Autoconhecimento

Enfrente os grandes desafios da sua vida com coragem

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Podemos definir desafio como sendo uma aventura pelo que é desconhecido. Pode até parecer algo inalcançável e sem propósito algum, mas propor constantes e pequenos desafios acrescenta e transforma de maneira substancial nossa experiência de vida.

Podemos ainda definir desafio como tudo aquilo que nos cause certo medo, vergonha ou aquele friozinho na barriga, mas quando conseguimos, enfim, realizá-lo, sentimos que apesar de ter sido difícil, valeu a pena.

O conceito de felicidade tem ligação com o que fazemos, com a coragem na hora de acreditarmos em nosso potencial para realizarmos ou atingirmos algum ideal. É aquilo que nada e ninguém pode tirar de nós. É aquilo que sentimos que todos os esforços, fé e determinação nos levaram ao encontro com os nossos sonhos.

Realizar desafios pequenos diariamente nos tira do comum, e sem que percebamos, nos leva gradualmente a realizar desafios maiores, em diversas áreas da nossa vida, alavancando o amor e a nossa autoestima.

Na maioria das vezes, vivemos nossa vida no modo automático, mantendo padrões em nossos hábitos, fazendo algo sem realmente estarmos presentes na ação, sem saber o porquê, de maneira inconsciente.

Por isso, quando fazemos pequenas mudanças em nossos hábitos – por exemplo, cumprimentar indivíduos desconhecidos, passear pela praça, ir para o trabalho de bicicleta, damos pulos pequenos no desconhecido. Ganhamos mais consciência, criamos percepções novas, damos mais atenção para nossas ações, diversão e mais coragem para experimentar o que é novo.

Quando levamos essa história a sério, esses desafios pequenos e diferenciados vão se tornando mais empolgantes.

Veja aqui algumas dicas para enfrentar com coragem os grandes desafios da sua vida:

  • A intenção tem poder

As intenções vêm do fundo da nossa alma, portanto, não são apenas objetivos. Elas surgem acerca da clareza do nosso objetivo principal de felicidade. Se temos autoestima suficiente para criá-la, temos consequentemente para realizá-la.

A intenção e o seu poder pode ser explicado através do conceito de fenda dupla da física quântica, que diz que a intenção de cada observador pode alterar a realidade. Mas, isso só irá acontecer se você estiver centrado e disciplinado nessa missão.

  • Embate com o medo

Se existe de um lado a intenção e todo o seu poder, por outro há o medo, que é uma espécie de sabotador. Podemos definir o medo como sendo uma mãe ou um pai, repletos de intenções boas. O medo quase que imediatamente nos faz refletir: “E se?”, “E se não dermos conta”? “E se nos machucarmos”? “E se a timidez não me deixar falar”?

O medo faz parte de nós, ele nasce conosco e nos acompanha até o fim da vida, pois faz parte do nosso senso de sobrevivência. Ouça-o e veja o que existe de verdade nas suas inseguranças. Olhe para os seus medos como o adulto que você é, e verá que eles não são maiores do que a sua coragem.

  • Motive-se

A intenção tem que ser alimentada diariamente para que possamos agir. É preciso perguntarmos ao nosso eu interior o porquê. Por que fazer tal coisa, tomar tal atitude? O que busco com isso?

  • Focando na experiência

As experiências que vivemos na vida são únicas, intransferíveis e pessoais, e nelas podemos ver o valor verdadeiro do desafio. É através delas que vamos aprender, superar, crescer. Esteja presente no momento, sinta os sons, o clima, a energia dele.

  • Grandes desafios

O resultado disso é extraordinário a partir do momento que voltamos a nossa atenção para as nossas experiências. Você se propôs a fazer algo e teve coragem para realizá-lo, porque sentiu que tinha capacidade para isso, seguiu seus instintos e isso o fez vencedor.

Indivíduos que se desafiam passam a conhecer a fartura do universo e de seus próprios recursos.

Pontos a destacar:

Sempre irão acontecer momentos difíceis em nossa vida. Enxergue as possibilidades como oportunidades para aprendizado.

Superar as adversidades que aparecem pelo caminho é um dos desafios principais da vida. Quando os superamos e enfrentamos, aprendemos a lidar com eles.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]