Energia em Equilíbrio

Mantenha suas boas energias

Mulher sentada praticando yoga em frente a duas casas cercadas pela natureza e por uma piscina.
Ivete Costa
Escrito por Ivete Costa

Para este medo que aterroriza, paralisa, confunde a mente e congela as emoções, não existe uma causa definida. É um agrupamento de sentimentos sufocados, crenças, padrões, memórias e fragmentos de outrora. Situações internas que não servem mais e que precisa ser extravasado, se revelar, para serem transformadas em uma nova realidade.

Você pode começar fazendo uma lista respondendo às seguintes questões:

  • Eu sinto medo de quê? De quem?
  • O que eu acredito que sou?
  • O que penso e sinto sobre as pessoas?
  • O que espero e penso sobre o futuro?

Responda sinceramente, sem julgamentos. Quanto maior a sinceridade, maior a possibilidade de você perceber as crenças, os sentimentos e padrões que estão modelando a sua vida. Leia em voz alta. Observe as suas reações físicas durante a leitura. Reflita sobre as vantagens e desvantagens na sua forma de pensar, sentir e agir dos últimos anos.

Homem sentado no topo de uma montanha, observando o horizonte.

O que você quer mudar? Comece a mudança pelo mais fácil.

Fortaleça a fé. Lembre-se, você não está sozinho. Conte com o apoio, o acolhimento e o amparo dos que te amam – visíveis e invisíveis.

Paradas estratégicas durante o dia para observar a entrada e a saída do ar pelas narinas ajudam muito. Determinar com perseverança a imagem. Imaginar que estão sendo desmanchadas, como se fossem pedra de açúcar na água, e depois eliminadas pela urina. Este pode ser um caminho para dissolver emoções cristalizadas de medo.

Silhueta de um homem de costas com os braços abertos em direção ao Sol.

Despertar o poder de realização. Está inseguro e não confia no teu poder de realizar e transformar. Comece aos poucos, devagar. A necessidade de aprender, superar e obter nova oportunidade para realizar, o fez ser gerado, nascer. Este é o maior poder de realização, do qual nos esquecemos. Distanciamo-nos da força motriz, da confiança, da certeza de conseguir.

Da convicção de que nunca estivemos sós. Temos um plano a cumprir. Este plano não foi imposto. Não estamos condenados e sim predestinados a realizá-lo. Abandonar o sentimento de vítima, pessimismo, acomodação e procrastinação, para renascer das próprias cinzas um novo ser.

O que precisa ser feito em sua vida agora?

Veja-se em um círculo. Você está no centro deste círculo. Imagine que é o campo da sua vida. O campo contém as áreas de: trabalho, finanças, relacionamento amoroso, social, família, espiritualidade, saúde e corpo.

Olhe para cada área, sem críticas ou julgamentos, e pergunte a cada uma delas: “O que você precisa neste momento?”.

Mulher de costas sentada em um banco observando a paisagem.

Aquiete a mente e ouça sua sabedoria interna. Para o teu espírito realizar o plano de vida precisa de uma morada (corpo), forte, resistente, dinâmico, ativo. Cuide da sua saúde com boa alimentação, atividade física, fortalecimento emocional e paz mental.

Existe um receio natural diante das mudanças, do novo. Mesmo se houvesse garantias de que do outro lado da porta existe luz, o fluir natural da luz, como não podemos ver além dessa porta, o receio em abri-la é natural. Por isso, precisa de decisão determinada.

Já sabe qual é a sua chave, já está bem de frente à porta.

Mão aberta com uma chave na palma.

A vida na situação atual perde o sentido porque não importa mais, não oferece mais aprendizados. Não oferece também mais conquistas, nem visão clara de um futuro porque bem à frente está a porta, ela é simbólica, mas existe uma energia que separa os ciclos evolutivos e está aí.

Você também pode gostar de:

Ao tomar a decisão de viver uma nova vida, os obstáculos que não são reais desmoronam. A força envolve e abastece outra vez o teu corpo e te projeta para a nova caminhada, precisa decidir, manter firme e ativa a decisão.

Segura nas mãos de Deus e vai! Precisa procurar a paz, fechar as portas para as situações externas e reencontrar, reconectar com sua força espiritual.

Mulher com a cabeça baixa e as mãos em oração no meio de um parque ensolarado.

Está se desgastando muito com as indecisões, inseguranças e medos. Sempre que houver medo de prosseguir, do momento novo, da verdadeira transformação, só você conhece as forças capazes de te deter e justificar essa possível desistência. São essas forças que você vai atrair. Reflita sobre isso antes de se irritar.

Observe se, inconscientemente, está sendo movido pelo orgulho. Por orgulho, está com medo do que os outros vão pensar ou falar. Por orgulho, está com medo dos julgamentos dos outros e dos próprios julgamentos.

Tem crenças de que se essa situação está acontecendo assim é por falha, por negligência, irresponsabilidade. Assume totalmente a culpa. E mais ocultamente, acredita que por causa disso, precisa de punição.

Pessoa com os braços encostados em uma varanda em frente a uma floresta.

Precisa se render, deixar cair todo esse peso, sair por cima de todos esses destroços, respirar mais leve e aliviado, olhar para a frente, para o amplo e claro, só assim vai conseguir refletir com melhor lucidez. Vai perceber também que praticamente toda a pressão insuportável que está sentindo não é dos outros, nem de fora, é de suas próprias cobranças internas.

O único motivo que bloqueia o desenvolvimento, seja qual for o nível, é a mente presa ao passado.
Como vai caminhar para a frente se quem determina nossos passos é a mente que está puxando para trás?

Há dois caminhos para você prosseguir: ou liberta a mente do passado e isso se faz por meio do conhecimento e vigília constante ou liberta o espírito das prisões da mente e isso se faz através da meditação. A própria mente presa quer soluções difíceis, complexas, de impacto, e fica procurando por elas, fica inventando, mas isso apenas mantém esse ciclo de crenças limitantes.

Feche as portas por onde entram as trevas. Não se deixe sozinho. Seja tua boa companhia constante.

Auto-observação para filtrar o que você se permite absorver: “Sim, isso eu quero.”; “Não, isso eu não quero.” – sejam pensamentos, sentimentos ou ações próprios ou dos outros.

Abraço fraterno!

Sobre o autor

Ivete Costa

Ivete Costa

Atuando na área terapêutica há mais de 20 anos em atendimentos individuais, grupos e consultoria, utilizando as técnicas de Psicossíntese, Cognitivo-Comportamental, Constelação Sistêmica, Coaching Integrado, dentre outras. Coautora dos livros: ‘Quais de Mim Você Procura’, ‘Mães Empreendedoras’ e ‘FETRANSPAR - 25 anos’.

Contatos:
Email: [email protected]
Site: ivetecosta.com.br
Facebook: ivetecostaterapias
Instagram: @ivetecostaterapias