Autoconhecimento Zen

Peixe no mar, pássaro no ar


Quando um peixe nada, não importa o quão longe nade, ele não alcança o fim do mar. Quando um pássaro voa, não importa o quão longe voe, ele não pode alcançar o fim do céu. Quando a necessidade do peixe e do pássaro são grandes, o campo é grande. Quando a necessidade é pequena, o campo é pequeno. Assim, cada peixe e cada ave usa todo o espaço e intensamente está em todo espaço. Todavia, se o pássaro sai do céu ou o peixe deixa a água, ele imediatamente morre. Nós devemos saber que (para o peixe) água é vida, (para o pássaro) céu é vida. Vida é o pássaro, vida é o peixe. E nós devemos ir além disso. Existe prática-realização – esse é o caminho dos seres humanos.

– Mestre Dogen, Genjokoan

Sigo viajando e estudando o Genjokoan, o texto do Mestre Dogen sobre realizar a realidade ou em outras palavras, como estar presente na sua vida. O peixe nada, o pássaro voa, eu sigo o meu caminho. E a vida segue sendo vivida. Seja o campo grande ou pequeno estamos sempre ocupando o nosso espaço e seguindo o nosso caminho.

shutterstock_307724498

E mesmo que eu esteja viajando, vivendo o meu presente num lugar lindo, com lago e vulcão, o mundo segue sua história. Essa semana foi especialmente triste, notícias de Paris e do rio Doce. O presente com tudo o que está acontecendo.  Li um texto de Thich Nhat Hanh onde ele fala sobre as inúmeras crianças que morrem de fome todos os dias, e do número ainda maior de armas produzidas diariamente. E ainda assim, o sol nasce todo dia, iluminando, trazendo beleza e calor.

Além disso, se existe peixe que nadaria ou pássaro que voaria apenas depois de investigar todo o oceano ou todo o céu, eles não teriam nem caminho nem lugar. Quando nós fazemos esse lugar o nosso, nossa prática se torna realização da realidade. Quando nós fazemos desse caminho o nosso caminho, nossa atividade se torna realização da realidade. Esse caminho, esse lugar não é pequeno nem grande, não é seu ou dos outros. 

– Dogen.

Fazer desse presente o estar Presente com tudo o que existe, o nascer do sol, a injustiça e a justiça do mundo. Inspirar e expirar e encontrar equanimidade.

Sobre o autor

Carol Enguetsu Lefèvre

Carol Enguetsu Lefèvre

Arquiteta de formação, artista plástica, zen-budista, designer gráfica, professora de yoga e ilustradora. No começo de 2013 aluguei meu apartamento em São Paulo, empacotei as minhas coisas e iniciei a minha jornada de aprofundamento no Zen Budismo e na Kundalini Yoga visitando e vivendo em locais de prática nos Estados Unidos e México. Tenho um blog onde compartilho as minhas experiências e os meus aprendizados com desenhos e textos. E o meu trabalho de ilustradora você pode conferir no Flickr.

Encomende um postal "Pedaço do caminho" exclusivo! Saiba como aqui.

Blog: www.enguetsu.wordpress.com
Flickr: www.flickr.com/photos/enguetsu