Autoconhecimento Psicanálise

Férias e dualidade

Sonia Reys
Escrito por Sonia Reys

Leitura agradável para as crianças que veem a oportunidade como bônus de meses de trabalho, por que não!?

Leitura conflitiva para os pais que se pegam aflitos com a responsabilidade de preencher esse espaço vago de seus filhos, muitas vezes com a dificuldade financeira e a afetiva, o tempo que lhes falta para contribuir exercendo seus papéis de cuidadores.

Sabemos que muitos ficam com seus avós e cuidadores, outros que moram em condomínios podem ter a opção de se unirem e contratarem um recreador.

Pensando em como auxiliá-los fiz uma breve pesquisa com crianças e para nossa surpresa o mundinho deles não é tão digital como pensamos…

Os olhinhos brilhando, a expressão de criatividade, as vozes que se embaralhavam na ansiedade de todos em contribuir, confesso que também fiquei muito emocionada.

Mini homenzinhos e mini mulherzinhas, eles me fizeram recordar o quanto crianças sonham, mas os chips dessa geração foram alterados para acompanhar os atuais desenvolvimentos. Neste momento lúdico me encantei com a responsabilidade e a sustentabilidade espontânea de suas reações, reforçando as palavras do Cristo:

Então disse Jesus: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas”.

Mateus 19:14

Crianças são luzes, bênçãos divinas nas nossas vidas, são joias preciosas, presentes de Deus, nos trazem o prazer e a alegria acompanhada de trabalho e responsabilidade. Como adultos é importante termos a consciência de que nossas crianças são dependentes e que se tornam adultos com valores se os ensinamentos forem sólidos, fruto do amor, do respeito, da disciplina e da proteção natural sem a falta ou o exagero que damos a eles.

Refletindo nessa experiência divina, forneço a vocês um liquido magico para limparem a lente do conflito com as sugestões colhidas por esses seres tão iluminados.

Atividades:

Quem disse que criança não tem responsabilidade?

– Arrumar a cama

– Dobrar e guardar o pijama

– Organizar seus brinquedos

– Independência para tomar banho

– Secar louça com a mamãe

– Dar os prendedores e as roupas na lavanderia

– Molhar o jardim

– Trocar a água e alimentar os animais! (mas nada de recolher as necessidades! Rsrsrs).

– Pegar o jornal para o papai

Coisas fantásticas para fazer sempre em família:

Little Girl In A Swimming Pool

– Ir ao cinema todos juntos

– Pedalar

– Visitar museus e parques

– Ter uma refeição em família

– Piquenique no parque

– Cine-pipoca em casa

Um dia de caridade:

– Separar roupas, sapatos, brinquedos e livros para doação (eles afirmaram o desejo de entregá-los a outra criança).

Atos de Sustentabilidade:

– Brincar de oficina com material reciclável

– Oficina de horta e jardim

Brincadeiras que podem e gostam de desempenhar:

kids playing hopscotch on playground outdoors

– Brincar com lego e quebra-cabeça

– Escolinha (reforçam de forma natural e lúdica as atividades escolares)

– Casinha (retratando o convívio familiar)

– Desenho e pintura (expandindo a criatividade)

– Sessão de leitura e rodízio de contador de história (estimulando a leitura e a fantasia)

– Desafios de piadas

– Vídeogame

– Um dia de master chef

– Torneio de futebol, queimada, peteca e vôlei

– Batata quente, pega-pega, esconde-esconde, passa anel, bambolê, amarelinha, elástico, pipa.

Vou parando por aqui, pois foram diversas sugestões, eu passaria um dia inteiro relatando, contudo, deixo com vocês a técnica ativa de criar e executar junto com seus filhotes uma agenda semanal para preencherem com a alegria, amor, carinho e de forma saudável esse roteiro tão esperado e desejado de férias!

Que vocês possam libertar a criança existente em seus corações e se lambuzar de divertimento em momentos simples e mágicos de companheirismo e amor incondicional, resgatando a criança existente em suas almas.

Boas férias!

Sobre o autor

Sonia Reys

Sonia Reys

Sou secretária de uma Clínica Médica e estou cursando graduação em EAD Gestão de Recursos Humanos, Formação em Psicanálise Clínica, e o Curso de Psicologia do Relacionamento Humano Individuação (tornar-­se pessoa). Experiência em Administração, Área Financeira e Relacionamento Humano (PNL).

E-mail: [email protected]