Espiritualidade Xamanismo

IxiCacao, do prazer a medicina, do Brasil para o mundo

Grãos de cacau e uma vasilha contendo cacau em pó.
hiphoto40 de Getty Images / Canva
Escrito por Bruna OM

Um ser, um fruto, uma árvore, uma vida… Quantos nomes e ramificações podemos dar a essa dádiva sagrada, que brota na terra para curar, saciar e manter um ser vivo, tanto quanto um humano, um animal, um vegetal e tantas outras manifestações coexistentes em um eco sistema.

Podemos, sim, dizer que ele é uma ferramenta de evolução, além de alimento, bem como seus princípios medicinais são imensos em todas as suas formas de consumo, seja como fruta, chocolate, bebida, rapé e quem sabe alguma outra reverberação.

Mais antigos que a nossa própria espécie, na antiguidade ela sempre foi reconhecida como planta de cura e usada em rituais de povos e tribos como afrodisíaco e instrumento de conexão com os deuses.

Em especial, a deusa do cacau sempre foi vista e adorada como deusa da fertilidade, de união e de cura com o amor; em todos como unidade, fertilidade como espécie, na vida e em suas infinitas possibilidades.

Uma estatueta de IxCacao.
Reprodução / ATELIÊ DE POESIA / Elo 7

Sua ordem e sua profecia vêm da linhagem maia, pois esse povo recebeu sua energia, reconhecendo seu poder e divindade. IxCacao honrou e abençoou muitos seres, indiscriminadamente, fazendo com que eles pudessem profetizar para o futuro seu retorno em essência para os seres humanos, em sua história, em meados do fim dos tempos, da nova era, de toda transmutação real e natural que sempre aconteceu na Terra.

A deusa do chocolate viria a ser um dos resgates para os seres, possibilitando que, com o decorrer das eras e com a perda da conexão com a natureza e seus princípios, por meio desse elemento as pessoas pudessem a vir clarear suas visões e seus conceitos sobre a vida e os humanos.

Visto que, com o germinar dela em todas as áreas de nossa vida pessoal e como espécie, podemos observar a nitidez de todo o propósito dessa energia feminina que se manifesta em um alimento, que cura e nutre todos os seres. Nós, em meados do fim dos tempos e da nova era, percebemos que tudo o que foi devastado e separado vem de uma força única que deixou de se equilibrar em sua oposição por mera ganância e poder, sendo que a glória vem do equilíbrio.

Como as coisas têm de ser como são, depois de uma negatividade tão grande, olhando por uma única vertente há tanto tempo, só mesmo uma deusa e uma força tão grande para alerta, modificar e transmutar situações e pessoas com sua simplicidade e sua nobreza, além de seu poder místico esperado e almejado.
Uma força que brota do Brasil, uma terra prometida, em toda sua história, miscigenação, nesse princípio de equilíbrio, uma busca pelo meio, no meio da história e de todo erro, entre seres e espécies, o poder e a glória ainda importam.

E como suprir toda essa ânsia, essa fome espiritual, essa conexão com os deuses? De uma forma simples, em essência, a deusa se manifesta em energia pra quem crê e cultiva sua força com mantras, canções, oferendas florais, poemas, inspirações do amor da luz e da mata, que germinam e florescem a cada instante e não podem parar.

Uma mulher de braços erguidos à beira de uma praia.
sultancicekgil de Getty Images Pro / Canva

Portanto, na verdade, ela se manifesta, na cura, no prazer, no êxtase, na dádiva e no fruto para todos, mas só é vista e age em quem se entrega.

E a rendição é apenas o começo a quem está nessa busca, nesse desejo, porque a partir daí chega o merecimento, a consciência, o mindfullness. Na verdade, estamos todos buscando nosso stopmind e nosso openheart. A deusa age no coração, na oposição do que a gente vê há tanto tempo com razão e sem emoção. O avesso, o espaço para surtar, o encontrar quem realmente somos diante de tantos rótulos e aspirações.

O honrar os animais, seus guardiões, toda a floresta encantada que contribuem para reunir toda essa energia. A Bahia e sua força, os orixás, todos os seres que trabalham física e espiritualmente para que toda essa magia aconteça, para que a deusa possa existir entre nós e agir com seu trabalho e sua luz. Hoje vemos um movimento mundial ao redor do cacau.

