Convivendo

EXPANDINDO PARA CONSCIÊNCIA PLANETÁRIA

Mulher segurando planeta terra com uma mão
123RF
Alexandre Lourenção

Se o planeta é um organismo vivo, e ele é, nós não somos exatamente os melhores hospedeiros. Entendam isso, podemos parecer ser os mais “evoluídos” para nós, mas para o planeta não.

Chegamos a um ponto onde a nossa existência é dominada pela ganância, mas não de toda a população, e sim da minúscula parcela que controla tudo o que acontece aqui na superfície do planeta.

Vamos tirar o dinheiro dessa equação, pois ele é uma energia de possibilidade e não a raiz de todo mal. Um livro de biblioteca tem 10 vezes mais bactérias do que uma nota de dinheiro. Independentemente da sua “classe social”, sua passagem por este planeta é apenas uma viagem da sua alma, que vive eternamente muito além de toda e qualquer dualidade. Não existe alma boa ou ruim e dentro de todo ser humano existe uma alma buscando evoluir e aprender alguma virtude e ter experiências neste plano dual de materialidade energética é parte do pacote vida!

Estamos criando a cada instante através de nossa consciência, e se você acha que isso é besteira, procure saber o que um Doutor em Astrofísica pelo MIT, que foi o sexto homem a pisar na Lua, Edgard Mithell, criou anos depois de sua experiência. Ele fundou um Instituto de Ciências Noéticas (Institute of Noetic Sciences) para pesquisar a capacidade absurda de nossa consciência.

Homem pensativo ao lado de uma janela que mostra seu reflexo
Lurenz/Unsplash

Mas fomos convencidos de que não somos nada e que forças externas controlam nossos destinos, inclusive nos julgando e punindo na vida e após ela. Não é à toa que os Cátaros foram dizimados da face do planeta, assim como os templários, pois eles sabiam quais eram a verdades ocultas.

Entregamos todo o poder para ideologias que se esqueceram do planeta e só sabem sobreviver a base de guerras e disputas de ego infantilizadas. Reis, Presidentes, Papas e Ministros, muitos compartilhando seus desejos de se igualarem a Deus e serem colocados na história como grandes salvadores, mas ninguém realmente atento para o Todo. Cada um com seu propósito, com sua “missão”, mas poucos com verdadeiro amor pela humanidade e pelo planeta.

Grandes potências surgiram e desapareceram e pouco ou nada fizeram realmente pelo Todo. Vemos isso aqui no nosso país, onde há mais de 30 anos apenas os bancos crescem de maneira desenfreada, enquanto saúde e educação sofrem mais a cada dia, assim como a maioria do povo.

Paciente esperando doutor em uma sala de espera com muitas pessoas
123RF

Toda a informação é controlada de forma que aumentem os lucros sustentando a ganância. Todas as grandes organizações visam apenas o lucro, principalmente as farmacêuticas e bélicas. Isso já foi exposto, mas os principais meios de comunicação apenas informam em notas de rodapé.

As pessoas se esqueceram de si e do planeta e agora passam horas assistindo as mais “divertidas” formas de gastar as fortunas que poderiam manter todo o planeta em um padrão ótimo de sobrevivência. Sim, tem muito dinheiro no planeta, e mais ainda sendo impresso e criado virtualmente pelos bancos, que emprestam o que não existe e mesmo assim cobram juros por isso. É como imprimir dinheiro em casa, ou criar em um jogo qualquer, mas só os bancos podem fazer isso, e só o fazem porque os políticos permitem que isso aconteça em todo planeta. Sim, não existe mais lastro em ouro para o dinheiro e ninguém realmente controla isso. Se você não sabe, os bancos quase “quebraram” o planeta em 2008 e foram salvos pelos governos.

Vários tipo de dinheiro juntos com um cristal em formato do planeta terra
123RF

Como crianças mimadas, eles fizeram sua “arte” e foram perdoados. Estão acima da lei, porque quem faz as leis é diretamente beneficiado por eles. Isso se chama lobby e é uma pratica comum em todo planeta.

