Convivendo

O Nada que é Tudo

Sunrise on the lake. Early morning landscape. mist on the water forest silhouettes and the rays of the rising sun.
Deise Aur
Escrito por Deise Aur

Do nada viemos e para o nada voltaremos.

O nada, tudo contém e dele tudo vem, em tudo está contido! No nada somos o todo. O todo em nós é nada! Ser nada é ser tudo! Não é tudo ou nada, mas sim: nada e tudo, simultaneamente. O nada se manifesta no nascimento, existência e morte. O Nada sempre é!

Habita na eternidade, é a nossa origem e finalidade! O nada é silêncio, caos e mistério. No nada encontramos a paz e transcendemos o que é transitório.

Ser nada é libertador e nos desperta do que é ilusório. Pois no nada vivemos a leveza do ser! Do nada surge o amor e se manifesta sendo o que é: pura energia, vida, criação e transformação. Gerando tudo: construção, destruição e renovação! No nada o espírito descansa e regozija! No nada o ser é preenchido pelo todo! O todo não precisa ser algo. Pois ele é tudo e também nada! No silêncio sentimos o não existir, o vazio, o nada! Simplesmente, sendo o que somos: o nada que é tudo! Sendo nada nos integramos ao todo…

Sobre o autor

Deise Aur

Deise Aur

Meu nome é Deise Aur. Exerci a carreira de professora, primeiro de alfabetizadora, depois de professor de História, até me aposentar.

Em sala de aula procurava despertar nos seres humanos a sensibilidade para a arte, filosofia, mística e psicologia. Atualmente, faço isso através das mídias digitais.

Tenho diversas áreas de interesse, focando vários temas como Vida, Veganismo, História e Moda.

Gosto de escrever, expressando inquietudes e anseios que habitam na nossa alma e traduzo em palavras, utilizando minha sensibilidade, principalmente, com relação à espiritualidade e também aos sentimentos humanos.

Contatos:

Sites:

deiseaur.blogspot.com.br

veganpelavida.com.br

historia-dinamica.blogspot.com.br

E-mail: [email protected]

Youtube: Canal Deise Aur