Doutrina Espírita Espiritualidade

Guerra! A ferida que não cicatriza

Olhar ao redor e perceber a dor de tantas feridas abertas, corpos caídos, mães gritando buscando por seus filhos, crianças que mal aprenderam a andar verem seus pais em pedaços.

Como cuidar destas feridas?

Elas que marcam o universo, deixando um legado de sofrimento e dor.

Será que aqueles que se aproveitam destes momentos para enriquecerem ou mesmo sentirem-se superiores não percebem o mal causado?

As feridas do universo sangram, afetando a tudo e a todos.

A natureza responde a cada dor de maneiras mil, podemos sentir as vibrações de seu sofrimento.

Somos seres interligados uns aos outros e ao universo em que vivemos.

Não estamos isentos por estarmos longe, somos parte de um todo como uma laranja na fruteira ao lado de outra que está podre.

Adoecemos com isto e precisamos lutar para cicatrizar estas feridas.

O bálsamo para isto é o amor.

Amor nas palavras.

Amor nas ações.

Amor incondicional capaz de enviar luz em grande distância.

Ele pode mudar o mundo em que vivemos, mas para isto é preciso alimentá-lo diariamente.

Não subestime o menor gesto, até mesmo um simples “bom dia” pode ser um grande gesto para aquele que se sente só.

Lavemos a nossa alma desta tristeza e iluminemos ao nosso redor com a luz do Pai que vive em nossos corações.

O equilíbrio através da prece nos mostrará o caminho a seguir.

CONFIE, AINDA TEMOS ESPERANÇA.

Luz e paz.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Ivone Navas Munoz e Marcia Rubinatti

Ivone Navas Munoz e Marcia Rubinatti

Ivone Navas Munoz e Marcia Rubinatti são espíritas desde 1980 e 1988, respectivamente. Além de participarem ativamente da Doutrina, lecionam juntas há mais de 17 anos o Curso de Educação Mediúnica, primeiramente no Grupo Espírita Irmã Clara e atualmente no Grupo Espírita Irmã Diva, em São Caetano do Sul. Ambas fizeram seus cursos de formação através da Federação Espírita de São Paulo.

E-mail Marcia: [email protected]
E-mail Ivone: [email protected]