Autoconhecimento

Prisão domiciliar

escuridão



Caros amigos, 

Há alguns anos eu visitei um presídio desativado em Ushuaia, na Argentina. Isso mesmo, lá no fim do mundo.

A noite caiu cedo e por volta das 17 horas me vi sozinho em uma antiga ala não restaurada. Um corredor cheio de celas velhas e assustadoras. Tudo mergulhado em uma escuridão apavorante. Muito frio. Muito silêncio.

E foi então que eu aprendi. E é isto que quero dividir com você, nobre amigo:

“Deixamos de ter pesadelos quando passamos a enxergar o escuro”.

Veja, ou melhor, entenda: não é enxergarmos “no” escuro e sim “o” escuro.

Entrei em uma cela e fechei a pesada porta de madeira maciça. Lá dentro, respirei fundo e percebi que aquele espaço escuro era para mim. Me pertencia. E eu a ele. Não havia mais ninguém lá. Quem quer que fosse seu antigo locatário já havia saído de lá há muito tempo.

Me desliguei de qualquer energia ruim ou negativa do local e me liguei apenas em mim.

E senti que aquele escuro era o meu escuro. Minhas sombras, meus medos e minhas ansiedades.

Meu descontrole.

Continuei respirando fundo, fechei os olhos e pensei:

“O que de pior pode me acontecer agora?”.

Assumi o risco, abri os olhos e o que aconteceu? Apenas escuridão. Nada mais. Isto é o pior? Ou o melhor?

É o que é! E pude sentir uma paz ali dentro que raramente sinto.

Esta paz você também pode sentir aí dentro. Basta ver a sua sombra, a sua própria escuridão. Só a veja. E sinta que é apenas uma parte de você. Não tente acender logo a luz. Não há interruptores no escuro.

Bem, meu querido, continuo até os dias de hoje a processar os meus aprendizados, mas quanto mais eu entro em paz com o meu lado escuro, mais claro tudo fica para mim.

Isso faz sentido para você? Aceitar ver e entender suas sombras? Não? Tudo bem, muitas vezes para mim também não faz o menor sentido! O quê?

Você quer saber o que eu fiz logo depois desta passagem mística pelo pavilhão desativado do presídio? Oras, passei na lojinha do presídio, é lógico!

Um beijo sem trancas e travas a todos vocês. 

Sobre o autor

Dinâmica do Ser - Luis Cesar Pereira

Dinâmica do Ser - Luis Cesar Pereira

Luis Cesar Pereira, palestrante, fundador do Espaço Dinâmica do Ser, Terapia & Desenvolvimento Pessoal e autor de livros pela Editora Vida & Consciência (pelo pseudônimo literário de André Ariel). No ano de 2.006, após um período de 18 anos consecutivos na posição de paciente/cliente dentro da psicologia tradicional, ingressou no mundo terapêutico como profissional, participando de formações, MBA em Gestão de Pessoas, pós graduação em Psicologia Psicossomática, cursos e treinamentos diversos na área, procurando formas de diminuir o tempo do processo terapêutico, aumentando sua eficácia. Aproveitando a experiência de 10 anos no mundo das organizações, trabalhando em multinacionais como gestor e outros 9 anos como empresário no setor de varejo, começou o projeto que tem como missão elevar a qualidade de vida das pessoas, através da transformação da maneira como elas percebem o mundo, a si próprias e, principalmente, fornecer ferramentas para que possam atingir estes objetivos, de forma pontual, rápida e assertiva.

Contatos:

Site: dinamicadoser.com.br
E-mail: [email protected]
Telefone: (11) 3467-0950
Celular: (11) 9.8099-8000 (whatsapp)