá de cravo-de-defunto para dengue com moderação, não excedendo uma xícara ou duas por dia, já que o excesso pode causar efeitos indesejados.

2) Chá de Cravo-de-defunto com Especiarias:

Ingredientes:

  • 2 xícaras de água;
  • 1 a 2 colheres de chá de flores secas de Cravo-de-defunto;
  • 2 paus de canela;
  • 4 a 5 sementes de cardamomo;
  • 4 a 5 grãos de pimenta preta;
  • Mel a gosto (opcional).

Instruções:

  1. Em uma panela, ferva a água com as flores de Cravo-de-defunto, canela, cardamomo e pimenta preta. Reduza o fogo e deixe a mistura ferver por 5-7 minutos.
  2. Retire a panela do fogo e coe o chá em xícaras.
  3. Adoce com mel, se desejar, e aproveite essa infusão aromática.

3) Bolo de Cravo-de-defunto:

Bolo de cravo-de-defunto
Caymia de Getty Images / Canva

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha de trigo;
  • 1 xícara de açúcar;
  • 1/2 xícara de manteiga derretida;
  • 1/2 xícara de leite;
  • 2 ovos;
  • 1 colher de chá de fermento em pó;
  • 1 colher de chá de essência de baunilha;
  • 1 a 2 colheres de chá de flores secas de Cravo-de-defunto (dependendo do gosto pessoal);
  • Uma pitada de sal.

Instruções:

  1. Pré-aqueça o forno a 180°C e unte uma forma para bolo.
  2. Em uma tigela grande, misture a farinha de trigo, o açúcar, o fermento em pó e uma pitada de sal.
  3. Em outra tigela, bata os ovos e adicione a manteiga derretida, o leite e a essência de baunilha. Misture bem.
  4. Adicione a mistura líquida aos ingredientes secos e mexa até obter uma massa homogênea.
  5. Adicione as flores secas de Cravo-de-defunto à massa e misture cuidadosamente para distribuí-las uniformemente. Lembre-se de que o sabor do Cravo-de-defunto é bastante forte, então ajuste a quantidade de acordo com sua preferência pessoal.
  6. Despeje a massa na forma untada e nivele a superfície.
  7. Asse no forno pré-aquecido por cerca de 30-40 minutos, ou até que um palito inserido no centro do bolo saia limpo.
  8. Retire o bolo do forno e deixe esfriar antes de desenformar.
  9. Você pode decorar o bolo com um glacê simples ou com uma cobertura de sua escolha, se desejar.

Este bolo terá um sabor único e exótico devido ao Cravo-de-defunto, por isso é importante usá-lo com moderação para não sobrecarregar o sabor do bolo.

4) Azeite de Cravo-de-defunto:

Ingredientes:

  • 1 xícara de azeite de oliva extravirgem;
  • 1 a 2 colheres de chá de flores secas de Cravo-de-defunto (ajuste a quantidade de acordo com a intensidade desejada);
  • Um frasco de vidro escuro com tampa hermética.

Instruções:

  1. Lave e seque cuidadosamente as flores secas de Cravo-de-defunto para remover qualquer sujeira ou impureza.
  2. Coloque as flores secas no frasco de vidro escuro.
  3. Aqueça o azeite de oliva em uma panela em fogo baixo até ficar morno, mas não ferver.
  4. Despeje o azeite morno sobre as flores secas de Cravo-de-defunto no frasco.
  5. Feche bem o frasco com a tampa hermética.
  6. Deixe o azeite infundir com o aroma do Cravo-de-defunto por pelo menos uma semana. Quanto mais tempo você deixar em infusão, mais forte será o sabor e o aroma.
  7. Após o período de infusão desejado, coe o azeite para remover as flores de Cravo-de-defunto, deixando apenas o azeite aromatizado.
  8. Armazene o Azeite de Cravo-de-defunto em um local fresco e escuro, e ele estará pronto para ser usado como um condimento especial em pratos como saladas, legumes grelhados, massas, ou onde você quiser adicionar um toque exótico.

Lembre-se de que o sabor do Cravo-de-defunto é marcante, portanto, use esse azeite com moderação e ajuste a quantidade de acordo com suas preferências pessoais.

