Transição Planetária

Entendendo as dimensões

Foto de um oceano roxo, com o céu e a lua igualmente roxos. Há uma porta ao final e uma pessoa está passando por ela.
activedia / 123RF
Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi

Amados! A Transição Planetária nada mais é que a mudança de Dimensões à qual Terra e tudo o que há nela se submete durante essa fase. Vou colocar aqui, de uma forma bem didática, a fim de que todos possam entender um pouco mais sobre tal assunto, uma vez que os questionamentos são constantes.

Já foi dito antes que Terceira Dimensão – além de Quarta, Quinta e acima disso – não são lugares. São, na verdade, simbioses entre um estado vibratório de energia e um estado de consciência.

O Estado energético está relacionado ao Orbe, ou seja, ao mundo específico, seja um Planeta, uma Estrela ou outra Esfera Sideral qualquer. No caso da Terra, por exemplo, podemos incluir tudo o que há por aqui, como minerais, vegetais, animais, o próprio ar, a água, a luz solar etc. Essa parte energética determina o estado planetário numa condição que antes estava restrita à 3D e à 4D (Terceira e Quarta Dimensões).

Já o estado de consciência se refere, além de à consciência de Gaia, principalmente à consciência dos Espíritos que fazem parte da Terra, sejam encarnados ou desencarnados. Até há pouco tempo, os encarnados estavam condicionados às energias da Terceira Dimensão. Já os desencarnados ocupavam as faixas da Quarta Dimensão. Tudo o que havia na crosta da Terra também vibrava invariavelmente em faixas dentro da 3D.

As Dimensões são faixas muito largas, por isso podem ser divididas em muitíssimas faixas menores, que vamos denominar da seguinte forma, tomando por base a 4D, que é onde predomina a humanidade agora:

As primeiras faixas que adentram a 4D são chamadas de Quarta Dimensão Baixa. As faixas intermediárias, de Quarta Dimensão Média. Além dessas, as faixas mais elevadas são chamadas de Quarta Dimensão Alta.

Faço aqui uma ressalva: não é preciso morrer para estar na 4D. Estamos explicando que as Dimensões são frequências, não lugares. Por isso é que muitos encarnados conseguem, atualmente, lembrar do passado e antever o futuro; em breve, isso ficará bem claro para muitos de vocês. Isso também explica a melhora na comunicação com outros Espíritos, o que antes era muito raro.

Silhueta de um homem de braços abertos em frente ao mar.
Mohamed Nohassi / Unsplash

Se antes a Terra estava restrita à 3D e à 4D, os encarnados transitavam por diferentes faixas dentro da 3D. Já os desencarnados faziam o mesmo dentro da 4D. Ninguém, porém, podia transitar nas faixas de Quinta Dimensão, a não ser que fizesse a sua ascensão e, aí sim, podia sair da Terra e ir para órbitas pertencentes a Mundos mais elevados, de 5D em diante, situação que os desobrigava da roda das reencarnações.

Ah! Então é isso! Agora podemos entender por que as pessoas não são iguais em seu estado de consciência. Cada um está no seu degrau evolutivo, ou seja, numa determinada faixa, seja em qual Dimensão estiver. Assim, podemos agora descrever e entender, de fato, como se processa uma Transição Planetária.

Enquanto a Terra pertencia às Dimensões 3 e 4, sua vibração mais densa condicionava a humanidade a um Mundo de Expiações e Provas, pois uma consciência limitada não consegue a conexão com a FONTE e a coloca necessariamente em situações de dualidade, ou seja, na prática de atos e de ações que exigem resgates posteriores. Tal condição específica da Terceira Dimensão condicionava a consciência humana num limite ente 2% e 3% de sua capacidade real.

Por isso se dá a necessidade de existir a Quarta Dimensão como um apêndice do Planeta Terra. O Espírito encarnado necessitava passar pela desencarnação, a fim de que sua consciência, livre do peso da matéria, pudesse adentrar essa Dimensão superior, e, ao atingir uma faixa de consciência entre 15 e 20%, recapitulava as suas existências na matéria e podia projetar nova encarnação e novos projetos que o elevariam mais tarde.

Poucos foram os que ascensionaram dentro dessas limitações. Porém sempre houve possibilidades, mesmo que limitadas. Seguindo os Planos Divinos, a Terra chega ao fim deste longo Ciclo em que predominou a densidade limitada 3D e 4D. A partir de 2012, quando o quadrante da Galáxia ao qual pertence a Terra entrou definitivamente no Cinturão de Fótons, toda a energia subiu rapidamente. Como consciência planetária, a Terra subiu todas as faixas pertencentes à 3D e à 4D e sua vibração mínima não baixou mais da 5D.

