Comportamento

Passo a passo para reciclar tudo

Mãos de criança fazendo plantação.
Maksim Pasko / 123RF
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Na escola, é possível que você tenha ouvido falar muitas vezes sobre reciclagem. Aprendemos que ela é importante para o meio ambiente e para a saúde do planeta, que precisamos jogar cada tipo de lixo na coleta certa e que só assim podemos evitar o desperdício de uma série de produtos.

A maioria de nós, porém, não se aprofundou nesse tipo de estudo. Com as inúmeras obrigações que precisamos realizar diariamente, alguns temas são colocados em segundo plano como se não fossem tão importantes assim ou parece tão longe do nosso alcance encontrar uma solução para esses temas que simplesmente desistimos antes de tentar.

Quantas vezes você já deixou de seguir a reciclagem porque imaginou que somente a sua atitude não faria diferença? E quantas vezes você tentou olhar para um material de um jeito original e criativo antes de jogá-lo fora? Pense um pouco em todas as oportunidades que você teve de fazer a diferença no mundo! Agora, não parece que foi “só aquela vez”, não é?

A verdade é que é possível reciclar quase tudo que está presente no nosso cotidiano e, se você ainda não sabe como fazer isso, não há motivo para pânico. Com o artigo que preparamos, atualize-se sobre esse assunto. Inspire-se a ter uma atitude positiva pelo meio ambiente, para a sua geração e a para as próximas!

É possível reciclar tudo?

Celular com sinal de reciclagem sobre bolsa de rede.
ready made / Pexels

Muitas pessoas pensam que a reciclagem se resume a latas de lixo coloridas. Embora elas sejam muito importantes, porque nos auxiliam a descartar o lixo que pode ser reciclado corretamente, não representam tudo que é possível obter com essa prática.

Em primeiro lugar, é preciso compreender qual é o conceito de reciclagem. Essencialmente, ele se resume ao processo de transformar um produto que não seria utilizado mais em algo novo. Ou seja, se você usar uma casca de banana, que seria jogada fora, para fazer uma receita, está reciclando esse ingrediente.

Depois de entender o conceito de reciclagem, você deve estar pensando em tudo o que é possível reciclar no nosso cotidiano. É difícil encontrar algum objeto sólido que não possa ser reutilizado de alguma maneira, não é? Até mesmo os restos de alguns alimentos podem ser transformados em adubo.

Portanto, respondendo à pergunta que fizemos neste tópico, é possível reciclar quase tudo! É evidente que não podemos reciclar alimentos estragados, produtos de higiene e objetos que podem causar danos se forem abertos, como sprays. Além do mais, conseguimos aproveitar desde roupas até embalagens.

Dicas para reciclar no cotidiano

Como a reciclagem é essencial para reduzir a quantidade de lixo que produzimos diariamente, está na hora de descobrir como ela pode fazer parte do seu cotidiano. Além de enviar o lixo para o descarte seguindo a coleta seletiva, há muito mais que você pode fazer pelo meio ambiente. Confira!

Garrafa plástica amassada sobre gramado.
Karolina Grabowska / Pexels

1) Treine o seu olhar

Quando um produto terminar de ser utilizado da maneira como foi planejada, preste atenção nele. Será que é possível aproveitá-lo de alguma outra forma? Talvez ele possa ficar em outro cômodo da sua casa ou é possível renová-lo com tinta e outros materiais.

Será que ele pode ajudá-lo a consertar algo que quebrou? Pode melhorar alguma coisa que já existe? Aos poucos, você vai perceber que algo que parecia sem uso pode ser aproveitado de muitas outras maneiras. Treine o seu olhar!

2) Faça experiências

Nem todos os produtos que você reciclar ficarão bons ou serão realmente úteis, porém quanto mais experiências fizer, maior será o seu repertório para essa atividade. Quando algo feito de tecido rasgar, por exemplo, tente criar algo novo com essa matéria-prima, por exemplo.

Se uma embalagem já foi utilizada, lave-a bem e use-a na organização da sua casa. Se um objeto quebrar, tente consertá-lo ou transformá-lo em algo novo. Aproveite os restos de frutas e de legumes para adubar uma horta. Use a criatividade!

3) Compre menos produtos

Ao termos mais coisas do que precisamos, consequentemente geramos mais lixos, pois quando algo acaba ou se quebra, já temos um substituto, sequer precisamos pensar em reaproveitar o que já foi utilizado antes. Dessa forma, tente mudar esse hábito.

Antes de comprar produtos para a sua casa, acessórios e roupas, pense se você realmente precisa deles. Será que você pode transformar aquela roupa antiga em uma peça nova que você tanto quer? Aquele conjunto de copos não pode ser substituído por vidros de algum outro produto? Reflita!

4) Descubra novas habilidades

Para que a reciclagem realmente funcione na sua casa, você terá que colocar as mãos na massa, literalmente. Para se inspirar nos trabalhos manuais, você pode procurar tutoriais no YouTube ou no Instagram.

Com o passar do tempo, você vai perceber que é muito fácil, barato e prático transformar produtos que seriam descartados em algo novo. Luminárias, vasos, mesas e até caixas organizadoras são alguns dos objetos que podem ser produzidos com reciclagem. Experimente!

5) Incentive a reciclagem

Caso você sinta que o seu trabalho para reciclar não é suficiente para recuperar o meio ambiente ou para reduzir a produção de lixo, ative seu círculo de amigos e seus familiares com conversas e atividades.

Conte a eles o que você tem feito na sua casa, planeje um dia para que vocês possam se reunir e transformar algum produto. Com essas atitudes, mais pessoas saberão que é importante reciclar e reduzir a quantidade de lixo que emitimos no mundo!

Como descartar o lixo corretamente

Como nem sempre conseguiremos reciclar tudo, é fundamental compreendermos a forma correta de descartar o lixo. Lembre-se de que até mesmo o que não pode ser reciclado deve ser enviado para a coleta de forma responsável e consciente!

Um ponto de atenção, nesse caso, é o lixo eletrônico, pois, na maioria das vezes, ele não pode ser reciclado, nem enviado para o lixo comum. Sendo assim, procure postos de coleta para esse tipo de material, que contém elementos químicos muito nocivos à natureza.

O lixo do banheiro é outro tipo de resíduo que não pode ser reciclado. Assim, coloque-o em embalagens feitas de jornal ou em outro material biodegradável e só o envie para a coleta. Evite as sacolas plásticas ao máximo, principalmente para esse tipo de lixo.

Se você tiver objetos cortantes para jogar fora, os quais não podem ser reciclados, certifique-se de embrulhá-los em papéis inúmeras vezes. Assim, dificilmente os coletores de lixo vão se machucar com algo que pode provocar não só infecções, mas também outros tipos de ferimento.

Depois de todo o conteúdo apresentado, você já deve ter entendido que a reciclagem pode fazer parte do seu cotidiano sem comprometer a sua qualidade de vida. Comece a repensar os seus hábitos de consumo e perceba como você pode gastar bem menos por meio do reaproveitamento de produtos. Você vai se encantar!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]