Mitologia grega

As 7 deusas gregas

Estátua da deusa Afrodite segurando um espelho.
Iurii Kuzo / 123RF
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Se você já ouviu falar sobre divindades adoradas pelas pessoas que moram na Grécia e admiradas por todo o mundo, já tem alguma noção sobre Mitologia grega. Presente em filmes, séries, livros e até poemas, ela é caracterizada por um conjunto de narrativas que trazem seres divinos como protagonistas. São essas histórias que explicavam fenômenos da natureza, por exemplo, para os gregos da Antiguidade.

É importante ressaltar que a Mitologia grega não é uma religião, ainda que envolva figuras divinas. Ela é como lenda – ou folclore. São histórias contadas por um povo e que se espalharam pelo mundo, conquistando a atenção de todos. Se você quer saber mais sobre esse mundo incrível da Mitologia grega, acompanhe-nos!

Uma parte fundamental da Mitologia grega são as suas deusas. É comum que uma pessoa muito bonita seja chamada de deusa grega, visto que a imagem delas foi construída a partir de padrões de beleza vigentes na época. Por incrível que pareça, esse padrão de beleza ainda é vigente: mulheres brancas, magras, sem pelos e com a pele lisa.

Apesar disso, as deusas gregas são muito mais do que só a aparência. A história que existe por trás de cada uma e as virtudes que elas apresentam são muito mais interessantes do que a sua forma física. A seguir, conheça as mais importantes deusas da Mitologia grega!

Mulher Atena

Quadro "O combate de Ares e Atena" onde mostra Ares no chão, e Atena com escudo em pé em frente a ele.
Jacques-Louis David (1771)

Atena nasceu da cabeça de Zeus, portanto, na mitologia, ela representa a sabedoria e a astúcia. As mulheres de Atena são bastante inteligentes, racionais e dedicam boa parte de suas vidas ao trabalho e ao desenvolvimento intelectual. Elas também costumam dar bastante atenção à justiça social e à política, e têm grandes chances de assumirem cargos de chefia e/ou liderança.

As moças que tem essa Deusa interior costumam valorizar bastante a cultura intelectual, por isso normalmente se relacionam com pessoas que também gostem um bom ‘papo cabeça’.

Mulher Afrodite

Na mitologia, Afrodite nasceu de Urano, senhor do céu, depois que ele foi castrado e o seu sêmen caiu no mar. Apaixonada, essa Deusa representa o amor e a beleza e costuma se entregar aos seus desejos.

As mulheres de Afrodite, portanto, adoram se apaixonar e vivem intensamente cada relacionamento. Elas têm uma grande tendência a decepções amorosas e intrigas românticas, principalmente porque costumam não medir as consequências de suas atitudes quando estão encantadas por alguém.

No trabalho, as mulheres regidas por esta Deusa acabam seguindo carreiras artísticas, como pintura, dança, canto, artes cênicas, moda e artesanato.

Mulher Perséfone

Quadro "O Destino de Persefone" onde a deusa está ao lado de um homem e de dois cavalos.
Walter Crane (1877)

Perséfone foi uma Deusa que viveu entre o mundo subterrâneo e a superfície. E, por isso, ela representa as mulheres do mundo espiritual, voltadas às questões internas do ser humano. Ela rege a mediunidade, as experiências místicas e a intuição.

As mulheres de Perséfone são ligadas com a espiritualidade e têm a tendência de serem sensitivas e mediúnicas. Elas costumam ser mais introspectivas e valorizar a reflexão e a observação.

Mulher Ártemis

Estátua dourada de Ártemis, carregando flechas em uma bolsa em suas costas.
Pixabay/Moonchild73

Ártemis é, na mitologia, a Deusa das selvas, da mata, uma exímia arqueira e caçadora. Ela representa a liberdade e a natureza e rege as mulheres livres e aventureiras.

Entre todos os outros arquétipos femininos, o de Ártemis contém as mulheres que mais seguem seus instintos e desejos, principalmente porque não costumam dar importância para o que os outros pensam sobre elas. Essas mulheres normalmente não têm medos de desafios, e por isso gostam de esportes e são extremamente independentes. Elas também costumam ser adeptas de estilos de vida alternativos e se engajar em campanhas feministas.

Mulher Deméter

Na mitologia, Deméter foi encarregada por Zeus de cuidar dos campos e zelar pela colheita fértil. Ela representa, portanto, a mãe da terra. As mulheres Deméter são verdadeiras mãezonas que adoram cuidar dos filhos, da família e dos amigos.

Essas mulheres costumam se sentir completas e felizes com os afazeres domésticos e com a participação integral na criação dos filhos. Elas também costumam ser superprotetoras e têm um apego grande aos animais, plantas e pessoas necessitadas.

Você também pode gostar

Mulher Hera

Na mitologia, Hera foi a rainha do Olimpo, responsável por manter as tradições. Ela é, por natureza, controladora e centralizadora. As mulheres regidas por esta Deusa costumam ser ótimas para organizar tudo ao seu redor. Elas também são muito ligadas com a família e ao casamento. E, por isso, sabem lidar muito bem com os afazeres domésticos e a carreira profissional.

As mulheres de Hera costumam ser ótimas líderes, sempre bastante poderosas. São facilmente ligadas com as tendências e adoram seguir regras e fazer com que os outros também sejam assim. Elas só precisam tomar cuidado com a predisposição ao autoritarismo e com a falta de paciência ao serem contrariadas.

No relacionamento amoroso, essas mulheres costumam procurar parceiros parecidos: ambiciosos, poderosos e ligados aos padrões sociais.

Mulher Héstia 

Na mitologia, Héstia se recusou a casar, por isso permaneceu virgem durante toda a sua vida. Nesse sentido, possui um sentimento de integridade em si como mulher. Héstia, no entanto, não valoriza o poder, destacando pelo sua calma e paciência.

As mulheres como Héstia possuem mais amigas do que amigos, se interessando por assuntos mais profundos e intelectuais.

Prefere um casamento tradicional ao relacionamento casual, não tendo o sexo como algo de suma importância. De fato, não sente a necessidade da presença masculina para se sentir completa. Gosta de cuidar do lar e ter autonomia para tomar suas próprias decisões.

Costuma dar muita liberdade aos seus filhos, dando aquilo que eles precisam para serem independentes.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]