Convivendo

E quando chega a hora…

Li Oliveira
Escrito por Li Oliveira
Tem horas que a gente precisa levantar da cadeira e partir… acabou! Por mais que machuque, está na hora de colocar um ponto final. Não faz mais sentido continuar nesse barco sem curso só para estar numa viagem.

Quando o relógio desperta, a gente até tenta fazer de conta que não percebe, tenta resgatar o que já foi bom, tenta consertar o que deu errado e remendar o que quebrou um dia… a gente fecha os olhos e passa por cima do que acredita, de quem somos…

E assim vamos adiando as partidas, vivendo de esperanças em um amanhã melhor. Acreditamos que vai dar certo porque um dia já deu. Segundo Buda, existem três coisas que não se escondem por muito tempo: o sol, a lua e a verdade. E essa última costuma ser implacável!

Quando a hora da verdade chega, não há jeitinho que preencha os vazios que, por necessidade de estar com alguém, você fechou os olhos. Se esse momento não chegou para você, já te aviso que ele vai chegar! E só aí você vai se dar conta de que precisa recolher seus pertences e se retirar dessa vida que não se encaixa mais na sua…

Vai ser difícil! Provavelmente vai doer, afinal crescer é difícil, tem que sair da zona de conforto! Mas lembre-se que todo diamante um dia foi um carvão que precisou ser lapidado. Olhe para você e perceba a imensidão de possibilidades que você é! Se descubra, se reinvente!

A vida é mais do que isso que te mostraram, menina! Vai viver! Transborde todo esse sentimento que tem aí dentro só por você! Pare de desperdiçar tempo e lágrimas com que não te merece! Você é mais do que um troféu para deixar na estante e ostentar para os outros!

Você tem personalidade! Acredite nela!

E o mais importante: faça cada segundo dessa viagem valer a pena, pois ela é muito curta!

Sobre o autor

Li Oliveira

Li Oliveira

Pedagoga, mãe e apaixonada por literatura!

Contato:
E-mail: [email protected]