A situação toda virou uma grande piada, e os fatos estão nas notas de rodapé dos jornais, sendo apoiados inclusive por uma ciência e por uma religião que se esqueceram de todos os princípios e se entregaram ao financiamento bilionário da ganância. Seja por ego, ou até por chantagem mesmo, a mídia tem acesso quase irrestrito a todo o planeta e você sabe bem disso. Até o dono do Facebook protege a câmera do seu notebook, e ele é um dos homens mais ricos e poderosos do planeta. Um dia talvez venhamos a mudar o significado da palavra conspiração.

Estamos falando de 16 milhões de pessoas aproximadamente que ditam o destino da vida de bilhões, que mantém bilhões na miséria e na fome, e que são, sim, diretamente responsáveis por todas as mazelas de nossa sociedade “moderna”. Mas acredito que muitas delas não têm noção do que estão fazendo, e realmente vejo isso como uma vida no automático, na qual se perderam com sua ostentação acompanhada por milhares de fãs que vibram a cada sorriso em tempo real compartilhado nas redes sociais.

Mulher usando redes sociais
Kate/Unsplash

Mas o ponto aqui é que não adiantam mais guerras, disputas e muito menos caças às bruxas. Não se trata de uma nova revolução francesa, pois a base disso foi a raiva e o ódio, essência de uma velha energia sustentada pela ciência e pela religião. Sim, um prêmio Nobel pode valer mais do que qualquer verdade, e antigas teorias farão de tudo para sustentar verdades absolutamente questionáveis.

Precisamos investir no conceito de capital espiritual em que existe, sim, o lucro, mas junto existe uma responsabilidade com toda a humanidade e com o planeta. Um sistema no qual todos ganham, mas longe dos conceitos de comunismo e de socialismo, que só trouxeram poder concentrado nas mãos de poucos, sociabilização da miséria e investimentos maciços na indústria bélica, deixando as pessoas passando fome em nome do delírio ideológico de poucos. Isso nunca deu certo e nunca dará pois desconsidera o sistema de crenças de cada ser humano. Neste momento me lembro de uma frase: “ Ou você morre como herói, ou vive até se tornar o vilão”. Sim, sonhos de igualdade que se tornaram tristes realidade com milhões de mortos. E não defendo aqui o sistema capitalista não, pois de liberdade não tem nada, é tudo pura ilusão, porque nos tornamos escravos da ganância de poucos e de um sistema financeiro que nos consome através do sonho galopante do consumo desenfreado.

Assim como os evangelhos apócrifos trouxeram luz a um sistema de crenças manipulador, uma nova ciência quântica tem sido experimentada com absoluto rigor cientifico nos últimos 50 anos, trazendo a luz da razão que a própria razão deve ser questionada e revista. Mas velhos cães não largam seus ossos, e farão de tudo para mantê-los a salvo, mesmo que isso custe a vida e o bem-estar de milhões. Novamente, seus prêmios e artigos serão protegidos com unhas, dentes e uma moral e ética distorcidas.

Uma velha energia nos obrigava a amar o próximo como forma de sermos aceitos por uma força maior, e em nosso julgamento final, seríamos enviados para algum tipo de lugar bom, onde não teríamos mais dores e desafios. Isso jamais estimulou uma verdadeira harmonia entre os seres humanos, pois tudo se tratava de obrigação e recompensa, separando-nos do planeta e principalmente de Deus.

Mulher abraçando uma árvore
Trent/Unsplash

Não, Deus é o universo, e tudo além dele. Deus é uma consciência de puro amor incondicional que reconhece cada ser vivo e o ama profundamente. Deus, ou se preferir chamar de Criador, Fonte Criativa ou Matriz Divina, é uma força de vida, expansão e amor. Inclusive, o próprio universo em sua expansão está contrariando todas as teorias físicas estabelecidas e aceitas como verdades absolutas, e seremos testemunhas de como o planeta segue pelo mesmo caminho, onde talvez estejamos seguindo para um resfriamento global, e não o contrário disso.

