Transição Planetária

Integrando as nossas versões de alma

Desenho abstrato de uma silhueta de um homem em um fundo multicolorido.
rolffimages / 123RF
Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi

Amados! É tudo muito vasto e a nossa consciência limitada é a mais tênue versão da nossa Alma Superior, ou Super Alma, que também é apenas uma Faceta do Espírito. Esse, sim, é o denominado EU SUPERIOR, ou CENTELHA DIVINA, que é um Raio de Luz. O Raio de Luz que forma cada Espírito imortal é uma fagulha da FONTE, e essa é aquilo que denominamos de CRIADOR.

Você sempre esteve conectado com a Fonte Divina. Porém, como Espírito, desejou experienciar a vida no ponto mais distante dela, onde a Luz praticamente inexiste. Para que isso fosse possível, foi necessário desfragmentar o ÁTOMO-SEMENTE DIVINO.

Primeiramente foi dividido em Super Almas. Essas almas, ao sair da Fonte, ainda permaneceram ligadas a ela com toda a consciência, pois, mesmo estando fora do Sol Central Cósmico, as suas moradas estavam próximas aos Sóis Centrais Galácticos, onde a Luz ainda é muito intensa.

Mas você é um Espírito corajoso e se arriscou a ir mais longe. Então se subdividiu ainda mais: em vários Fractais de uma das suas Super Almas. Espalhou-se pelos Sistemas Solares que compõem a nossa Galáxia. E uma delas está nesse quadrante da Via Láctea. Nem todos os humanos são do mesmo Sistema Solar. Uns são Pleiadianos; outros são Arcturianos; há os Andromedanos; os Sirianos e de tantos outros Sistemas.

Entretanto o que é comum nos Seres da Terra é a experiência, a consciência e o aprendizado ao qual aceitaram se submeter. Todos desejaram experienciar como é a vida estando no mais pequeno Fractal da sua Alma Superior. Ao se decidir pela experiência, essa versão de Alma se dirige para um Planeta de Provas e Expiações, onde predomina a dualidade submetida ao véu do esquecimento.

Em tais mundos inferiores, vai como se nunca tivesse existido antes, uma vez que ele esquece quem é, pois a ligação com a Fonte é apenas um fio praticamente sem energia. O objetivo é criar e aprender com o resultado daquilo que cria. Esse Fractal representa apenas 1% ou 2% de sua consciência — não do EU SUPERIOR, mas de parte de Sua Super Alma, que, por sua vez, é também um Fractal do Espírito.

Silhueta de um homem de braços abertos em um local com água que espelha o céu.
Mohamed Nohassi / Unsplash

Passa, então, por um Planeta que ainda está envolto nas Sombras. Recebe um corpo de acordo com as energias daquele Planeta. Fica nesse corpo apenas um determinado tempo, suficiente para fazer algumas experiências dentro da dualidade, que também chamamos de BEM ou MAL. Ali as vibrações são baixas, ou seja, de Terceira Dimensão. Nesses mundos inferiores, esse pequeno Fractal da Alma precisa desencarnar, a fim de subir uma oitava dimensional e recuperar um pouco da sua consciência. Esse pequeno aporte lhe dá uma visão do seu passado próximo das últimas encarnações e também uma pequena visão do futuro que lhe reserva a próxima reencarnação.

Essa é a tão falada Roda de Samsara. As sucessivas encarnações se dão até que o Fractal de Alma tenha cumprido o aprendizado proposto. Entendendo perfeitamente as lições ministradas naquele Planeta inferior, esse Fractal será, então, integrado à sua versão de Alma mais elevada, e é a isso que chamamos de ASCENSÃO.

Porém os Planetas também evoluem constantemente. Quando eles atingem o Ponto de Transição, há uma incidência maior de Luz, o que provoca o despertar em massa desses Fractais. Mesmo assim, os que não conseguem são levados para outros Planetas ainda em Sombras, a fim de completar tal aprendizado. Foi o que aconteceu com Capela, por exemplo, que muitos vieram aportar aqui na Terra naquele tempo de Transição.

Imagem de vários planetas envoltos em uma nebulosa.
Miriam Espacio / Pexels

O mesmo acontece agora com o nosso Planeta. Estamos dentro da Transição Planetária. Há agora um despertar maior e também o exílio dos reprovados. São as normas pelas quais todos os Fractais se sujeitam.

Uma vez que esse Fractal está pronto por meio das suas experiências, ele se integra então à sua versão superior e começa a volta para casa. A cada etapa dentro dessa volta, ele integra em si mais consciência. É assim que ele lembra cada vez mais quem é. Lembra cada vez mais de seu passado, inclusive em outras Dimensões, outros Orbes, e outras Galáxias. Também começa a saber aquilo que ainda não aconteceu, pois, com a consciência mais alargada, o futuro é o agora.

Eu escreverei em breve um texto sobre a VOLTA PARA CASA. Nele tratarei de explicar mais sobre isso, pois nem todos conseguem entender esse processo. Por isso é aconselhável que cada um acolha a informação que ressoa em seu coração. Mais adiante, compreenderá que a escada precisa ser galgada degrau por degrau. Cada um no seu tempo.

Somos muito amparados. Muito mais do que podemos imaginar. Nas últimas semanas, estou sendo direcionado aos temas dessa ascensão e da volta para casa. É o final de um tempo, como já escrevi aqui tantas vezes. Relutei um pouco em colocar aqui escrito o tema, pois acreditava não ser ainda a hora, mas ontem surgiu na tela do meu computador uma canalização de Arcanjo Miguel publicada na página de Nair Aiko Luz. Nada é por acaso, e isso foi o sinal de que deveria publicar agora tais informações. E foi providencial, pois naquela canalização também me foram fornecidos alguns detalhes que ainda não estavam muito claros na interpretação sobre Universo, Multiverso e Omniverso.

Você também pode gostar

Em breve, colocarei aqui em forma de texto, como sempre, uma descrição detalhada do longo caminho que todos nós percorremos até aqui e como será a tal volta para casa. Lembrando que hoje ainda somos esse pequeno Fractal finalizando a experiência mais longínqua que um Espírito pode se determinar. Somente quando toda a experiência estiver completa, compreendida e assimilada é que ela pode ser integrada às versões mais elevadas de nós mesmos. Então essa versão, ao ser integrada com nossa contraparte superior, dá início ao retorno, ou seja, à volta para casa.

A Terra está sendo banhada por muita Luz. Cada dia mais! A Luz sempre vence! A Luz venceu! Mais um Planeta que atinge a maioridade! Agora a Terra também faz parte da Confederação Galáctica.

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi