Convivendo

Dicas para deixar a sua viagem de fim de ano mais barata

Mulher em um carro segurando um mapa
Dominika Roseclay/Pexels
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Se você está planejando uma viagem para as suas férias, por mais antecipado que esteja, sempre algumas coisas acabam ficando para a última hora e aí é aquela correria. Além das coisas para organizar, a parte financeira é sempre uma das maiores preocupações. Trocar todo o dinheiro, comprar cartões de viagem, levar apenas o cartão de crédito? Qual é a melhor opção? Bom, para te ajudar nesta etapa, vamos as dicas:

1. Vale a pena gastar no cartão de crédito no exterior? E o IOF?

Homem segurando um cartão de compras
Pixabay/Pexels

A moeda em espécie ainda é a melhor opção, mesmo com o aumento do IOF. Os cartões de crédito podem te surpreender negativamente, pois a cotação da compra só será calculada com o comercial no momento em que fechar a fatura. Isso quer dizer que, se no momento do fechamento da fatura do seu cartão o dólar aumentar, você vai se prejudicar com essa diferença.

2. Segurança do cartão pré-pago

Mesmo com o aumento do IOF o cartão pré-pago é melhor do que o cartão de crédito. Com ele não há possibilidade de surpresas com o câmbio atualizado, depois da recarga, a moeda não sofre oscilação. Além disso, é possível sacar dinheiro com ele com um custo bem baixo se comparado aos cartões de crédito. Outra vantagem é a questão de segurança, em caso de perda ou roubo é possível cancelar o cartão e se restituir de outro ainda no exterior.

3. Levar dinheiro em espécie

Mulher segurando notas de dinheiro
Alexander Mils/Pexels

É sempre bom levar uma quantia de dinheiro em espécie para eventuais imprevistos. Se você ainda tem tempo, aproveite as oscilações do mercado e compre as suas moedas quando entrar em queda. O dinheiro também garante um maior controle dos gastos. Mas, é preciso estar ainda mais atento para não sofrer roubos ou perdas.

4. Como trocar?

Essa é uma dica importante, para facilitar a sua vida e também garantir mais segurança, procure as empresas que disponibilizam serviço de entregas em casa, fora isso avalie casas de câmbio especializadas com tempo de mercado, agilidade e segurança.

Você também pode gostar

5. Quanto vou gastar?

Mulher cotando dinheiro ao lado de uma agenda
Karolina Grabowska/Pexels

Este ponto vai depender do destino e da sua programação. Mas, para realizar uma viagem tranquila, comendo em bons restaurantes, porém sem muito luxo e não fazendo grandes compras, a média de gastos é de 100 euros ou 100 dólares por dia, incluindo a alimentação e o transporte.

6. Destinos mais baratos

Os turistas afirmam que viajar para o Canadá está vantajoso, pois o dólar canadense é mais barato comparado ao real do que o dólar americano. Além disso, destinos como Chile e Peru também são boas opções. Indonésia e Tailândia, considerados destinos paradisíacos, também são muito procurados, ainda que a passagem não seja tão em conta, os gastos no local são bem baixos.


Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]