Quem somos nós para afirmarmos verdades irrefutáveis? Temos aqui um máximo de treze mil anos de história, em um planeta com mais de quatro bilhões de anos de existência. Além disso são bilhões de planetas apenas na nossa galáxia com as mesmas condições de vida, o que é chamado de zona habitável dentro de um sistema solar.

Somos, sim, uma poeira microscópica em meio ao cosmos, mas mesmo assim temos dentro de nós uma conexão de infinitos e ilimitados potenciais a partir de nossas consciências.

Agora é o momento de olharmos para dentro de nós, para nossas consciências e nos permitirmos viver o novo. Entendermos que somos parte da divindade que sempre acreditamos estar separados de nós e que existe, sim, uma energia que permeia todo o universo. Essa energia é o amor incondicional, mas também podem se referir a ela como Campo, Éter, ou seja, lá como for, mas o fato é que ela existe, e hoje pode ser detectada através da faixa de micro-ondas.

Mulher se abraçando em sua sala
123RF

Agora é o momento de olharmos para esse amor e entendermos que ele começa em nós e por nós. É o momento de entendermos que nossa consciência foi forjara quase que por toda eternidade, passando por vidas e mais vidas e que abrimos mão do seu controle para entrega-lo a algo “maior” que nos julga e pune a cada instante. É também o momento de começarmos a expandir e compartilhar essa alta consciência e aceitar que o mesmo Deus que está dentro de você, está dentro de cada ser humano, e ele deve ser amado incondicionalmente.

Mas e o que significa isso? Significa que a cada sentimento de raiva, rancor, ressentimento e arrependimento lhe aprisiona cada vez mais em uma realidade criada por sua consciência com base na dor e nos desafios. Essas emoções baixam nossa vibração e nos mantém na prisão do medo, e você sabe que medo gera raiva. Basta ver isso na natureza onde a grande maioria dos animais que são reativos quando se sentem ameaçadas, medo gerando raiva.

Quando começamos a nos livrar desses sentimentos, começamos a verdadeiramente nos aceitar e nos amar incondicionalmente. Ou seja, isso vem de dentro, e não de fora. Isso está em nossa consciência e, sendo mais especifico, em nosso subconsciente, no que chamamos de sistema de crenças e convicções subconscientes.

São as conhecidas crenças limitantes, e por que são limitantes? Porque nos aprisionam e limitam toda a nossa ação e criatividade. Com medo ficamos apreensivos esperando o próximo ataque, ficamos paralisados, bloqueados e limitados. Travamos e tudo a nossa volta trava junto. Nós bloqueamos inconscientemente nossas vidas por uma questão de segurança e sobrevivência, criada quando não tínhamos a menor noção do que era consciência e de como a vida realmente funciona.

Quando saímos dessa baixa consciência e expandimos para uma nova emoção de amor, nos permitimos respirar, viver e criar, e o próprio universo se encarrega de trazer o que vibramos. É um universo magnético e a lei da atração é uma das maiores forças invisíveis, mas ela responde à vibração e não a pensamentos, pois o universo é frequência e vibração. O nosso consciente precisa estar alinhado com nosso subconsciente e aí conseguimos manifestar e atrair coisa positivas, pois nos tornamos conscientes de nossa vibração, e nos conectamos efetivamente com nossa divindade interior, que faz parte de uma consciência maior, universal e multidimensional. Nos tornamos Um com o universo através da mais alta vibração, o amor incondicional, criando um estado de coerência quântica e nos reconhecemos com parte desta Fonte Criativa.