Imagem do planeta Terra vista do espaço.
ActionVance / Unsplash

Iniciou-se, então, um período em que tudo se transforma por aqui. Já dissemos antes que os reinos mineral, vegetal e animal fazem essa adaptação naturalmente. Por consequência, a própria água, o ar, a Luz e tudo o mais já vibram nessas faixas dentro da Quinta Dimensão.

O problema maior está realmente dentro das consciências humanas, únicas consciências detentoras do livre-arbítrio, por isso as escolhas são individuais, não coletivas como nos demais reinos. Essa é a característica que determina quem está pronto (ou não) para fazer a sua ascensão. Há um pequeno prazo – ou uma espera – por parte do Alto, por isso essa espera é chamada de Transição. É um TRÂNSITO entre as múltiplas faixas vibratórias de cada Dimensão.

Se a Terra já vibra totalmente em 5D, não se pode dizer o mesmo por parte dos Espíritos. Aqui a mescla é grande. Mesmo que a Luz e as energias favoreçam, depende de cada um o alargamento (ou não) de sua consciência. São essas diferenças que colocam a humanidade, tanto encarnada como desencarnada, em verdadeiras “prateleiras” de variação energética.

A maioria dos encarnados muda de frequência a todo instante. Ora sobe, ora desce. Às vezes coloca os pés nas primeiras faixas de 5D, depois volta para faixas de 4D e também vai a faixas mais baixas. Isso faz lembrar os primeiros passos de um bebê que ensaia o seu caminhar. Estamos agora neste estado energético planetário.

Você também pode gostar

Na medida em que passam os dias, a Terra vai se elevando. Hoje ela já vibra totalmente na 5D e acima, atingindo picos de 6D e de 7D. Ela vai subir mais, até se estabilizar numa faixa entre 5D e 9D. Essa frequência posicionará definitivamente a Terra como Mundo de Regeneração.

Também será a faixa vibracional das consciências humanas que herdarão essa Nova Terra. Serão Dimensões variáveis entre a 5D e a 9D, pois haverá evolução constante no Mundo de Regeneração. Certo é que não haverá Provas nem Expiações, mas o aprendizado não cessa.

Ao atingir a vibração 5D, o homem elevará a sua consciência para um patamar de 79% a 80%. Vai poder expandir ainda mais, na mediada que possa vibrar em 6D, 7D, 8D e 9D, atingindo, então, a plenitude de sua consciência, ou seja, chegar aos 100%. Por isso é que os corpos físicos dos humanos na 5D até a 9D serão mais ou menos idênticos aos de hoje. Muito mais sutis, porém, como uma versão melhorada.

Acima da Décima Dimensão, aí sim, o Espírito não terá mais um corpo como conhecemos hoje. Perderá praticamente toda a densidade ainda existente e se transformará em corpo de Luz. Será também a partir daí que a sua consciência não terá mais limites. Até lá, aprenderemos muita coisa que hoje nem sequer podemos imaginar. Então vamos nos ater àquilo que nos é permitido saber.

Foto de nuvens com a luz do sol saindo por elas.
Marcus Dall Col / Unsplash

Também houve uma mudança muito grande na Quarta Dimensão, a partir de 2012. Aquilo que entendíamos por meio da codificação da Doutrina Espírita de Kardec, que, por sinal, foi o Consolo da humanidade encarnada, agora está mudando rapidamente. Mesmo o desencarnado, o Espírito, está passando por uma série de adaptações de acordo com essas mudanças, pois o tempo urge! Não é mais como era até aqui. Na medida em que as informações serão liberadas, tentaremos colocar mais sobre esse assunto, pois é importante para aqueles que ainda terão que desencarnar. E até para consolo dos familiares que aqui ficam.

Lembre-se de que a Transição é um período de mudança de faixas vibracionais, não somente de energias, mas, acima de tudo, para nós, Espíritos, uma mudança de consciência. E aí está todo o diferencial. Cada um está na sua faixa. E também cada faixa está dentro de cada Dimensão. Quem não sair da 3D não entrará nas faixas de Quarta Dimensão. E quem já está na 4D e não sair de sua vibração também não adentrará as faixas de Quinta Dimensão. Há um tempo para isso. Ao final desse tempo, porém, tudo estará sacramentado.

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi