Convivendo

O que é o movimento Compro de Quem Faz (CDQF)

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

As pessoas estão tão acostumadas a comprarem de empresas que vendem os produtos embalados e prontos, que não refletem sobre o impacto que estas mercadorias podem ocasionar no seu dia a dia. Algumas preferem até pagar mais caro do que comprar de alguém perto, e acabam não contribuindo com o comércio local.

Mas você sabe o que significa CDQF, ou melhor, ‘Compro de Quem Faz’? É um movimento que busca incentivar aquelas pessoas que fazem seus próprios produtos para comercializar, como os artesãos e artistas, por exemplo.

Contribuindo para um mundo mais sustentável

O movimento Compro de Quem Faz tem vários objetivos, desde ajudar a refletir sobre o consumo excessivo, promover a economia criativa na região, aumentar a consciência sobre a sustentabilidade, até incentivar para que as pessoas produzam suas próprias coisas.

Quantas vezes você não comprou algo que poderia ter comprado de alguém que mora na sua região? Ajudar a pessoa na divulgação do seu trabalho, auxiliar a comunidade e ainda contribuir para este movimento que é a favor de uma economia colaborativa são algumas das vantagens.

Em um momento de consumo excessivo, da obsolescência dos materiais e da falta de reflexão de grande parte das pessoas sobre os produtos que compram, nunca é tarde para repensar como é o seu envolvimento com os materiais que adquiri e qual valor dá a eles.

Muito mais que um estilo, é uma escolha

No site do Compro de Quem Faz há um manifesto explicando a importância de comprar produtos de alguém que fez com suas próprias mãos. Os quatro tópicos abordados são: pessoal, estilo, poderoso e nacional.

É pessoal porque você vai valorizar o trabalho daquele que fez e não foi explorado, por exemplo, por uma grande corporação. É um estilo porque é uma forma de enxergar o mundo, e você apoia o estilo de vida desta pessoa ao exercer essa profissão. É poderoso porque é uma alternativa de compra que gera um impacto nacional e ajuda a fortalecer o seu bairro, cidade e país. Mais alguma dúvida de como é bom optar por comprar de quem faz?

Como iniciar?

Preste atenção nas feiras que há na sua cidade, sejam nas praças ou eventos. Dê uma olhada para aquelas pessoas que estão comercializando algo que elas mesmas produziram, seja o artesanato, produtos orgânicos, alimentos, brechós, roupas customizadas e por aí vai.

Comprando de quem faz você estará ajudando as pessoas, valorizando o seu trabalho e, consequentemente, trazendo bons resultados para o seu bairro. Você também estará diminuindo os impactos na sociedade, pois deixa de comprar de uma grande indústria que, na maioria das vezes, explora os seus trabalhadores.

Os benefícios são inúmeros, e você vai perceber que o seu comportamento também irá mudar. Afinal, colaborar com o outro, e ainda conhecer, é muito melhor do que comprar algo que você não sabe como foi feito, qual a mão de obra utilizada, recursos usados, etc. O que achou? Que tal começar logo a comprar de quem faz?


Texto escrito por Angélica Fabiane Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]