Silhueta de um homem olhando para a natureza a noite
Benjamin/Unsplash

Sair dessa baixa consciência também permite limparmos o nosso Campo da Atração, uma espécie de lista energética de todos os nossos desejos. Muitos dos nossos desejos são reflexos de frustrações presentes em nossas memórias e no fundo não são genuínos, mas existem apenas como forma de nos trazer algum tipo de alento em relação a faltas do passado.

Vivemos no passado, nas memórias, e nossa experiência serviu como base para uma consciência de medo e sobrevivência. Milhares de anos fugindo, vivendo em alerta para não sermos atacados por predadores, nos ensinaram que o medo garante a sobrevivência.

Quando limpamos essas memórias, passamos a liberar nossos medos e frustrações e com isso nossos desejos também começam a se esvair. Limpamos nosso Campo da Atração e deixamos que a confiança passe a governar nossas vidas. É neste momento que o verdadeiro milagre da vida começa a acontecer, e sabe qual é? O milagre da inspiração do nosso divino interior.

Neste momento começamos a nos abrir para o verdadeiro fluxo de abundância universal, e assim com uma calçada de rua, onde plantas começam a surgir no meio do concreto, nossa vida começa a florescer e as oportunidades surgem no meio material. Começamos a ter profundos insights de inspiração, e soluções começam a surgir por todos os lados, sejam através de ideias, sejam através de pessoas, sejam como for, mas elas chegam e tudo começa a mudar.

Pessoa segurando flores na direção da rua
Emily Wang/Unsplash

Estar aqui escrevendo tudo isso e compartilhando com você é exatamente estar vivendo um momento de profunda inspiração.

É essa consciência elevada que precisamos espalhar pelo mundo, principalmente para as pessoas que estão no poder. Tudo bem elas continuarem milionárias, mas não precisam acumular tanto dinheiro.

Não faz sentido uma pessoa comprar um carro de milhões de dólares em um leilão para deixá-lo guardado enquanto há tantas pessoas passando por todos os tipos de necessidades. Não faz sentido uma organização existir com o único objetivo de sustentar o ego de pessoas enquanto tantas outras sofrem. Não faz sentido indústrias e sistemas manterem as pessoas doentes apenas por causa da ganância de poucos. Não faz sentido utilizar combustíveis fósseis quando há mais de cem anos uma das mais brilhantes mentes (Nikola Tesla) conseguiu utilizar energias que foram esquecidas propositadamente em nome novamente da ganância. Não faz sentido um banco que lucra bilhões ficar reduzindo custos como uma coisa compulsiva e doentia, apenas para agradar seus acionistas, novamente os poucos milionários e bilionários que vivem no planeta. Não faz sentido milhares perderem empregos para apenas um poder comprar um avião, um iate ou até uma única obra de arte. O mundo não tem mais espaço para esse tipo de atitude de baixa consciência.

Claro que aqui devemos encaixar o conceito de autorresponsabilidade, lembrando que todo ser humano adulto é capaz de fazer escolhas e tomar decisões, mas precisamos ensinar desde a base de sua educação que suas escolhas são reflexos do seu subconsciente, o que pode levá-los a tomarem decisões equivocadas que prejudicarão suas vidas e a de outras pessoas. Precisamos criar o conceito de Gestão da Consciência e mostrar para o mundo a importância primordial desse “gerenciamento”, pois isso nem a ciência nem a religião ensinam e é absolutamente essencial para o bem estar nosso e do planeta.

Homem segurando uma bolinha transparente refletindo uma árvore
Nagy/Unsplash

Não trago tudo isso para gerar raiva e mais sombras para o mundo. Compartilho tudo isso para trazer Luz a consciências das pessoas da importância de olharem para dentro de si e começarem a se questionar. Todos precisamos mudar, nos entendendo e evoluindo nossas consciências para espalharmos amor. Não porque seremos julgados por Deus, mas porque essa é a mais alta verdade, a que envolve o bem maior.

