Convivendo

O que é Girl Power?

Letrinhas formando a palavra "Girl boss"
Sincerely Media/Unsplash
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você já deve ter reparado que cada vez mais os movimentos feministas vêm ganhando força, assim como cada vez mais as mulheres se empoderam e lutam pelos seus direitos na sociedade. Na chamada “quarta onda do feminismo”, a frase “Girl Power” tornou-se praticamente um slogan da luta das mulheres pela sua independência e pela sua liberdade de expressão e voz! Mas, por mais que essa frase tenha se popularizado no mundo inteiro, poucas pessoas sabem o que ela verdadeiramente significa e, muito mais do que isso, o que ela representa para o mundo feminino e a carga histórica que possui na sua representatividade.

Para fugir das modinhas e se inteirar no verdadeiro significado do empoderamento feminino e todas as suas vertentes, hoje, nós, do Eu Sem Fronteiras, lhe explicaremos tudo sobre “Girl Power” e mostraremos o papel que essa simples frase exerce e deve exercer! Confira o artigo e admire-se!

O que significa Girl Power

Mulheres unidas uma ao lado da outra
RF._.studio/Pexels

“Girl Power” é uma frase extremamente famosa que está na linha de frente de inúmeros movimentos feministas. Essa expressão é utilizada para representar o poder feminino, a autossuficiência e a independência da mulher. A frase enfatiza um fenômeno cultural que ocorreu entre a década de 1990 e o começo dos anos 2000, e possui ligação com a terceira onda dos movimentos feministas.

Girl Power “viralizou” e se tornou popular por meio das Spice Girls, ainda na década de 1990, mas as mulheres desse grupo foram muito criticadas e acusadas de terem feito uma versão “fraca” e comercial de um movimento já criado por outras pessoas.

Uma “Girl Power” é uma mulher que diz o que pensa, faz o que quer, não se cala diante das opressões e nem das desigualdades impostas pela sociedade machista. Essa garota poderosa não hesita em lutar pelo que quer e exerce diariamente a sua liberdade e os seus direitos, discordando de quem precisar discordar.

O que é empoderamento feminino?

Mulher usando salto com meias
CoWomen/Pexels

Muitas pessoas confundem o empoderamento feminino com o feminismo, e, por isso, é válido ressaltar que eles são duas coisas diferentes! De forma resumida, o feminismo é um movimento que dissemina a ideologia da igualdade política, social e econômica entre todos os gêneros. O empoderamento feminino é definido como um conceito ou consciência coletiva que define as iniciativas e ações que têm como o objetivo fortalecer todas as mulheres, delegando poder a elas em todas as áreas da sociedade e ainda desenvolvendo a igualdade.

Esse empoderamento é um dos resultados do movimento feminista e, mesmo que eles se unam em uma determinada vertente, são conceitos totalmente distintos. Deste modo, se empoderar é tomar posse de si, é ter poder sobre si mesmo e tomar conta da sua capacidade de realizar todas as mudanças precisas para que seja possível se desenvolver e evoluir em qualquer âmbito social: nesse caso, estamos falando das mulheres.

Você já deve ter visto algumas mulheres intituladas como empoderadas, e isso significa que elas reconhecem a sua capacidade e, a partir dessa percepção sobre o próprio poder, agem para mudar o cenário em que vivem ou desejam viver.

Quais são os sete princípios do empoderamento feminino?

Mulher escrevendo em um caderno e sorrindo
Gustavo Fring/Pexels

No ano de 2010, foram lançados sete princípios do empoderamento feminino pela ONU, com o objetivo de praticar os seus planos para que se tenha um mundo mais evoluído e melhor. São eles:

1. Liderança: determinar uma liderança em âmbito corporativo em um alto nível para a igualdade entre os gêneros.

2. Oportunidades iguais, sem discriminação: tratar homens e mulheres de forma igualitária e justa no ambiente de trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e lutando contra a discriminação, mas apoiando a inclusão.

3. Segurança, saúde e não violência: garantir segurança, saúde e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham em uma empresa.

4. Educação e capacitação: proporcionar educação, capacitação, desenvolvimento profissional e formação para as mulheres.

5. Progresso empresarial: criar um desenvolvimento empresarial e fornecer os meios necessários para que as mulheres se empoderem nas práticas de marketing.

6. Liderança e engajamento: propiciar a igualdade por meio de iniciativas e defesas comunitárias.

7. Acompanhamento e resultado: acompanhar, medir e divulgar os relatórios dos progressos com o intuito de atingir a igualdade entre os gêneros.

Desde essa publicação da ONU, 10 anos se passaram e ainda é preciso aplicar e ressaltar esses princípios. Mas o empoderamento feminino está presente no mercado de trabalho quando determinadas empresas decidem adotar medidas políticas que extinguem qualquer tipo de preconceito que possam atingir as mulheres. Mas, além disso, ele se faz presente no dia a dia quando uma mulher fala à outra: “Aceite o seu corpo como ele é, pois ele é lindo e seu!”, ou “Você deve acreditar em si mesma, você pode o que quiser”.

Como praticar o empoderamento feminino?

Mulher com os braços para cima
Tirachard Kumtanom/Pexels

Se você for uma mulher, saiba que aplicar o empoderamento no seu próprio ser é muito mais simples do que imagina! O primeiro passo para empoderar-se é olhar para si mesma de uma forma mais tranquila e sem julgamentos. Trabalhe a sua autoconfiança, se fortaleça e aposte nas suas ambições. A realização dos seus sonhos e desejos só dependem de você! Entenda que ninguém nessa Terra tem o direito de dizer o que você pode ou não pode fazer. Só você sabe de si mesma, só você sabe o que já viveu, o que vive e o que ainda anseia viver.

É preciso desconstruir um padrão criado e imposto desde o nascimento, em que as meninas crescem acreditando que são menos importantes ou simplesmente menos do que os homens. A verdade é que tanto uma mulher quanto um homem têm a mesma capacidade de fazer qualquer coisa. Sabemos que a construção psicológica gerada pelo abafamento da voz e pela anulação de ações que a sociedade impôs e impõe à mulher podem nublar a certeza da capacidade do poder feminino e a percepção da mulher diante do seu próprio ser. Por isso, é preciso despertar a “Girl Power” existente em si para que a vontade de parar seja menor do que a de vencer.

Você também pode gostar

Quando empoderada, você entenderá que a sua importância é muito maior do que você imagina. O empoderamento feminino serve para que as mulheres entendam que o mundo é delas e que elas podem o que quiserem e quando quiserem! Esse conceito se torna cada vez mais importante para que a sociedade valorize e proporcione a igualdade de gênero e de direitos em todas as áreas da vida humana.

Compartilhe esse artigo com as pessoas que você conhece que precisam entender um pouco mais sobre “Girl Power” e empoderamento feminino. Esses assuntos são de extrema importância para que o mundo possa evoluir e se tornar um ambiente seguro e igualitário para todos os gêneros.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]