Autoconhecimento

Eu tenho dias… e você?

Mulher segurando flores
Lisa Fotios/ Pexels
Fernanda Love
Escrito por Fernanda Love

Tenho dias que acordo bem, me sentindo completamente feliz e pronta para dominar o mundo.

Tenho dias de pura preguiça e alienação aos conteúdos viciantes da internet, como redes sociais e “cultura inútil”, que nos rodeiam.

Tenho dias de total tristeza e melancolia. São a minoria, confesso, mas eles existem também.

Tenho dias de querer ficar apenas na cama, sem comer, tomar banho ou fazer qualquer outra coisa da minha existência. Esse dia é pior do que os dias tristes. Não sei explicar, mas eles me fazem me sentir tão pequena, tão insignificante, que chega a doer só de pensar. Por isso digo que são os piores. Os dias tristes, por pior que pareça, me fazem refletir e até chorar, um choro que alivia a alma. Sabe quando somos adolescentes e temos o sono embalado por um choro que parece que carregamos o peso do mundo nas nossas costas? Mas a gente só precisa esvaziar… descansar, que no outro dia está tudo bem? Sim, os dias tristes são esses.

Mulher olhando para o céu
Lucas Pezeta/Pexels

Fora isso, tenho dias surpreendentes. Esses são muito bons, porque eles começam sempre com um ar de que nada além da rotina vai acontecer e “tcharammm”… uma surpresa. Às vezes boa, às vezes nem tanto, faz parte também, rs.

Na maioria das vezes, quando estou em um dia calmo e tranquilo, me pergunto quantos tipos mais de dias existem e em qual dia cada pessoa ao meu redor está, no mesmo dia que eu.

Eu gosto muito de uma frase que diz: “Cada ser é um universo”. Parece clichezão da internet (e não deixa de ser, pensando bem), mas mesmo assim significa muito. Já pensou como cada pessoa é única e inteiramente perfeita como é? Já pensou quantos dias maravilhosos todas essas pessoas vivem, já viveram e ainda podem viver em sua existência? Eu estou escrevendo isso imaginando os seus dias, como são, como estão, como serão… e você deve pensar nos meus e assim criamos uma conexão de pensamentos à base de empatia, respeito, consideração e acima de tudo amor.

Você também pode gostar

Eu tenho dias, você também tem, e desejo que você tenha muitos mais e que consiga, em cada um deles, ser o seu melhor.

Vamos juntos e sempre em frente?

Estamos juntos, de alguma forma, por algum propósito.

Sejam felizes!

Gratidão

Sobre o autor

Fernanda Love

Fernanda Love

Mãe, publicitária e taurina em busca de evoluir a cada dia e aprender com o outro e a cada troca. Sorrindo e chorando pelos caminhos da vida. Acredito no propósito de cada um e no tempo de Deus e do Universo para cada situação que vivemos, pessoas que conhecemos (ou reconhecemos) e desafios que superamos.

Tenho sede de viver e contar um pouco do que sei, do que vivi e aprendi para então mudar a vida do próximo, esse é um dos meus propósitos de vida. Sigo curiosa pela mente humana, pelas relações entre pessoas e para onde estamos indo.

Afinal estamos indo para algum lugar, não é mesmo? Aqui abro minha vida e um pouco da minha essência com a maior leveza, delicadeza e cuidado, buscando proporcionar algo de bom em quem se identificar. Que assim seja. Gratidão.

Email: [email protected]
Twitter: @felovinha
Instagram: @felovinha
Facebook: Fernanda Love