5) Frango ao Molho de Cravo-de-defunto:

Ingredientes:

  • 4 peitos de frango desossados e sem pele;
  • 2 colheres de chá de flores secas de Cravo-de-defunto;
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva;
  • 1 cebola picada;
  • 2 dentes de alho picados;
  • 1 colher de chá de páprica doce;
  • 1 xícara de caldo de galinha;
  • 1/2 xícara de creme de leite;
  • Sal e pimenta a gosto.

Instruções:

  1. Tempere os peitos de frango com sal, pimenta e metade das flores de Cravo-de-defunto.
  2. Em uma frigideira grande, aqueça o azeite em fogo médio-alto. Adicione o frango e doure dos dois lados, cerca de 5 minutos de cada lado. Retire o frango da frigideira e reserve.
  3. Na mesma frigideira, adicione a cebola e o alho picados. Cozinhe até que fiquem macios e dourados.
  4. Adicione a páprica doce e o restante das flores de Cravo-de-defunto. Mexa bem por 1-2 minutos.
  5. Despeje o caldo de galinha na frigideira e deixe ferver. Reduza o fogo e deixe o molho engrossar por cerca de 5 minutos.
  6. Retorne o frango à frigideira e cozinhe por mais 5-7 minutos, até que esteja completamente cozido e o molho tenha engrossado ainda mais.
  7. Retire do fogo e misture o creme de leite. Ajuste o tempero com sal e pimenta, se necessário.
  8. Sirva o frango ao molho de Cravo-de-defunto sobre arroz, massas ou acompanhamentos de sua escolha.
  9. Contra indicações do Cravo-de-defunto
    Apesar de o Cravo-de-defunto ser uma planta com diversos benefícios à saúde, é importante sempre estar ciente das contra-indicações e efeitos colaterais. Aqui estão públicos que devem ficar atentos antes de consumir essa planta:

Grávidas e Lactantes: o consumo de Cravo-de-defunto não é recomendado para mulheres grávidas ou lactantes, porque a planta contém compostos que podem ter efeitos uterotônicos, provocando o risco de contrações uterinas e afetando a gestação.

Alergias: pessoas alérgicas a plantas da família Asteraceae, à qual o Cravo-de-defunto pertence, podem desenvolver reações alérgicas ao consumi-lo. Isso inclui sintomas como coceira, inchaço, erupções cutâneas e dificuldade respiratória.

Interações medicamentosas: se você estiver tomando medicamentos, controlados ou não, consulte um profissional de saúde antes de consumir Cravo-de-defunto, pois a planta pode interagir com certos medicamentos, incluindo os que afetam a coagulação do sangue.

Além disso, o consumo excessivo de Cravo-de-defunto, principalmente em forma concentrada, pode levar a dores de estômago, náuseas, vômitos e diarreia, bem como o seu manuseio direto desse cravo fresco pode causar irritação na pele de algumas pessoas, resultando em coceira, vermelhidão ou erupções cutâneas. Obviamente, cada pessoa reage de maneira diferente às plantas e ervas, portanto, é importante prestar atenção a qualquer reação adversa ao consumir Cravo-de-defunto, mesmo em quantidades moderadas.

Onde encontrar Cravo-de-defunto?

Cravo-de-defunto
kuarmungadd de Getty Images / Canva

O Cravo-de-defunto pode ser encontrado em várias regiões do mundo, geralmente em climas quentes e temperados. É uma planta anual que pode ser cultivada a partir de sementes. Aqui estão algumas informações sobre como cultivar e onde encontrar essa planta:

Cultivo em casa: a planta pode ser cultivada em seu jardim ou em vasos, as sementes estão disponíveis em lojas de jardinagem, viveiros e online.

Mercados de agricultores e feiras de plantas: em áreas onde o Cravo-de-defunto é cultivado, você pode encontrar mudas ou sementes da planta em mercados de agricultores e feiras de plantas durante a temporada de plantio.

Lojas de produtos naturais e de ervas: em algumas regiões, lojas de produtos naturais ou de ervas podem vender sementes secas de Cravo-de-defunto, que podem ser usadas para fins medicinais ou espirituais.

