Autoconhecimento

O mito de Teseu e Minotauro: mais que uma história

Estátua do minotauro
Luigi Lovato / Getty Images / Canva
Escrito por Eu Sem Fronteiras

As histórias fantásticas que ouvimos e que contamos têm a capacidade de nos ensinar lições. Contos de fadas, fábulas e mitologia grega são alguns dos exemplos de narrativas que buscam trazer uma explicação para diversos fenômenos e acontecimentos que fazem parte da vida, e que refletem maneiras de ver o mundo, dependendo do local onde foram criados.

Pensando especificamente na mitologia grega, cada uma das histórias tornou-se mundialmente famosa. Vemos reproduções delas em séries, em filmes, em programas de televisão, em livros e até na moda. É provável que você até conheça uma delas de cor ou que alguém próximo a você já tenha tirado alguns minutos para compartilhar essas crenças gregas no meio de uma conversa.

São tantas as histórias que é até difícil lembrar de todas, mas saiba que você pode aprender cada uma com paciência e de maneira aprofundada. A seguir, você vai conhecer o mito de Teseu e Minotauro, e vai descobrir qual é a lição que podemos aprender com essa história. Surpreenda-se e compartilhe com quem você conhece!

Conheça os personagens do mito

Antes de conhecer o mito de Teseu e Minotauro, você deve conhecer os dois protagonistas dessa história. Teseu é um herói ateniense que não faz parte do Olimpo. Filho de Egeu, rei de Atenas, e de Etra, ele se tornou um homem dotado de grande força, mesmo sendo mortal. É justamente por esse motivo que os feitos do herói são tão exaltados.

Estátua de Teseu em Atenas
Araelf / Getty Images Pro / Canva

Por outro lado, Minotauro é uma criatura mágica que é representada como um homem que tem a cabeça e a cauda de um touro. Ele nasceu da união entre Pasífae, esposa de Minos, rei de Creta, e do Touro Cretense, enviado por Afrodite para provocar um castigo a Minos. Minotauro se alimentava de seres humanos, e precisou ser escondido em um labirinto para que a população pudesse viver em paz.

Teseu e Minotauro

Agora que você já conhece o protagonista e o antagonista do mito grego de Teseu e Minotauro, vamos aprender sobre a história que envolve esses dois. Como vimos, Teseu era um homem forte, filho de um rei, que conquistou a atenção da população ateniense por suas habilidades. Por outro lado, o Minotauro foi aprisionado em um labirinto porque se alimentava de seres humanos, e era um risco para o povo.

A segurança que o labirinto proporcionava, no entanto, começou a ser ameaçada. Minos definiu que a população deveria pagar tributos para ele, que eram sete homens e sete mulheres, a serem devorados pelo Minotauro. Muitos soldados tentaram matar a criatura no labirinto, mas nenhum deles obteve sucesso. A única esperança era Teseu.

A filha de Minos, Ariadne, ficou sabendo da força de Teseu e da capacidade do herói de matar criaturas mágicas. Então, quis ajudá-lo no momento em que ele entraria no labirinto para vencer o Minotauro. Entregou-lhe uma espada e um novelo de lã para que ele se guiasse pela linha na hora de sair do local.

Estátua da luta de Teseu e Minotauro
AlexSky / Pixabay / Canva

Com a própria força e com o auxílio essencial do Fio de Ariadne, Teseu foi capaz de entrar no labirinto, combater o Minotauro e vencê-lo. Depois disso, ainda conseguiu sair da sequência de estradas e trilhas onde estava, trazendo paz e segurança para o povo de Creta.

A lição por trás do mito

Em muitas histórias de heróis, acreditamos que apenas um homem é capaz de vencer uma criatura ou de superar um inimigo que já matou milhares. Porém, no mito de Teseu e o Minotauro, vemos que a ajuda de Ariadne é um ponto importante para o triunfo do herói. Mesmo sem a força bruta, a princesa utilizou a inteligência para encontrar uma maneira de facilitar a saída de Teseu do labirinto, além de fornecer a arma que ele deveria utilizar.

A partir disso, verificamos que um ato heroico não depende de uma só pessoa ou de apenas uma habilidade. É um conjunto de qualidades e de um esforço coletivo que permite que alguém faça algo grandioso e benéfico para a maioria. O mérito de Teseu não pode ser questionado, mas precisamos lembrar de quem está por trás do herói.

A mitologia grega pode nos ensinar lições preciosas, e a história de Teseu e o Minotauro é um exemplo disso. Com ela, aprendemos que um herói não precisa agir sozinho para promover o bem coletivo, e que mulheres, mesmo que não tenham a força física, podem usar da astúcia e da inteligência na resolução de um problema. Continue aprendendo sobre esse universo e se atualize!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br