Convivendo

Frases que você não deve dizer ao seu filho

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Ospais possuem um papel fundamental na formação de uma criança. Isso porque o primeiro contato delas com o mundo acontece dentro da própria família, o que ajuda na formação da identidade da sociedade e na personalidade da mesma.

Por isso, você deve saber que tudo que diz para o seu filho, causa um impacto na vida dele, podendo assumir um aspecto negativo ou positivo. Toda a estrutura psicológica de uma criança é formada durante a infância. Por isso, é comum vermos adultos que possuem muitos problemas no relacionamento com outras pessoas e que não sabem lidar com os próprios sentimentos.

Veja algumas frases que você não deve nunca dizer ao seu filho:

1. “Engole esse choro”

Crianças devem aprender a lidar com as suas emoções. É muito comum que elas façam birra. Uma boa dica é que os pais tentem mostrar ao filho um caminho diferente e pedir que eles tenham calma.

2. “Isso não passa de um sonho, vá agora para o seu quarto”

Crianças, com idades entre cinco e seis anos, não sabem distinguir com destreza o que é sonho e o que é realidade. Por isso, se você disser que algo não é real, elas não irão entender com facilidade. O ideal nesses momentos é dizer que aquilo logo vai passar e tentar acalmá-lo.

3. “Não vai doer nada”

Mentiras não são saudáveis em qualquer que seja o tipo de relação estabelecido. Se você mente para o seu filho acaba quebrando a relação de confiança com ele. Por isso, o essencial é sempre dizer a verdade, por pior que seja ela.

4. “Você não consegue fazer nada certo”

Quando você faz esse tipo de crítica a uma criança que já tem uma alusão negativa de si própria, você acaba prejudicando a autoestima dela. E por possuírem suas táticas de defesa pouco desenvolvidas, tudo o que um adulto disser pode assumir um aspecto catastrófico na vida dela. Dizer que elas não fazem nada direito, que nunca vão aprender algo ou que são burras, fazem que elas passem a acreditar nessas fraquezas e se tornem indivíduos frustrados.

5. “Me obedeça, ou vamos embora! ”

Desde pequenas, as crianças devem aprender o que é autoridade e devem respeitar seus pais. Não por medo de perdê-los ou medo de sofrerem maus tratos. Chantagens e ameaças estão totalmente fora de questão.

Claro que como todo mundo, na hora da raiva, os pais acabam falando coisas das quais não gostariam e que podem se arrepender. Mas não se culpe se isso acontecer. Uma boa dica para não entrar em conflito é manter a calma e tentar estabelecer um diálogo com a criança, a fim de mostrar onde está o erro.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras. 

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]