Autoconhecimento

Pequenas ações mudam o mundo

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você já parou para pensar alguma vez no que pode fazer para mudar o mundo? Provavelmente, esse tipo de reflexão era muito mais presente na sua infância: “Vou ser um super-herói, um astronauta e etc” deve ter passado pela cabeça de toda criança em algum momento da vida. Quando crescemos, os pensamentos deixam de ser tão fantasiosos e se tornam um pouco mais reais, embora não menos difíceis de alcançar: “Quero ser presidente do Brasil, soldado do exército, etc”.

Uma das coisas mais tristes em crescer é perder grande parte da essência dessa sede em mudar o mundo. Com o tempo, deixamos de lutar contra o sistema e começamos a buscar se adaptar a ele. Muitos de nós até conseguem e levam uma vida relativamente tranquila, mesmo com uma série de problemas ao seu redor. Outros não conseguem aceitar e não entendem por que não se adaptam. Destes, alguns mais corajosos começam a militar por uma causa em prol de um mundo melhor. Atraem outros por essa ideologia, mas, algumas vezes, se perdem no caminho da corrupção.

Fato é que a maioria de nós não pode afirmar que se tornou, depois de adultos, aquilo que mentalizamos quando éramos crianças. A correria da rotina nos impede de fazer muitas atividades que nos dão prazer, quanto mais dedicar esforços em tornar o mundo melhor. “Aquilo que não tem remédio, remediado está”, já dizia um velho ditado.

Em contrapartida, Madre Teresa de Calcutá tinha um pensamento que contrapõe de maneira grandiosa esse ditado: “O meu trabalho representa apenas uma gota no oceano, porém, sem ele, o oceano seria menor”. Você não precisa ser presidente do Brasil para mudar o mundo. Basta tomar algumas atitudes no dia a dia, e você já irá melhorá-lo consideravelmente – pelo menos a sua volta:

Group Of Friends Standing By Car On Coastal Road At Sunset

– Seja honesto

– Quando não puder ajudar alguém desesperado, mostre-se atencioso e ouça as lamentações dessa pessoa.

– Agradeça por tudo o que receber, seja bom ou ruim, pois você nada mais é do que a soma de todas as experiências que teve ao longo da vida.

– Não hesite em ser caridoso e ajudar ao próximo, mesmo que você fique sem aquilo que doou.

– Faça o bem sem olhar a quem.

– Sorria mais, não importando se a vida não lhe ofereça condições para isso.

– Pense antes de agir e passe tudo o que pretende fazer nas três peneiras de Sócrates: verdade, bondade e utilidade. Caso aquilo que você pretende fazer ou dizer não tiver esses três pontos fundamentais, então não faça.

– Respeite os mais velhos e os mais novos. Respeite a todos, pois quem quer ser respeitado, deve respeitar também.


  • Escrito por Diego Rennan da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]