Mitologia grega

As 7 deusas gregas

Estátua da deusa Afrodite segurando um espelho.
Iurii Kuzo / 123RF
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Se você já ouviu falar sobre divindades adoradas pelas pessoas que moram na Grécia e admiradas por todo o mundo, já tem alguma noção sobre Mitologia grega. Presente em filmes, séries, livros e até poemas, ela é caracterizada por um conjunto de narrativas que trazem seres divinos como protagonistas. São essas histórias que explicavam fenômenos da natureza, por exemplo, para os gregos da Antiguidade.

É importante ressaltar que a Mitologia grega não é uma religião, ainda que envolva figuras divinas. Ela é como lenda – ou folclore. São histórias contadas por um povo e que se espalharam pelo mundo, conquistando a atenção de todos. Se você quer saber mais sobre esse mundo incrível da Mitologia grega, acompanhe-nos!

Uma parte fundamental da Mitologia grega são as suas deusas. É comum que uma pessoa muito bonita seja chamada de deusa grega, visto que a imagem delas foi construída a partir de padrões de beleza vigentes na época. Por incrível que pareça, esse padrão de beleza ainda é vigente: mulheres brancas, magras, sem pelos e com a pele lisa.

Apesar disso, as deusas gregas são muito mais do que só a aparência. A história que existe por trás de cada uma e as virtudes que elas apresentam são muito mais interessantes do que a sua forma física. A seguir, conheça as mais importantes deusas da Mitologia grega!

Atena

Deusa da sabedoria, da arte e da guerra, Atena é um dos nomes mais populares quando falamos em deusas gregas. Ela é conhecida por ser uma grande estrategista, o que lhe confere vantagem em qualquer batalha, ainda que não tenha tanta força física. É aqui que está o principal diferencial da deusa.

De acordo com a Mitologia, ela é filha de Zeus, o deus mais poderoso. Quando a mãe dela estava grávida, Zeus soube por um oráculo que a filha seria mais poderosa do que ele. Com medo de perder sua hegemonia, ele devorou a esposa e, consequentemente, Atena. Porém, depois de algum tempo, ele sentiu uma forte dor de cabeça. De dentro dela saiu Atena, já adulta, com toda a força de que precisava para acompanhar seu pai.

Afrodite

Deusa do amor, da beleza e do sexo, Afrodite é o nome daquela que sempre está associada ao belo. Por ser tão bonita, ela atraía os olhares de outros deuses, e até mesmo dos mortais, o que causava, em uma sociedade patriarcal, a rivalidade com outras deusas. Inclusive há histórias de que ela seria uma rival de Hera, que você conhecerá em breve.

Imagem da estátua da deusa Afrodite
Romanbabakin / Canva

A Mitologia grega conta que Afrodite nasceu do encontro do céu com o mar, quando Urano (deus do céu) teve seu aparelho reprodutor arremessado ao mar por Cronos (deus do tempo). A espuma que se formou desse ato trouxe Afrodite à vida, e o nome dela significa justamente “oriunda da espuma”. Para os romanos, ela recebe o nome de Vênus.

Perséfone

Deusa da agricultura, das estações do ano e dos mistérios do submundo, Perséfone é a deusa que pode surpreender qualquer um. Mesmo sendo filha de Deméter – uma deusa que irá aparecer em breve –, ela chamou a atenção de Hades, deus do submundo. Fascinado pelos encantos da jovem, ele sentiu que deveria raptá-la para ter uma companhia no mundo dos mortos.

Segundo a lenda, quando Hades a raptou, Deméter caiu em uma tristeza profunda, o que fez com que toda a terra se tornasse infértil e os dias se tornaram escuros. Com um acordo, Perséfone poderia retornar para a mãe por um período do ano, quando faria sol, calor e as terras se tornariam férteis novamente. Assim surgiram as estações do ano!

Ártemis

Deusa da caça, da vida selvagem e da Lua, Ártemis é um exemplo de força e altruísmo. Além disso, ela é também a deusa dos partos e das crianças. A explicação para essa segunda função de Ártemis está na sua história, que vai fazer o seu coração bater mais forte.

Imagem da estátua da Deusa Ártemis
Sislavio / Getty Images / Canva

Quando Ártemis nasceu, a mãe dela enfrentava um parto muito complicado. Ártemis, recém-chegada ao mundo, identificou o sofrimento da mãe e a ajudou a parir Apolo, seu irmão. Para agradecer-lhe, o pai da deusa perguntou o que ela gostaria de fazer. Ártemis pediu para caminhar livremente pela floresta e nunca se casar. E foi isso que ela fez!

Deméter

Deusa das terras férteis, da agricultura e das estações do ano, Deméter é mãe de Perséfone e foi de suma importância para os mortais. Segundo a Mitologia grega, ela teria ensinado as pessoas a coletar os alimentos que plantavam. Inclusive, o trigo é uma planta associada e dedicada a ela.

Imagem da estátua da deusa Deméter
PeterHermesFurian / Getty Images / Canva

O mito de Deméter se une ao de Perséfone, visto que foi ela quem sofreu com o sequestro da filha. Se não fosse pelo acordo de Zeus com Hades, pedindo que Perséfone retornasse ao mundo dos vivos por um período do ano, todas as terras teriam continuado inférteis, devido à tristeza de Deméter.

Hera

Deusa do casamento, da monogamia, de todas as deusas e rainha do Olimpo, Hera é um dos nomes mais importantes da Mitologia grega. Acredita-se que, até o nascimento de Afrodite, ela era a deusa mais bonita entre todas, o que fez com que ela se casasse com Zeus, deus de todos os deuses.

Como se sabe, Zeus teve uma série de relacionamentos extraconjugais, tendo filhos com muitas outras deusas. Por causa disso, Hera era insegura sobre o relacionamento, o que transparecia na forma de ciúmes e planos de vingança contra as amantes de Zeus. É por esse motivo, também, que afirmam que Afrodite era sua grande rival.

Héstia

Deusa do lar, do fogo e da construção, Héstia é o que se pode chamar de uma mulher simples, ainda que fosse divina. Ela não se destacava em batalhas e não quis se casar ou se envolver romanticamente com homens, ainda que Poseidon e Apolo tenham tentado seduzi-la. O maior talento da deusa era a construção.

Você também pode gostar

Por ser filha de Cronos e Reia, ela foi engolida pelo pai, como ele fez com os outros filhos, até que Zeus nasceu e libertou todos eles. Héstia foi a última a ser libertada e viveu como uma mulher divina doce, gentil e distante de qualquer tipo de conflito. Assim, na maioria das vezes, ela é representada com um ramo de flores em uma das mãos.

Aprender mais sobre as deusas gregas é uma forma de compreender como funcionava a mentalidade de um povo muito tempo atrás e quais ideias permaneceram com o tempo. Tendo conhecido cada uma das deusas que selecionamos, você já deve ter percebido que a beleza é só um dos atributos dessas mulheres divinas, não é? Então desperte a deusa que há em você e valorize suas qualidades!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br