Comportamento Convivendo

O que fazer com as máscaras depois da pandemia

Imagem de fundo vermelho e sobre ela duas máscaras de proteção facial contra a Covid-19. Elas estão dispostas uma sobre a outra.
Anastasia Gepp / Pixabay
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Desde quando as autoridades de saúde definiram que era indicado utilizar máscaras de proteção para sair de casa e para encontrar outras pessoas, em decorrência da fácil transmissão do coronavírus, uma série de modelos foi desenvolvida.

Máscaras com brilho, com estampas que combinam com as roupas, que são feitas com o mesmo material de camisetas, que são decoradas, que são transparentes, que se encaixam bem no rosto, que são mais confortáveis e que trazem estilo estão disponíveis em inúmeras faixas de preço.

Independentemente de qual seja o seu estilo, formato ou corte preferido, o essencial sobre a máscara é utilizá-la. Se não for descartável, deve ser higienizada corretamente após o uso, para que não se torne um vetor do vírus. Cobrindo o nariz e a boca por completo, ela se tornou um sinônimo de segurança e de higiene.

Ainda assim, considerando todos os malefícios que a pandemia trouxe, o que a maioria das pessoas deseja é que chegue logo ao fim a época de usar máscaras. Quando isso acontecer, qual será o próximo passo? Dificilmente continuaremos a utilizar um acessório que pode nos deixar mais suados e com mais espinhas, se ele não tiver mais a função principal de nos proteger contra um vírus para o qual não há vacina.

Higienizando as máscaras usadas

Se você está pensando em simplesmente jogar as máscaras no lixo, saiba que existem outras opções para descartar esse tecido que nos protegeu por tanto tempo. Antes de conferir as nossas sugestões, saiba que você deve higienizá-las corretamente, segundo o protocolo da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Afunde a máscara em um litro de água com 10ml de água sanitária por quarenta minutos e ela estará limpinha!

Imagem de duas mãos usando luvas emborrachadas de cor azul segurando entre os dedos uma máscara de proteção facial contra a Covid-19.
Leo2014 / Pixabay

Lembre de deixar as máscaras limpas separadas das máscaras que ainda serão utilizadas no dia a dia, se você quiser deixar algumas para esse fim. É importante que você avise às pessoas que moram com você sobre as suas intenções com as máscaras antigas, para que elas não descartem sem você se dar conta.

Uma doação consciente

A primeira forma de descartar as suas máscaras sem gerar lixo e aproveitando os tecidos dos quais elas são feitas é levando para um centro de reaproveitamento. Tire os elásticos e os arames e leve para um local como esse. Em São Paulo, no Brás e no Bom Retiro, há uma empresa chamada Renovar Têxtil, que receberá as máscaras depois da pandemia para utilizar em novas produções.

Treinando a costura

Como o tecido das máscaras é pequeno para produzir uma peça de roupa, você pode utilizá-lo para se aventurar em outras técnicas de costura. Para fazer fuxico, encapar botões, testar diferentes pontos de bordado e até criar roupas para bonecas, os tecidos das máscaras podem ser uma opção incrível.

Para ajudar na leitura

Um marca-página é um presente simples e muito útil. Depois de recortar um retângulo de cartolina ou de papelão, você pode encapá-lo com o tecido de uma das máscaras, transformando um simples pedaço de papel em uma lembrança diferente e inovadora.

Imagem de uma máscara de proteção facial contra o Covid-19. Ao lado dela, duas luvas plásticas na cor azul.
Alexas_Fotos / Pixabay

Organizando os fios e cabos

Aquela bagunça com fios e cabos enrolados está presente em muitas casas e existe uma solução muito fácil para esse problema. Usando o tecido das máscaras, faça um pequeno e comprido retângulo. Pregue um botão de um lado e faça uma abertura do outro. Coloque o fio enrolado no meio desse retângulo e depois o abotoe, garantindo que o cabo ficará separado de outros.

Para decorar ou para aquecer

Uma colcha de retalhos é uma solução caseira, afetuosa e prática para as máscaras que não serão mais utilizadas. Nesse caso, não tem problema se o tecido for pequeno, porque a ideia é justamente criar uma composição inusitada. Reúna as pessoas da sua família que sabem costurar ou que querem aprender a fazer isso e deixe as máscaras úteis novamente!

Você também pode gostar

O que todas as pessoas desejam, em todo o mundo, é que a pandemia acabe logo. Não vemos a hora de parar de usar máscaras, de encontrar quem amamos e de ter a vida normal de volta. Quando isso acontecer, poderemos celebrar e dar um novo destino às máscaras que nos acompanharam nessa jornada difícil e desafiadora, mas que um dia chegará ao fim. Crie!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]