Convivendo ONGs

Doutores da Alegria: Formação de palhaço para jovens

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O trabalho dos palhaços acaba muitas vezes passando por despercebido. Este profissional não precisa necessariamente atuar em circo, pode também trabalhar em entidades e ONGs que querem passar alegria para as pessoas e pacientes. Um exemplo é o Doutores de Alegria, no qual palhaços profissionais visitam hospitais para dar mais alegria aos pacientes.

Se você tem interesse é uma boa oportunidade de participar desta capacitação e quem sabe atuar no meio artístico. O local da formação é em São Paulo e o curso inicia apenas em fevereiro de 2016, e ainda é gratuito. Mas as inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 23 de setembro de 2015.

Qual a duração do curso?

Esta formação tem duração de três anos. Nos dois primeiros anos as aulas são diárias e já no terceiro ano há encontros pontuais que serão acompanhados de projetos. Os selecionados recebem uma bolsa-auxílio para o transporte e lanche no local. Lembrando que esta é uma das poucas formações gratuitas e de tamanha duração aqui no Brasil, ou seja, é uma ótima oportunidade principalmente para quem mora em São Paulo.

Inscrição e avaliação

Você se interessou? Então, leia todas as instruções no edital de convocação disponível aqui. Já a seleção se constitui de três etapas das seguintes formas: primeiro haverá uma análise de currículos que foram enviados, posteriormente uma entrevista para conhecer bem o jovem e claro, por fim uma  aula prática para conhecer a experiência do profissional interessado na formação.

Etapas da seleção

Etapa 1 – Inscrições
Edital aberto para inscrições entre 23 de julho e 15 de setembro de 2015

Etapa 2 – Seleção dos currículos
Entre 16 e 18 de setembro de 2015
A lista dos aprovados para a etapa seguinte será publicada neste site no dia 19 de setembro de 2015

Etapa 3 – Aula prática e entrevistas
Entre 28 de setembro e 15 de outubro de 2015.

Os jovens que tiverem seus currículos pré-selecionados irão participar de três aulas práticas, com três horas de duração cada, e duas entrevistas, onde serão considerados critérios artísticos e socioeconômicos.

Como ocorre o curso?

Se você for aprovado, vai ter uma experiência junto a profissionais qualificados e também um aprofundamento das relações humanas. O programa surgiu em 2004 através do “Doutores de Alegria” que sentiam a necessidade de formar jovens e profissionais palhaços que pudessem atuar em parceria.

O curso costuma ser bem intenso, pois leva em consideração as manifestações artísticas do jovem, além da criação e recriação. Neste meio tempo os jovens encenam diversas peças em lugares públicos, hospitais e entidades. Acaba sendo uma forma de desenvolver e colocar em prática o lado artístico.

Quem participou dos cursos garante que a oportunidade é única e que é uma experiência de transformação interna. Quem sabe não chegou a sua vez?Inscreva se  e boa sorte!


  • Texto escrito por Angélica Weise da Equipe Sem Fronteiras

*Créditos das imagens para Doutores da Alegria.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]