Autoconhecimento

Mulher: Bem-Vinda aos 40, a Melhor Fase da Sua Vida!

Mulher de meia-idade rindo, com os cabelos ao vento, em frente a um rio em um dia ensolarado.
Geise Machulek
Escrito por Geise Machulek

Poucos meses após completar 41 anos, conclui o último item daquela listinha de sonhos e planos que a gente faz quando é adolescente. Não, eles não seguiram a ordem que eu imaginava, alguns vieram de surpresa, outros foram arduamente trabalhados e o último, pasme, estava entre aqueles que eu classificava como praticamente impossível de ser alcançado. Então, último item da lista ok, mas e agora?

A sabedoria popular diz que a vida começa aos 40 e o IBGE publicou no ano passado que a expectativa de vida da mulher brasileira é de 79,9 anos, então quer dizer, teoricamente, que chegamos à metade do caminho.

Se você chegou agora aos quarenta, saiba que a outra metade do caminho está bem à sua frente, pronta para ser trilhada, desembrulhada e saboreada da melhor maneira possível, porque agora você tem um bônus poderoso na bagagem: Experiência. A mesma que nos fez falta aos 20 ou 30 anos, naquelas decisões que mal sabíamos nós, iam realmente mudar o curso de nossas vidas.

Mulher adulta usando maiô e com os cabelos presos de frente para a praia.

A melhor fase da vida é aquela que você está vivendo agora. Você já passou por muita coisa e chegou até aqui: Então Viva a (sua) vida!

Agora é como ter uma folha em branco, onde você pode escrever ou desenhar o que desejar. O que gostaria de fazer e ainda não fez? Mudar de emprego? Viajar? Casar? Estudar? Ter filhos? São tantas possibilidades que não caberiam aqui, cada um sabe dos desejos e sonhos do seu coração.

Conheço mulher de 40 que está bem feliz porque descobriu uma nova profissão e, ao mesmo tempo conheço mulher que está bem feliz no mesmo trabalho há anos, segue uma carreira estável e não mudaria por nada.

Você também pode gostar

Já vi mulheres que descobriram o amor aos quarenta e poucos anos, outras que comemoraram bodas de prata nessa mesma fase e mulheres que dizem estar muito bem solteiras e apenas na flor da idade.

Eu conheço mulheres de 40 que escolheram não ter filhos, mulheres que só aos 40 anos conseguiram realizar o sonho de ser mãe pela primeira vez e mulheres que nessa idade já eram avós de vários netos.

Seja qual for o seu projeto, saiba que não está tarde para coisa alguma, é hora de começar, recomeçar e é também o momento de encerrar ciclos que precisam ser fechados. Que de agora em diante seja igual à música tema do Rock in Rio, que embalou nossa geração:

Mulher adulta sorrindo enquanto olha para baixo e apoia a mão sobre uma parede.

“Se a vida começasse agora, se o mundo fosse nosso outra vez e a gente não parasse mais…”

Seja grata ao passado e as lições que aprendeu entre cada tentativa, erro e acerto. Está tudo bem, exatamente como deveria estar e vida que segue!

Convido-te a reescrever-se a partir daqui e isso inclui dar mais atenção a sua qualidade de vida: fazer aquele check-up que porventura já adiou várias vezes e definitivamente, deixar de lado aqueles hábitos que prejudicam sua saúde, sua mente, seu corpo, seu sono ou sua paz de espirito. É hora de tomar postura quanto ao que deseja fazer para envelhecer da maneira mais saudável possível, cada caso é um caso, às vezes o que serve para uma pessoa não serve para outra e isso se aplica também a outras esferas da vida, sem dúvida alguma.

Mulher escrevendo em um caderno sobre uma mesa de madeira, ao lado de uma xícara de café e um croissant.

Ahhh…sobre a minha listinha? Já tenho outra, claro, outros planos, desejos e sonhos que já começaram o ano a todo vapor, adaptando e fazendo ajustes sempre que necessário e isso inclui eleger prioridades, ter paciência, perseverança e fé, um pouquinho a cada dia.

Se quiser compartilhar comigo como se sente, ou algo sobre a chegada dos 40 anos, sinta-se a vontade. Um grande abraço!

Sobre o autor

Geise Machulek

Geise Machulek

Nutricionista, terapeuta corporal, mestre em psicologia, pós-graduanda em nutrição clínica, ortomolecular, biofuncional e fitoterapia.

Uma aprendiz de cerâmica manual, fotografia e restauro de antiguidades, amante das coisas simples da vida. Autora do livro “Autoimagem Corporal”, Editora NEA (Novas Edições Acadêmicas), e “Antologias Poéticas”, Editora Beco dos Poetas e Câmara Brasileira de Jovens Escitores (CBJE).

Contatos:

Email: geisedeoliveira@gmail.com
Site: panaceiaagridoce.blogspot.com/