Autoconhecimento

O toque que transforma

Benedito Milioni
Escrito por Benedito Milioni
Cada pessoa é um rei Midas e não sabe disso. Para lembrar, Midas, segundo a mitologia, transformava em ouro tudo em que tocava. E cada pessoa pode transformar a outra no que quiser, a depender dos seus toques.

Toques podem ser físicos ou psicológicos, mas sempre emocionais, e atingem a outra pessoa de maneira infinitamente variada. Cortam, dilaceram ou suavizam a dor do outro, quando não a curam profundamente; fazem estremecer de tanto “quero mais” ou provocar uma repulsa, assim como podem ser incendiários, gelados ou inexplicavelmente tépidos.

Há universos de fisionomias e identidades nos toques, e nenhum deles é seguido por indiferenças. Aí é que está a grande magia dos toques que precisamos praticar intensamente, para que possamos aprender como nos afetam e como modificam algo nas pessoas.

Toque de mão de mãe em joelho ferido: esplêndido, milagroso, segue vida afora curando feridas do filho que insiste em correr pela vida e se machucar nos desvãos da desventuras e nos tropeços em pequenas e grandes pedras. Lá está o toque curador, suave feito o roçar de pontinha de asas de anjos, cálido como o aconchego do vale dos seios que esse bem-aventurado filho tinha enquanto bebê, acariciador como roupa lavada com extremo carinho para cobrir o corpo do filho amado. Mães têm esse toque. Ah… que falta faz!

Longe dessas mãos, repetidas e torturantes vezes nos sentimos mexidos por dedos ásperos de mãos que jamais tiveram nada além que asperezas em que se enluvar! E deixam de ser toques para transmutar-se em lâminas cortantes de censura, de crítica e dos gestos que brutalizam os sentimentos. Um horror! E os toques de pessoas que passam por nossas vidas e as deixam com novos sabores para ser vividas?

O ajeitar do uniforme escolar, feito pelas mãos daquela professora que parece anjo designado por Deus a nos iluminar os primeiros passos na vida… como é suave! O primeiro afago no rosto, que vem daquele menino ou menina, que nos avermelha de paixão e vergonha, mesmo depois de semanas, meses, tempos de eternidade, trocando olhares e torturando corações ainda virgens de desenganos… é um toque para a vida inteira!

Nem o grande amor de toda uma vida é capaz de ser mais marcante do que o toque preparador para todos os amores que viriam e para o grande amor que restou vivido ou sonhado. Há um toque fantástico: o que encanta no primeiro contato e deixa saudades e a vontade de quero mais. Alguns mais ousados dizem ser o tal “amor à primeira vista”, com o que concordo alegremente, porque é um toque sem ensaios, sem premeditação, quem sabe uma outra fantasia prévia, mas que chega suave e devasta as defesas das pessoas, nelas abrindo rombos colossais, por onde passarão jorros de emoções e sentimentos, prostrando-as como indefesos seres que precisam uns dos outros.

E há o toque na alma que chega com as palavras que são ditas da forma exata como deve sê-lo, para ecoar repetidas vezes dentro de quem as tenha ouvido (e talvez tenha esperado ouvir a vida quase toda…): faz um bem danado falar e ouvir “te amo de montão”, “gosto de você”, “senti tua falta”, “por que não te conheci antes, onde estavas?” e vai por aí, até a glória de um “tá bom, te perdoo!”. São toques sinfônicos, daqueles com coro de todas as vozes, anjos misturados com pessoas, que luzem em menos de um segundo, mas que duram o tempo que a pessoa quiser usufruir, suspeito até que bem além desse lado de cá da Vida.

E você, caro(a) leitor(a) desses 3.861 toques com espaços, todos eles em pura elegia dos toques que todos temos fome de receber e todas as condições para dá-los, se me permite, generoso(a) e paciente já que veio até aqui no texto, mais um “toque”, com o perdão para o inocente trocadilho: como tudo o mais na vida, quanto mais praticado, melhor fica! Que a sua fronteira seja apenas marca por onde passar para ser absolutamente você!

Sobre o autor

Benedito Milioni

Benedito Milioni

Graduado em Sociologia e Administração, 46 anos de carreira executiva e técnica em Desenvolvimento de Pessoas, autor de 32 livros, autor de 5 e-books, co-autor de 15 livros e autor de 25 manuais técnicos.

Dirigiu treinamento para mais de 3.349 grupos (cerca de 81.000 treinandos), dos quais 36.760 da área de RH, cerca de 24.736 Gestores e Líderes, 18.610 na área Comercial e 3.318 em Competências de Negociações . Formou cerca de 2.450 Instrutores e Multiplicadores Internos e 610 Consultores Internos Participa, regularmente, como conferencista sobre Tecnologia de Gestão em T&D em eventos nacionais e internacionais.

Apresentou mais de 2.104 conferências e palestras para mais de 200.000 pessoas. Prestou serviços a mais de 440 empresas, no Brasil e no exterior (América Latina, América Central, África e Europa). Júri de prêmios de Excelência na Gestão de Pessoas.

Publisher da GESTÃO DE PESSOAS EM REVISTA.

Contatos:

Av. Paulista, 2.202 , 3o. Andar CEP 01310-300 - São Paulo – SP
Site: www.milioni.com.br
Email: [email protected]
Telefone: 11 3508-1990 | 4158-7435 | 99909-5858
Facebook: www.facebook.com/bmilioni Linkedin: linkedin.com/benedito-milioni

Canal no Youtube