Convivendo

Dê um fim a tudo aquilo que te deixa ansioso

Amanda Magliaro
Escrito por Amanda Magliaro
Quantas vezes a ansiedade já te destruiu por dentro? A véspera de uma prova? Remoer uma discussão passada pensando “por que eu não disse isso?”. Não saber se alguém te achou inconveniente. Não saber se está sendo o suficiente para determinada situação. Não saber se foi engraçado o suficiente naquele encontro de sexta passada. Quantas vezes você se sentiu ansioso por simplesmente não saber? Vendo o título até parece que em seguida vem uma fórmula mágica, mas não é bem assim. Nenhuma mágica acontece sem um mágico, e seus pensamentos não terão um fim se você não colocar um ponto final neles. Por isso, na próxima vez que se ver tendo que encarar a sua ansiedade, lembre-se: aceite a sua verdadeira natureza!

Observe

Feche seus olhos e respire. Sinta os reflexos físicos da sua ansiedade, como tensão nos ombros ou dor de cabeça, por exemplo. Agora, reflita sobre os pensamentos que não querem sair da sua cabeça e nomeie-os: preocupação, medo, raiva, impotência…

Quando você observa seus pensamentos, você é capaz de escolher no que quer acreditar. Você é capaz de enxergar que às vezes uma situação nem é tão ruim, porém a sua mente está produzindo determinados sentimentos a fim de te proteger. Lendo assim, pode até parecer que você tem uma dupla personalidade, entretanto tudo isso acontece devido à relação que existe entre seu consciente e inconsciente.

Seja gentil

Nem tudo são rosas. Às vezes uma situação é realmente terrível e tudo que podemos fazer é aceitar. Contudo, você tem duas formas de aceitar uma situação: ouvindo o anjinho ruim dizendo “tudo isso é culpa sua, você não sabe fazer nada direito”, ou o anjinho bom — que na verdade é o justo — “você realmente está triste, e está tudo bem em se sentir dessa forma”, “ainda que os outros te julguem, você não deve se julgar”, “o que os outros dizem é problema deles, não seu”. A escolha é sua, assim como a escolha de optar pela sua paz mental.

Esfrie a cabeça

Se possível faça algo que goste, saia para fazer uma caminhada, leia um capítulo do seu livro, veja um episódio daquela série que tanto gosta. Dê-se o direito de relaxar.

Conheça sua verdadeira natureza

Diga a si mesmo: “Já passou, e agora estou em paz. Essa é a minha verdadeira natureza”. Pode parecer besteira, mas viajamos no tempo constantemente. Nos sentimos ansiosos imaginando o futuro, remoendo o passado, porém a nossa melhor benção é sempre poder voltar — e viver — o presente. Engraçado, já que ele é o único momento do qual temos efetivamente algum controle.

No fim das contas, essa não é uma fórmula mágica. A vida é incontrolável, e o fato de não podermos ter o controle sobre tudo nos deixa impacientes e inseguros, porque isso significa que eventualmente o que desejamos pode não acontecer da forma como esperamos, e isso obviamente não é nada agradável. Às vezes as pessoas são grossas, às vezes nós agimos mal sem perceber, às vezes temos que enfrentar uma prova, uma apresentação, nós mesmos.

A verdade é que não podemos colocar um fim aos pensamentos que te deixam ansioso. A não ser que você promova uma revolução em si mesmo, você não pode impedir que esses pensamentos sejam criados.

Afinal, a vida é incontrolável e os humanos gostam de controle. Porém, a partir do momento em que tiver mais controle sobre si mesmo, e daquele tempo tão especial, mas tão esquecido chamado presente, a sua vida com certeza ficará bem mais tranquila.

Sobre o autor

Amanda Magliaro

Amanda Magliaro

Redatora e tradutora, me apaixonei pela vida desde que aprendi a enxergar tudo o que ela tem para oferecer. Existem aquelas pessoas que nunca conseguiram encontrar seu caminho, até o próprio caminho decidir ir ao seu encontro, eu fui uma delas.

Num mundo cheio de possibilidades, escolhi acolher todas quando comecei a escrever. A busca por ser alguém melhor e mais feliz, e a chance de poder auxiliar uma pessoa que seja através da magia das palavras é o que significa para mim ter meu sonho se realizando todos os dias.