O seu poder e o seu benefício são reconhecidos no mundo inteiro, em pequenos grupos, e vêm sendo divulgados cada vez mais. Além de toda a força da natureza mística que vem dele, hospitais como o Albert Einstein divulgam em suas salas de doação de sangue o poder benéfico do cacau para o coração e humor de forma física e científica. Na linha holística, é comprovado seu teor para o chakra cardíaco, expandindo o êxtase e a alegria de viver.

Podemos nos aprofundar em chás, chocolates, drinks, em todo seu teor afrodisíaco natural. Quando em comunhão com toda a intenção em devoção à deusa, toda a conexão é potencializada.

Como deusa da terra, era vista em uma sociedade matriarcal, na qual o papel feminino é cuidar da terra. Ela sente que sua responsabilidade é garantir a abundância do povo, além de, devido à sua força materna, querer e almejar o povo seguro.

Mãos depositando terra num solo terroso.
7raysmarketing de pixabay / Canva

Com o patriarcado, a ganância e a destruição em evidência, como nos dias de hoje, vemos a mesma luta do passado no presente, ao buscar a energia do amor e da fertilidade, quebrando toda desigualdade social, todo sofrimento, visto que o caminho do meio e do equilíbrio confere cura e esperança a todos que buscam e acreditam!

IxCacao, de origem maia, em sua essência significa simplesmente Ix, como energia feminina divina, sua simplicidade “pequenina”, um nome carinhoso usado nos tempos antigos. Mulher cacao.

E todo esse resgate de energia feminina se faz no mundo tanto em homens quanto em mulheres. Significa um novo olhar de sociedade e de vida, como no período matriarcal em que já vivemos. Não que tenha que ser igual, mas novo, sim, um novo caminho de equilíbrio, que se reflete em todas as espécies, que, em comunhão, se cura e se abençoa, prospera. É um horizonte fértil para todos.

A gratidão de poder encontrar o poder e a glória por meio da simplicidade da vida, e em nada de surreal que criamos nos últimos tempos, reconhecer a força da terra como nossa mentora, do caminho de volta para casa, que, apesar de muitas, é uma só.

As cerimônias que acontecem hoje em dia podem ser coletivas, normalmente com outros elementos, como música e dança, ou individuais. Até mesmo astrais apenas, com a percepção e a aceitação. 

Você também pode gostar

Compartilhar essa sabedoria que se faz viva em nós permite que essa força germine por onde andarmos, levando esperança e amor a todos os povos e o florescer da deusa em nós, em entrega e gratidão.

Namastê,

Que todos os seres sejam felizes.

Sobre o autor

Bruna OM

Na busca do autoconhecimento e da cura, encontrei em minha jornada pessoal um caminho de coração para o trabalho e a pesquisa do ser humano.

Nunca me identifiquei com a superfície das coisas, portanto esses portais e essas ferramentas encaminhados do astral me propõem a caminhar sob uma perspectiva que realmente faça sentido diante de uma observadora profunda.

Acreditar em energia nos faz expandir nossos horizontes. Sentir e lidar com esse tipo de abordagem nos torna mais reais sob nossas possibilidades e, finalmente, temos a oportunidade eficaz de humildemente nos transformarmos e continuarmos nossa história!

Quando encaramos toda nossa vida e cada ação e pensamento como um trabalho pessoal de evolução, o fluxo se torna mais harmônico, então você encontra a ferramenta terapêutica essencial para o seu processo e, por fim, você caminha em direção à 5D integra e permanente!

Somos convidados a entrar em comunhão com o trabalho coletivo, tratando o nosso pessoal para reverberar na natureza, curando, assim, todos os seres.

Em relação às práticas integrativas, medicina familiar, saúde preventiva, body mind, permacultura e agrofloresta, a técnica que precisa vem com um chamado, vem a cada tempo para as questões com as quais é preciso lidar naquele momento. Você só precisa se abrir.

É com muita gratidão que compartilho neste portal meus insights, com o âmbito de gerar um fluxo de informações holísticas que façam um link com o que vivemos, uma ponte com outros irmãos queridos que também partilham. A energia é muito boa com essa troca.

Fico à disposição de qualquer pessoa que chegar até mim em busca de atendimentos ou para cursos pessoais e coletivos. Sou pesquisadora, ativista verde e quântica, terapeuta corporal, escritora e artista independente manifestando a essência em suas infinitas possibilidades.

Quando lidamos com energia, somos um livro aberto, então não tenho nada a esconder...

Email: conexaomiragaia@gmail.com
Páginas: Casinha na Árvore III
l União Pangeia
Facebook: bruna.sol.7
Instagram: @entrebm