Convivendo

Mitos e verdades sobre trabalhar com o que ama

“Encontre um trabalho que você ama e nunca vai precisar trabalhar um dia”, diz uma dessas famosas frases de autoajuda que vemos em livros e páginas nas redes sociais que falam sobre mercado de trabalho e vida profissional. Mas será que é simples assim?

Para começo de conversa, é possível que todo mundo trabalhe com algo que ame? Será que amor e trabalho deveriam mesmo se misturar? Para ajudar você a pensar a respeito dessa afirmação que já faz parte do senso comum há tanto tempo, preparamos um guia com 5 mitos e 5 verdades a respeito de trabalhar com o que se ama.

1 – É possível trabalhar com o que ama – verdade

Uma mulher usando um notebook. Ela senta na areia e está sorrindo.
evgenyatamanenko / 123RF

Sim, é perfeitamente possível trabalhar com o que você ama. Muita gente se sente presa ao seu posto atual ou à graduação que fez na faculdade, mas há uma vida inteira para descobrir o que ama fazer e tentar encontrar uma maneira de transformar isso numa profissão lucrativa. Reflita sobre o que você ama e sobre como pode transformar isso em trabalho!

2 – Todo mundo vai poder trabalhar com o que ama – mito

O problema é que nem todo mundo vai conseguir aliar estas duas coisas: amor e trabalho. E tudo bem! Nem todo amor precisa se transformar em trabalho. Nem todo mundo que ama séries vai conseguir se tornar ator, roteirista, crítico ou algo assim. Mas o que vale, às vezes, é simplesmente ter um amor na vida, o que ajuda a dar sentido até ao trabalho.

3 – Trabalhar com o que se ama não é questão de mérito – verdade

Muita gente acha que se esforçar muito é sinônimo de sucesso. Mas sabemos que nem sempre é assim. Privilégios, oportunidades, contatos e até mesmo sorte, para quem acredita, podem mudar a carreira de alguém. Então não deve se sentir frustrado aquele que vem tentando há anos aliar amor e trabalho, mas esbarra em questões que estão fora do seu controle.

4 – Quem trabalha com o que ama só faz aquilo de que gosta – mito

Imagine que você ama escrever livros porém odeia as Ciências Exatas. Aí escreve um livro de sucesso, começa a vender, precisa imprimir novas cópias, o dinheiro vai entrando, saindo… e o ódio às Ciências Exatas em meio a esse tanto de conta? Nem todo trabalho feito por amor é só por amor! Na maioria das vezes, inclui tarefas “chatas” também, e tudo bem! Faz parte.

Uma mulher asiática sentada próxima a uma mesa. Ela morde um lápis em gesto de raiva.
JESHOOTS.COM / Unsplash

5 – Mesmo amando o trabalho, vai haver dificuldade – verdade

Crises econômicas, problemas que você não sabe resolver, habilidades que você ainda não tem… Como dito no tópico anterior, nem só de amor vai viver o trabalho feito a partir do amor. Então dificuldades vão surgir, e é importante que você se cuide para que elas não superem esse sentimento forte que o liga ao seu trabalho.

6 – É ruim que nossa realização não venha do trabalho – mito

É vendido para nós, desde sempre, a ideia de que devemos ser realizados na vida profissional, mas nossa realização pode vir de muitos lugares: estudo, relacionamentos, família, filhos, hobbies… Às vezes, ter um trabalho “mais ou menos” para poder ter acesso ao que amamos de verdade tá tudo bem!

7 – Transformar hobby em trabalho é certeza de sucesso – mito

Você ama fazer massagens, já fez cursos de massoterapia e decide se lançar nisso! Dois meses depois, os clientes ainda não apareceram, e você mal consegue pagar os custos da sala… Pode ser que demore algum tempo para que o seu hobby dê retorno financeiro, ou pode ser que ele não dê — e tudo bem, porque se você ama fazer isso, vai ter todo tempo livre do mundo para fazer, à parte, um trabalho “comum”.

8 – Às vezes, os amores mudam – verdade

Par de botas visto de cima, situado no asfalto.  À frente, letras em branco que comportam a palavra "change" e uma seta indicando avanço.
boarding1now / 123RF

Você já deve ter amado uma pessoa com toda a sua força, e, tempos depois, essa paixão simplesmente sumiu, não é mesmo? E isso pode acontecer em todas as áreas da vida. Muitas vezes, começar uma faculdade ou uma profissão pode fazer todo sentido, mas, anos depois, mostra-se uma escolha não tão acertada — faz parte, e lembre-se: sempre é tempo de recomeçar!

9 – É ótimo quando vida pessoal e profissional se misturam – mito

Para algumas pessoas, pode ser verdade, mas não é assim para todo mundo! Muita gente gosta de chegar em casa após o expediente e simplesmente não pensar mais em trabalho até o dia seguinte, enquanto outros gostam de trabalhar até mesmo deitados na cama, no começo e no fim do dia. Cada um é cada um, e ninguém está errado!

10 – Experiência vale tanto quanto vontade – verdade

Você já não ouviu falar (ou até mesmo viveu isso) de relacionamentos que chegam ao fim ainda que o casal se ame intensamente? Muitas vezes, só o amor não é suficiente para sustentar uma relação, e o mesmo vale para o trabalho. Experiência, estudo, capacidade e habilidade são tão essenciais quanto a vontade de fazer esse amor dar certo na mistura com o trabalho. Então ame, mas se prepare também!

Você também pode gostar

Se você é uma das pessoas que conseguiram aliar trabalho e amor, valorize esse encontro raro e busque se esforçar para manter essa harmonia entre os dois. Mas se você é daqueles que não conseguem aliar essas duas coisas, não desanime: há muito amor fora da vida profissional para ser explorado por aí!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br