Autoconhecimento Espiritualidade

Este Momento

Olá, alguém me perguntou qual foi o insight, qual foi o momento mais importante de descobertas interiores em relação ao meu convívio com o Osho, seja um conto que eu li dele ou que presenciei, seja uma piada que ele contou.

Qual é o momento mais valioso para mim, na minha vida? O momento mais valioso é este. O momento mais valioso é eu me dar conta de que tudo o que aconteceu não importa. O que importa é a minha consciência estar desperta agora. E a partir dessa consciência desperta existe um fluir natural, e é isso o que importa.

Então é uma perspectiva de que o que interessa é este momento. Teve um outro cara que falou… eu tive três experiências de uma presença tão intensa na minha vida, tão transformadora, eu estava tão desidentificado com o meu ego e hoje eu tenho momentos de presença, mas eles não chegam perto daqueles três grandes momentos que eu tive.

Você poderia me dar uma dica para que eu volte a ter aqueles três momentos intensos novamente? Bom, a minha resposta foi: para valorizar os momentos de presença que ele consegue… agora, se ele ficar desvalorizando o momento de presença que ele tem porque ele está comparando com o que ele teve, ele está (eu até usei essa expressão realmente), ele está andando com o breque de mão puxado… toda a desvalorização do nível de presença que eu tenho ao comparar com outro nível é andar com o breque de mão puxado.

mulher em lago

Eu tenho que validar esta presença agora, e não importa o que eu tive… eu ficar pensando no que eu tive está saindo desse momento, essa valorização que eu tive está reforçando uma fuga ao que já está acontecendo, não há necessidade de ser algo glorioso agora… há necessidade de ser o que é… a consciência ser esta… eu estou com a consciência desperta agora.

Pode ser que a minha luz não seja magnífica, pode ser que não seja 200 watts neste momento, pode ser que sejam 2 watts de presença, mas eu valido esses 2 watts, porque a luz está acesa… a validação está na luz estar acesa e não no quanto ela está acesa, sim, pode ser que aumente, provavelmente aumente, mas vai aumentar se eu estiver validando este momento de presença agora e percebendo que a partir desta presença ocorre um fluir natural… é só o que interessa….. resumindo a história… tem até um outro vídeo, né, que eu gravei… que naquele vídeo foi um sonho que eu tive… qual é a melhor meditação que existe, e de novo se aplica agora … no sonho eu dei a resposta: a melhor meditação que existe é estar presente agora…

Você também pode gostar de:

Tá… faltou uma coisa.. eu percebi ontem… eu gravei, o que vocês ouviram foi gravado ontem… eu ouvi e percebi que está faltando algo… é… verdades incompletas são perigosas, porque dão margem a entendimentos equivocados… eu percebi que pelo que eu falei, que é uma verdade…. a melhor meditação que existe é estar presente agora, o que importa é este momento… são verdades, mas alguém pode concluir a partir disso ou me perguntar: Nisargan, se o que importa é o estar presente agora, por que você fica ensinando meditação se você já disse que a melhor meditação que existe é estar presente agora?

Então basta a pessoa estar presente agora, sem precisar praticar técnicas de meditação. Você fica quebrando a cabeça ensinando técnicas, ensinando abordagens enquanto o resumo está dado. Basta estar presente agora… Minha resposta: o fato é que embora seja uma verdade, que estar presente agora é o que realmente interessa, nós não estamos normalmente presentes, nós precisamos de um treinamento para que isso se torne realidade, realidade vivida, não apenas um conceito aceito, mas algo que a gente realmente verifique… que essa consciência no momento presente está acontecendo momento a momento, ou pelo menos cada vez mais, sem um treino, sem uma conceituação mais clara das artimanhas que existem na nossa mente para ludibriar e fazer com que a gente se iluda, achando que está presente sem estar, sem nem mesmo saber o que é isso… é… fica mais difícil.

Mulher meditando

Então, por exemplo, nos retiros e cursos que eu dou aqui, a parte essencial é o reconhecimento da presença e para isso existe uma ênfase muito grande para que esse reconhecimento de fato ocorra. E aí, sim, colocar em prática em determinadas técnicas para que aos poucos a gente vá transferindo essa presença que surge nas técnicas para momentos do cotidiano. Deu para esclarecer? Não basta apenas saber, é preciso viver e para viver é preciso treinar, porque o nosso condicionamento foi o oposto… nosso condicionamento foi pensar, pensar e pensar.. Ok?

Sobre o autor

Anand Nisargan

Anand Nisargan

Anand Nisargan é o criador do ESPAÇO PRESENÇA e focalizador de seus Retiros de Meditação.

Formado em Medicina na Unicamp, em 1994 abandonou seu trabalho como médico psiquiatra para tornar-se instrutor de meditação.

Bebeu da fonte do Mestre Osho em sua própria presença física e foi membro de suas comunas na Alemanha, Itália e Brasil, sendo tradutor de dezenas de seus livros e vídeos. Autor do livro “A Arte de Estar Presente”.

Site: espacopresenca.com.br
E-mail: [email protected]
Telefone: (12) 99700.5670 (Vivo | WhatsApp)