Autoconhecimento

Desbloqueie seu subconsciente e ative seu potencial

Silhueta de homem mesclada com o pôr do sol
primipil / Getty Images / Canva
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O psiquiatra francês Pierre Janet foi o primeiro a falar em subconsciente. Ele ocupa aproximadamente 80% da mente e é a área onde as emoções ficam guardadas.  Também executa as ordens transmitidas pelos pensamentos. Para Janet, a neurose poderia ser explicada pelo conteúdo do subconsciente. Freud chegou a mencionar o termo, entretanto preferiu trocá-lo por inconsciente.

Segundo especialistas, o subconsciente fica ativo 24 horas por dia. Para funcionar corretamente, ele deve ser limpo. Do contrário, forma-se uma espécie de névoa que impede a visão da realidade. Com a visão embaçada, não conseguimos dar o melhor de nós e ficamos pela metade. Saiba que é possível limpar, desbloquear o subconsciente e ativar seu potencial. Confira nossas dicas:

Silhueta de pessoa tentando enxergar algo por uma janela
daniilphotos / Getty Images / Canva

Como ativar o subconsciente?

A programação deve ser feita antes de ir dormir e dura cinco minutos. Durante o sono, a mente consciente deixa o subconsciente agir livremente. O subconsciente vai encontrar meios para realizar o desejo. Veja como é simples desbloquear o subconsciente:

  • Pegue uma folha e escreva o que você deseja melhorar ou eliminar;
  • Se concentre, projete sua mente para o futuro e veja seu desejo concretizado;
  • Rasgue o papel, esqueça o que pensou e durma.

A técnica é simples, porém ativa o subconsciente profundamente. Pratique essa programação diariamente e sinta a diferença.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br