Comércio online: existem muitos vendedores online que oferecem sementes de Cravo-de-defunto para compra. É importante escolher fontes confiáveis e respeitáveis ao comprar online. Podemos citar alguns:

Lembre-se que, ao comprar sementes ou mudas de Cravo-de-defunto, é importante seguir as instruções de cultivo apropriadas para garantir um cultivo bem-sucedido. Além disso, verifique se as sementes ou mudas que você adquire são de uma variedade adequada ao seu clima e necessidades específicas.

Como Plantar o Cravo-de-defunto?

Plantar esse cravo é um processo simples, já que é uma planta resistente, de fácil cultivo e de baixa manutenção, tornando-o uma ótima escolha para jardineiros iniciantes. Com os cuidados adequados, você poderá desfrutar de suas flores vibrantes durante a estação de crescimento. Siga esse guia passo a passo simples para plantar Cravo-de-defunto e aproveite seus benefícios:

Materiais Necessários:

  • Sementes de Cravo-de-defunto;
  • Solo bem drenado e fértil;
  • Recipiente para mudas ou local de plantio no jardim;
  • Água;
  • Luz solar adequada.

Instruções:

  1. Escolha um local com boa exposição ao sol direto, já que o Cravo-de-defunto precisa de pelo menos 6 horas de luz solar por dia. Além disso, verifique se o solo tem uma boa drenagem, pois o encharcamento pode prejudicar a planta.
  2. Prepare o solo com um garfo de jardim ou enxada. Remova pedras, raízes e detritos.
  3. Adicione composto orgânico ou adubo bem decomposto para enriquecer o solo.
  4. Se você estiver plantando em recipientes (vasos ou bandejas de mudas), preencha-os com o solo preparado até cerca de 1 cm abaixo da borda.
  5. Plante as sementes de Cravo-de-defunto na superfície do solo. Não enterre as sementes muito fundo; uma profundidade de 0,5 a 1 cm é suficiente.
  6. Cubra levemente as sementes com uma fina camada de solo peneirado.
  7. Mantenha o solo levemente úmido, mas não encharcado. Use um regador com bico fino para evitar perturbar as sementes.
  8. Pulverize água suavemente sobre o solo sempre que estiver seco ao toque.
  9. Quando germinarem, o que deve acontecer de 5 a 10 dias e quando as mudas atingirem cerca de 5 a 7 cm de altura e tiverem pelo menos duas folhas verdadeiras, você pode transplantá-las para o local final no jardim.
  10. Certifique-se de deixar espaço suficiente entre as plantas (geralmente cerca de 30 cm) para o crescimento adequado.

Cuidados Contínuos:

  • Continue regando as plantas conforme necessário para manter o solo uniformemente úmido;
  • O Cravo-de-defunto geralmente não requer fertilização excessiva, mas você pode aplicar um fertilizante equilibrado de liberação lenta de acordo com as instruções do produto, se o solo for pobre em nutrientes;
  • Retire flores murchas para incentivar a floração contínua;
  • Continue cuidando das plantas para garantir que elas continuem a florescer e prosperar;

Curiosidades sobre o Cravo-de-defunto

Cravo-de-defunto
Anushka Sharma de Pexels / Canva

Conheça cinco curiosidades sobre o Cravo-de-defunto:

  • 1) O Cravo-de-defunto é conhecido por afastar insetos indesejados de jardins, agindo como um repelente natural, devido ao seu aroma forte.
  • 2) Seu nome científico, Tagetes erecta, refere-se à postura ereta de suas hastes.
  • 3) As flores do Cravo-de-defunto, além de comestíveis, podem ser usadas para decorar saladas, pratos de arroz e sobremesas. Elas têm um sabor suave e ligeiramente picante.
  • 4) Em algumas culturas, o Cravo-de-defunto ainda é usado na atualidade como única forma de medicina para tratar uma variedade de condições, incluindo problemas respiratórios, dores de estômago e inflamações.
  • 5) Além do nome Cravo-de-defunto, essa planta é conhecida por vários outros nomes populares, como Cravo-de-Terra, Cravo-indiano e Cravo-cheiroso.

Voce também pode gostar:

Por fim, o Cravo-de-defunto é uma planta fascinante que vai além de sua aparência, mas que carrega uma história rica e uma variedade de usos. Essa flor continua a intrigar e encantar pessoas em todo o mundo, seja para fins medicinais, culinários ou espirituais. Compartilhe todas essas informações e curiosidades sobre essa planta com seus amigos nas redes sociais.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br