Autoconhecimento

Pai é pai: a importância do amor paterno

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Após muitos anos de estudos, pesquisas têm mostrado como a figura do pai em especial é importante para configuração da personalidade da criança na fase adulta.

Muitas vezes as mães são condenadas pelo fato de seus filhos não irem bem à escola, brigarem, mas estas pesquisas têm apontado que isso pode estar ligado diretamente à figura do pai. No caso, a rejeição está muito associada quando vier do pai. Isso demonstra que essa imagem apontada muitas vezes como coadjuvante é muito mais importante do que se pensa.

O que ocorre com essa relação?

Estudos envolvendo a imagem paterna com a rejeição na vida em fase adulta foram bem fundidos em estudos e publicação de artigos. Muitas mulheres, inclusive se tiveram uma relação conturbada com seus pais, ou até quando se sentiram rejeitadas pelo pai, tendem a ter uma relação íntima mais complicada, faltando confiança em compreender o novo parceiro, justamente pelo fato de ela associar ao pai, as suas atitudes e comportamentos.

shutterstock_248715520-2Isso se revela também, por exemplo, quando conhece algum namorado, logo associa suas atitudes, fazendo muitas vezes comparação com a imagem paterna que serve de inspiração , impactanto até na escolha de que este será o pai de seus filhos.

Novas configurações

Com os novos modelos de família existentes atualmente, nada impede a presença do pai nessa criação. Mesmo que para sociedade atual seja difícil aceitar a relação de homossexuais e a criação de uma criança, o afeto e o amor precisam estar presentes.

Assim como foi uma barreira para muitas crianças e famílias entenderam os relacionamento e convívio de pais separados, que ainda existe hoje, assim será com este novo modelo de família que surge.

A função paterna

Mesmo com tantas mudanças, com o desenvolvimento da mulher no trabalho e seu espaço na sociedade, a figura do pai continua importante para o desenvolvimento da criança. Atitudes e comportamentos servem de inspiração para criança.

Por mais que  a mãe  tenha assumindo muitas responsabilidades dos pais, a falta desta figura paterna influencia negativamente o desenvolvimento da criança.

Não é mais uma obrigação à família ser constituída de pai e mãe, mas havendo referências do masculino e do feminino para a criança, mais tranquilamente ela se desenvolverá. Muitas famílias que são exemplo não tem uma relação tranquila, outras onde o pai não está presente a criança se desenvolve bem e a figura do pai pode ser explorada no próprio avô, tio, padrinho e depois até de um amigo.

Independente desse papel, é preciso ficar claro que amor, diálogo e afeto estarão em primeiro lugar neste alicerce da família.

Educar filhos é uma grande responsabilidade, e devemos nos preparar para ela.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]