Nós, os bilhões que estão apenas sobrevivendo, não podemos carregar o fardo de estarmos destruindo o planeta pois não somos nós que tomamos essas decisões, criamos leis e fazemos toda essa bagunça. Não, eu não faço parte desse grupo, mas acredito que a partir de agora temos é que exigir que quem faz parte desta “liderança” precisa ser consciente do estrago e do sofrimento que está causando para o planeta e que comece a mudar isso já.
Novamente, isso não é uma caça às bruxas, mas um movimento global de expansão da consciência, pois, se um vírus pode causar tanto pânico, imagine o que mais o planeta poderia fazer para se curar, se esse fosse o caso, que não acredito que seja. Isso é coisa do ser humano mesmo, com seu ego descontrolado e levando a separação ao extremo. E mesmo que isso seja da natureza, do planeta, é ele buscando seu próprio equilíbrio e devemos aceitar isso, entendendo de uma vez por todas que podemos fazer a nossa parte neste reequilíbrio sem que pessoas precisem morrer.

Você também pode gostar

Não existe super-população no planeta, mas desequilíbrio em todos os sentidos.

Não somos um vírus para o mundo pois Gaia nos ama profundamente, mas precisamos honrar esse amor e o devolver cuidando de nossa casa com profundo respeito e amor.

Somos, sim, bons e importantes para o planeta. Mesmo que não tenhamos raízes fincadas no solo como uma planta, somos feitos de tudo o que é oferecido pelo planeta e, assim sendo, temos que honrar nossa existência e toda a matéria que aqui existe, pois tudo veio da terra e para a terra voltará, pelo menos por enquanto.

Nós fazemos parte deste organismo planetário chamado Terra, e, se ele der uma leve chacoalhada, somos varridos de sua superfície, e pode acreditar, ele não tem arrependimento porque é só amor!

E você, o que acha disso tudo?

Comente, compartilhe e vamos expandir essa nova consciência de amor.

Gratidão.

Sobre o autor

Alexandre Lourenção

Alexandre Lourenção

Olá, meu nome é Alexandre e venho aqui compartilhar minha missão, que é levar as pessoas a sua melhor versão através da busca espiritual do despertar de consciências.

Hoje atuo como Terapeuta Intuitivo e Quântico, através de técnicas como Thetahealing e Quantum Being, além de ser instrutor oficial de ThetaHealing.

Minha essência e todo meu autodesenvolvimento é focado em mostrar caminhos que permitam às pessoas se desenvolverem em todas as áreas de suas vidas.

Minha formação em humanas inclui uma pós-graduação de Gestão de Pessoas com foco no Desenvolvimento Pessoal, e, desde 2016, atuo com ThetaHealing. Em 2018 iniciei minha formação como instrutor da técnica, e, nesse mesmo ano, fui convidado a participar da coordenação do maior núcleo de Atendimento Popular do Brasil no Instituto Thetahealing Brasil.

Em toda minha vida, busquei intuitivamente na metafísica e na espiritualidade, as respostas para o desenvolvimento das pessoas, e foi no Thetahealing que encontrei a conjunção perfeita de todo esse conhecimento voltado para o bem maior.

Entendi que através das ondas cerebrais theta, é possível não só acessar a totalidade de nossa consciência, que nada mais é do que pura energia, mas também identificar e modificar nosso sistema de crenças subconscientes, responsável por toda a nossa realidade.

Entendi também que tudo no Universo faz parte dessa mesma energia, dessa mesma consciência, e que, acima de tudo, não existe separação, apenas unicidade dentro de uma energia de puro Amor Incondicional.

Respondo ao chamado de levar Luz e Sabedoria para as pessoas, ajudando a transformar o mundo, uma pessoa de cada vez, e me conectei ao projeto Eu Sem Fronteiras levado pela Consciência Universal.

Sou grato a cada ser humano que assume seu poder pessoal.

Gratidão!

Contatos:

Email: [email protected]
Site: alexandrelourencao.com.br
Facebook: alexandre.thetahealing
Instagram: @alexandre.thetahealing