Blog do Editor Convivendo

É orgasmo que fala?

orgasmo
Carolina Zambelo
Escrito por Carolina Zambelo

Existe tanto mistério e fascínio em torno desse fenômeno que há muito o que ser abordado. Aqui claro, vou falar do que sei e do que tenho domínio e propriedade como mulher, ou seja, tudo o que envolve o orgasmo feminino.

Quando falo “tudo o que envolve”, quero dizer que atingir o máximo de prazer em uma relação sexual vai muito além do sexo em si. Tem tanta coisa envolvida, que é perfeitamente compreensível, embora triste, que mais de um terço das mulheres brasileiras nunca tenham “chegado lá”!

Em uma das definições para orgasmo que encontrei no dicionário está efervescência de sentimentos e excitação incontrolável do espírito
Isso significa que devemos estar totalmente entregues ao momento, sem neuras, julgamentos, preconceitos, medos e traumas. E posso garantir que essa tarefa é umas das mais árduas que nós mulheres travamos. Os homens normalmente conseguem separar muito bem essas coisas, já nós, quase sempre levamos pra cama nossos pais, amigas, ex namorados, a autoimagem, insegurança de outros relacionamentos e nos sabotamos com aquelas zilhões de coisas que insistem em habitar a nossa mente no momento do sexo, como por exemplo: “Nossa, meus pais me matariam se soubessem disso.”, “Mas minhas amigas acham ele feio.”, “Precisava emagrecer uns cinco quilos, o que ele vai achar da minha barriga?”, “Não posso me apaixonar.” e “O que ele vai pensar se eu deixar ele fazer isso?”.

orgasmo

Esses são apenas alguns questionamentos que conseguem em poucos minutos pirar o cabeção e acabar com tudo. Como diria um dos coaches de relacionamento que adoro, Arly Cravo, é uma suruba energética!

Mas tá legal, estou te vendo daqui balançando a cabeça para cima e para baixo concordando comigo, e talvez franzindo a testa, querendo saber o que fazer pra resolver essa situação.

Não existe uma receita de bolo. Vou falar o que tem funcionado para mim, que talvez funcione para você também ou possa servir de base para as suas próprias adaptações e descobertas.

Durante muitos anos fui insegura com meu corpo e confesso que isso me travava demais. Mas com o passar do tempo, depois de me frustrar em algumas relações e iniciar o caminho do autoconhecimento, descobri algo sobre mim que me nutre diariamente e me fortalece, eu sou única no universo e isso é mágico e maravilhoso.

orgasmo

Acredite em mim, depois que a gente toma consciência disso as nuvens negras vão se dissipando e conseguimos fluir em muitas áreas da nossa vida, inclusive no sexo.

 

Eu aprendi a reconhecer e gostar de cada pedacinho do meu corpo, claro que se estou incomodada com algo (normalmente é relacionado ao peso), tomo minhas providências para mudar o cenário, mas não deixo isso me abalar. Não permito que as neuras tomem conta.

Pense aqui comigo, o cara poderia estar com qualquer pessoa no mundo, afinal somos aí mais de 7 bilhões, e ele está onde? Na cama com você! E se ele está ali, pode ter certeza que sente atração por você e não vai ser um pneuzinho, estria, celulite, cabelo desgrenhado que vai mudar isso. Então meu amor, desencana e se joga!

Quanto aquele outro questionamento que citei: “O que ele vai pensar de mim se eu deixar ele fazer tal coisa?”. Cara, ele vai pensar o que ele quiser pensar! Você tem que fazer o que sente vontade e não te faça se sentir desrespeitada. Quer transar na primeira noite? Transa. Não quer? Não transa. Quer fazer a posição X, Y, Z? Faça. Se permita! E se esse cara te julgar por isso ele não serve para estar ao lado do mulherão que é você.

orgasmoO que eu quero dizer no final das contas é que atingir o orgasmo sexual, ao meu ver, é o reflexo de como você tem vivido sua vida. Se você se sente plena, feliz , dona da sua própria história, com as rédeas das situações ruins, você certamente está vivendo muitos momentos de puro tesão e orgasmos múltiplos.

Caso você faça parte daquele um terço ou até já viveu essa experiência incrível, só que em um passado um pouco distante, te convido a olhar para dentro, buscar se autoconhecer ou reconhecer. A partir do momento que você consegue identificar o que não vai bem e começa a traçar estratégias para contornar a situação, você percebe que fica mais fácil se entregar totalmente a esse momento delicioso que é o sexo. Seja ele à dois, três, apenas você e/ou com quem quiser!

Desejo que no dia de hoje você goze a vida como nunca fez antes!

Namastê.

Sobre o autor

Carolina Zambelo

Carolina Zambelo

Jornalista, aquariana, mãe do Dudu (um maltês de 6 anos), tia da Bella e do Matheus, otimista por vocação, muita fé em Deus e na vida e sempre em busca da minha melhor versão.

Desde pequena sou ligada aos assuntos que envolvem esse mundo “oculto”, sempre acreditei em forças superiores e que a vida é algo muito além do que nossos olhos são capazes de enxergar, pelo menos, os olhos físicos.

Como um ser que ainda não se iluminou, coleciono tropeços, lágrimas, recomeços, mas também acertos lindos, sorrisos e muito amor!

Meu desejo é que meus conhecimentos humanos, espirituais e profissionais possam levar muita coisa boa para o maior número de pessoas possível e transformar vidas. Inclusive, foi por esse motivo, que ainda criança, decidi ser jornalista. Sempre acreditei que a informação revoluciona e é capaz de mudar o mundo.

Que essa missão perpetue e que seja incrivelmente linda para todos nós.

Gratidão. Namastê!

Contatos:
Facebook: /Carolina Zambelo |
Instagram: @carolinazambelo
E-mail: [email protected]