Autoconhecimento Convivendo

Família: o maior e o melhor tesouro que uma pessoa pode ter

Família unida e feliz
Luis Lemos
Escrito por Luis Lemos

Todo ser humano tem uma família, seja ela biológica ou social. A família é o primeiro grupo social do qual participamos. Nela aprendemos os fundamentos de uma vida saudável e feliz. Sem família, o ser humano seria um animal qualquer. A família nos humaniza!

A família é a base da formação e da socialização de todo ser humano. Nela aprendemos as regras de convivência humana. Aprendemos a respeitar o outro, o diferente. Em grande parte, devemos à família a formação do nosso caráter. Dessa forma, a família é o primeiro e o mais importante grupo social.

A família, por ser ponto inicial de formação humana, de socialização, seja a família tradicional ou nos vários modos como ela se apresenta atualmente, deve ser uma unidade de afeto, de amor, de paz, de respeito. O que adianta uma pessoa viver numa família tradicional e não ter os seus direitos garantidos?

Pai, filha e mãe em gramado sorrindo

As novas configurações de família se formam justamente porque as famílias tradicionais não conseguem viver o amor e o afeto em sua integralidade. Independentemente do tipo de família, seja tradicional, seja inovadora, o importante é viver no amor e no respeito mútuo.

A Constituição Federal de 1988 trata da Família no Art. 226, afirmando que “A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado. § 3º – Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento”.

Casal com filhos andando de mãos dadas
Você também pode gostar

O mundo mudou muito nos últimos anos e com ele o conceito de família. Por exemplo, desde quando o Supremo Tribunal Federal reconheceu a união estável para casais do mesmo sexo no ano de 2011, o conceito de família vem gerando grandes debates no país. Sociologicamente falando, família é o laço de amor e de respeito mútuo que se estabelece entre pessoas, independentemente do sexo.

Em suma, a família deve ser entendida como o núcleo no qual o ser humano é capaz de desenvolver todas as suas potencialidades individuais, tendo em vista o princípio da dignidade da pessoa humana, além dos princípios do Direito das Famílias. Enfim, a família é o maior e o melhor tesouro que uma pessoa pode ter.

Sobre o autor

Luis Lemos

Luis Lemos

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA); Graduado em Filosofia pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Bacharelado em Filosofia pelo Centro do Comportamento Humano (CENESCH).

Professor de Ciências Naturais na Secretaria Municipal de Educação de Manaus (SEMED/AM). Professor de Filosofia da Educação, Ética e Filosofia Jurídica na Faculdade Martha Falcão/Devry Brasil.

Tem experiência na área de Filosofia da Ciência, com ênfase em História da Filosofia, atuando principalmente com os temas: Educação, Ensino de Ciências, Epistemologia, Ética e Ética Profissional.

Autor dos livros: O primeiro olhar – A filosofia em contos amazônicos (2010); O segundo olhar – A filosofia em temas amazônicos (2012); O terceiro olhar – A filosofia em lendas amazônicas (2014); O homem religioso - A jornada do ser humano em busca de Deus (2016).