Espiritualidade

O desespero das forças trevosas

trevas
Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi
Amados, vocês aprenderam que toda fera fica agitada e agressiva quando alguém ou algo mexe com ela ou a tira da zona de conforto.

Tudo o que há na Natureza foi colocado lá para que os humanos se espelhem e aprendam com isso. Ao observar as coisas em seu estado natural, sem a interferência da mão humana, pode-se conhecer muito mais do que a mente pensante e barulhenta é capaz.

Temos aqui no Planeta Terra todas as condições e subsídios para o aprendizado da nossa consciência. 

Podemos conviver em harmonia com tudo e todos, desde que sejam respeitados os limites e as normas de convivência.

Vamos fazer uma comparação e depois chegaremos ao título deste texto.

A convivência pode ser pacífica ou tumultuada, entre o homem e os animais, dependendo muito mais do homem do que deles. Em seu estado natural, tudo é perfeito. Essa harmonia faz parte do objeto da criação divina.

O homem, possuidor da razão e de uma consciência criadora, pode arquitetar coisas e situações baseadas nos seus pensamentos. Tais pensamentos podem ser bem-intencionados ou não.

Pelo seu livre pensar e agir (livre-arbítrio), pode o homem cometer erros que fatalmente trarão consequências funestas mais adiante. Perde-se com tais atitudes por caminhos tortuosos, demandando muito tempo para a sua recapitulação. Durante esse tempo perdido nas curvas da vida, convive-se entre as forças do mal e em zonas de Trevas. Faz parte do grupo de Espíritos encarnados e desencarnados que se comprazem no mal. São as feras humanas que podem causar perigos aos que caminham na estrada da retidão. Assim como entre os animais, sempre há aqueles que representam perigo e ameaças às outras espécies. Cria-se assim duas correntes: uma é a caça e a outra o caçador.

trevas

Desde que os Espíritos começaram a encarnar na Terra, a humanidade foi seguindo um projeto divino de aperfeiçoamento. O objetivo final é a lapidação do Espírito dentro de uma conduta ética e moral, mesmo com as adversidades, com os enfrentamentos e as facilidades de desvios do caminho, oferecidos pelas atrações do Ego, do orgulho e do poder sobre os outros.

Comparando com a natureza, entre os animais mansos e pacíficos, podemos conviver com eles e até interagir no cotidiano. Criamos laços amistosos e de camaradagem. Podemos brincar com eles e, mesmo que muitas vezes os incomodamos a bel-prazer, eles continuam amistosos e servis.

Entretanto vai mexer com uma fera! Vai “cutucar” uma onça! Vai mexer com o ninho de marimbondos! Invada o território onde reina um animal feroz! Como se diz por aí: “entrar em um ninho de cobras”. Com certeza, quando mexemos com os animais ferozes, eles mostram a sua verdadeira natureza hostil. Fatalmente, irão se revoltar e nos atacar.

Assim está acontecendo com os Espíritos trevosos encarnados e desencarnados. Os desencarnados já não conseguem mais atingir os humanos despertos, pois a Luz está formando uma aura protetora e, como um campo magnético ao seu redor, torna muito mais difícil a sua ação.

Dessa forma, as Trevas usam os humanos (Espíritos encarnados) que se comprazem no mal e mantêm uma afinidade condizente com os desencarnados, para atingir a parte da humanidade que está semeando a Luz. As pessoas do bem estão sendo alvo de todos os tipos de ações malévolas na tentativa de desestabilizar a ordem que está conduzindo a humanidade para a Ascensão Espiritual.

O mundo espiritual que comanda o Umbral Baixo, cujo domínio as Sombras sempre detiveram, nos últimos anos sofreu uma incidência de Luz cristalina tão forte que destruiu a Grade que os protegia. Acuados pela força da Luz, eles se sentiram ameaçados. Tentaram reagir como sempre o fizeram, mas não obtiveram sucesso dessa vez.

trevas

Com o avanço das Forças Celestiais, toda a superfície da Terra foi declarada Território da Luz. Incontáveis exércitos extraterrestres ocuparam posições aqui e neutralizaram todas as ações das Trevas. Essa ação também possibilitou que o Mundo de Agharta, ou seja, a civilização intraterrena, também possa vir à superfície.

Essas duas forças, uma que vem dos orbes extraterrestres e a outra do interior da Terra, estão fazendo uma força terrível sobre as Trevas, chamada de Compressão. Isso provoca reação nos comandos das Sombras, pois os obriga a sair de seus esconderijos. Antes, tinham a vantagem de se esconder no escuro, agora a Luz os descobre. No desespero que precede a rendição final, estão forçando os seres humanos que se comprazem no mal a agirem também no extremo limite de suas maldades.

Todo esse caos e esse tumulto que estamos vendo por aí é o reflexo da situação atual, do mundo ainda oculto para a maioria. Não é de se impressionar com as atitudes destemperadas de certas pessoas. É só olhar para os acontecimentos no dia a dia, alguns se tornam cada vez mais desprezíveis. Cada dia vemos de forma cada vez mais clara o posicionamento de cada um. Nota-se claramente o posicionamento daqueles que estão seguindo o caminho do bem e daqueles que persistem em seguir o caminho do mal (trigo e joio).

A fera acuada vai reagir! Podemos ter surpresas até com pessoas bem próximas de nós, mas todos se manifestarão.

Em 2018, como é um ano de recomeço, será o ano em que as pessoas tomarão assento em suas cadeiras definitivas. Haverá poucas possibilidades de mudanças lá adiante. Apenas uma parte da humanidade, aquela que ainda está em cima do muro, terá alguma chance de escolher o caminho da direita ou da esquerda, depois de 2018. A grande maioria se definirá ainda neste ano.

A reação tempestuosa daqueles que resolveram seguir as trevas está demonstrando exatamente como tudo se define rapidamente! Alguns chegam às raias da infantilidade. Acreditam piamente que os demais são idiotas e que irão se deixar enganar pelas suas mentiras e falcatruas. Não sabem que a Luz está filtrando tudo e ninguém mais será enganado! Nada mais poderá ser escondido. Não há como! Não há lugar em que a Luz não chegue!

Em virtude disso tudo, a recomendação é que nos mantenhamos na Paz e na compaixão. O amor e o Perdão compõem uma energia de altíssima vibração que, além de nos proteger das forças trevosas, ainda pode contribuir para transformar todos aqueles ainda passíveis de transformação.

Observar e não tomar parte na contenda que nos querem envolver, apenas observar! Enviar amor, pois é o que eles menos possuem.

Devemos compreender que a batalha está no seu ponto final. Já está decidido o resultado. São os últimos e derradeiros gritos das Trevas querendo intimidar pela imposição da força… Uma força que julgam possuir, mas que não existe mais.

A LUZ JÁ DECRETOU QUE A TERRA ESTÁ LIVRE DAS SOMBRAS PARA SEMPRE! É uma questão de tempo para acomodar a poeira dessa grande batalha final que tivemos a honra de participar e vivenciar nessa atual encarnação.

A LUZ VENCEU! Aceitem e se deixem envolver pelo amor, criaturas amadas, irmãos nossos que sempre preferiram o caminho das Sombras! Encarnados e desencarnados, é chegado o momento da rendição! Baixem as armas e aceitem o acordo que selará a Paz na Terra! Só há dois caminhos: ou aceitam, ou o exílio os espera!

Eu sou Vital Frosi e a minha missão é o esclarecimento!

 

Você também pode gostar de outro artigo deste autor. Acesse: Mudanças energéticas da Terra – Continuam os sintomas

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi